Navegando todos os artigos com a tag Fraudes
out
11

Cabo Daciolo alega fraude e pede anulação do primeiro turno da eleição

Candidato derrotado à Presidência da República, o Cabo Daciolo (Patriota) solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nessa quarta-feira (10), a anulação do resultado do primeiro turno das eleições.

O político afirmou ter ouvido centenas de relatos de eleitores que não conseguiram concluir o voto para Presidente e pediu o uso de cédulas de votação em papel nas eleições do país. 

Segundo o TSE, não há registro de fraude nas urnas eletrônicas desde 1996, quando começaram a ser implantadas.

Fonte: Folhapress
out
3

Preso estelionatário que aplicava exames supletivos falsos no Recife

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Policial     Tags , ,

Um homem foi preso no Recife por emitir certificados falsos de conclusão de Supletivo do Ensino Médio, configurando crime de estelionato. Felipe Ferreira de Carvalho, 26 anos, se dizia representante de uma escola de supletivo que funciona regularmente na Paraíba.

Ele tinha um escritório na Travessa Arsenal da Guerra, Edifício Santa Helena, no Bairro de São José, onde aplicava provas, no valor de R$ 250,00 e, caso o aluno passasse na prova, ele emitia o certificado falso com o nome da escola paraibana.

O dono da verdadeira escola Exames Supletivos, na Paraíba, foi alertado por algumas pessoas sobre a existência da falsa filial e procurou a Polícia Civil da Paraíba que, por sua vez, acionou a Delegacia de Repressão ao Estelionato de Pernambuco (DPRE).

A prisão aconteceu na tarde de ontem (02), no escritório onde o suspeito praticava o crime. Com ele foram encontrados R$ 200,00, certificados (30 estavam preenchidos), panfletos, formulários de inscrição, um notebook, uma CPU, um celular e um pendrive.

Em depoimento, o acusado negou o crime, mas contou informalmente para policiais que praticava o crime e que outros cursos faziam o mesmo. Ele pode pegar de um a cinco anos de prisão pelo crime de estelionato.

 
out
2

‘Operação Garoa’ bloqueia bens de servidores do INSS em Recife e Paulista

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

Foi deflagrada na manhã de ontem (1º) a Operação Garoa, com o intuito de combater crimes de fraude contra a Previdência Social. Executada pela Polícia Federal junto com a Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária em Pernambuco (NUINP-PE) e o apoio de cinco servidores da inteligência previdenciária, a ação deu cumprimento a oito mandados de busca e apreensão – expedidos pela 36ª Vara Federal no Recife-PE – nas cidades de Paulista e Recife.

Pelo menos cinco servidores do INSS (quatro homens e uma mulher) foram afastados de suas funções, tiveram as contas bancárias e os bens bloqueados, além de terem sido proibidos de sair do país. Segundo a delegada da Delegacia de Repressão contra Crimes Previdenciários, Cecília Torres, a fraude causou um prejuízo de R$ 1,7 milhão entre 2015 e 2017. “São pelo menos 85 benefícios fraudulentos que resultam em um prejuízo efetivo de R$ 1,7 milhão e estimado, caso não houvesse interferência policial, de R$ 12 milhões“. 

O INSS fará a revisão e os benefícios serão cancelados. Ninguém foi preso até o momento porque a PF optou pelo mandado de busca e apreensão, cumprido nas residências dos servidores envolvidos e em agências no INSS, em Olinda, Recife e Paulista.

A suspeita da participação de servidores da Previdência começou a ser investigada em dezembro de 2017. A partir de então foram constatadas uma série de irregularidades em benefícios assistenciais concedidos na Agência de Previdência Social (APS), em Paulista. Dados de um relatório da agência mostrou que, em 2016, o órgão concedeu uma média de 19% de benefícios referentes ao Amparo Social ao Idoso, um percentual distante da média por agência que deveria ser de 3,21%.

Na mesa de um dos servidores investigados foram constatados processos concessórios da espécie de Amparo Social do Idoso. Em uma amostra analisada, pelo menos q43 irregularidades como o cadastro de pagamento em instituições financeiras distantes, foram encontrados.

De acordo com a Polícia Federal, a ação revelou uma verdadeira organização criminosa especializada na prática de fraudes à Previdência Social, com atuação principal na Região Nordeste do país. Pessoas idosas fictícias eram criadas, utilizando o cadastro para obter benefício no INSS em contas bancárias também falsas. A investigação ainda deve prosseguir para identificar outros envolvidos e mais benefícios fraudados. 

Os investigados podem responder pelos crimes de estelionato majorado, formação de quadrilha e inserção de dados falsos em sistema de informação, entre outros crimes. As penas somadas podem alcançar mais de vinte anos de prisão.

Fonte/Foto: Folhape

set
4

Inquérito vai apurar vazamento de dados de clientes da C&A

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) abriu inquérito para apurar o possível vazamento de dados de 2 milhões de clientes da cadeia de lojas de varejo C&A. Segundo a portaria, de autoria da Comissão de Proteção de Dados Pessoais do órgão, o objetivo é acompanhar as consequências da exposição indevida dos dados.

denúncia se baseia em suposto vazamento noticiado por sítios especializados de tecnologia. Segundo relatos de um hacker, dados de 2 milhões de pessoas teriam sido divulgados de maneira não autorizada.

As informações vazadas seriam relativas a compras com vale-presente. Entre os dados publicizados estariam número do cartão de crédito, CPF, e-mail, valor da aquisição, número do pedido e data da transação. Segundo o hacker autor da informação, no total, teriam sido liberados registros de 4 milhões de pedidos.

Em nota, a C&A confirmou o recebimento do ofício e informou que vai responder às solicitações. “A empresa sofreu um ciberataque no seu sistema de vale-presente/trocas na última semana e, tão logo identificou o ocorrido, acionou o seu plano de contingência e notificou as autoridades competentes”, relatou.

Fonte: Agência Brasil

ago
10

Ex-vereador do Paulista e ex-candidato a prefeito de Araçoiaba são presos por fraudes em licitação e corrupção

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

Uma quadrilha suspeita de corrupção ativa e passiva, fraudes em licitações, lavagem de dinheiro e peculato – crime de abuso de confiança pública – foi o alvo da Operação Chaminé, deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco nesta sexta-feira (10). Entre os investigados, um ex-vereador do Paulista, o empresário e ex-candidato a prefeito de Araçoiaba, Elias Ulysses (foto), e uma advogada funcionária da Câmara de Vereadores do Paulista.

Foram cumpridos cinco mandados de prisão e dez mandados de busca e apreensão domiciliar na Câmara de Vereadores, em Araçoiaba e em residências. O depósito de água E. U. S. Serviços Ltda, localizado em Cruz de Rebouças (Igarassu), servia de empresa de fachada para a quadrilha. “A Câmara contratava serviços para reforma do prédio e era feito um desvio de verbas que, a princípio, é de R$ 700 mil, mas pode chegar a até R$ 5 milhões”, detalhou o delegado da Diretoria Integrada Metropolitana (DIM), Sérgio Ricardo. “A empresa executava parte do serviço e repassava para terceiros fraudando a licitação”, acrescentou.

Os presos e os materiais apreendidos foram levados para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. “Apreendemos documentos, pendrives, CPUs, arquivos virtuais, agendas, celulares e objetos para subsidiar a investigação”, explicou o delegado. As investigações da operação tiveram início em abril deste ano e foram presididas pelo delegado da DIM Diego Pinheiro. 

Ao todo, 70 policiais civis – entre delegados, agentes e escrivães – participaram da execução desta, que é a 32ª operação de repressão qualificada do ano. Mais detalhes sobre a operação serão divulgados na próxima segunda-feira (13) pela Polícia Civil.

Fontes/Foto: Rádio Folhape

maio
10

Estudantes denunciam que foram vítimas de diplomas falsos em Alagoas

AuthorPostado por: Paulo Fernando    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Estudantes que integram o movimento ‘Diploma Legal’ denunciaram que foram vítimas de um golpe que frauda diplomas de cursos superiores após a conclusão da graduação. A comissão afirma que mais de 20 mil pessoas de 92 municípios do Estado já tiveram prejuízos por cair na ação criminosa.

Na tarde dessa terça-feira (08), membros do movimento se reuniram com o secretário nacional de Regulação e Supervisão do Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), Henrique Sartori, para fazer com que os diplomas sejam reconhecidos e o tempo perdido seja validado. A reunião aconteceu em Palmeira dos Índios, no Agreste alagoano.

“O MEC tem tomado uma atitude bastante ativa no combate às irregularidades e a crimes que são cometidos no ambiente da educação superior no Brasil. Sobretudo, na oferta irregular de cursos de graduação, diplomas, e instituições que se dizem credenciadas e na verdade não estão”, pontuou o secretário.

Em alguns documentos recebidos pelos alunos, consta o nome e a assinatura de Gedalias Pereira, que é investigado em uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) sobre a fraude do diploma.

Uma das vítimas que contabilizam os números é Ana Dayse Leite, que concluiu o curso de Pedagogia. Ela recebeu o diploma da Fundação de Ensino Superior de Olinda (Funeso), mas não sabe se o documento tem validade.

No verso do documento, consta que o diploma foi registrado pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), em outubro de 2017. “Da semana passada para cá, soube que o meu diploma não tem valor”, desabafou.

E os problemas em relação à conclusão acadêmica não param por aí. Em Piranhas, a aluna de Serviço Social, Poliana Souza, conta que começou a fazer o curso, mas não conseguiu terminar. “Pesquisamos e descobrimos que ela fechou já tem um tempo. Foi fechada há três anos e quatro meses”, contou Poliana.

Apenas um certificado e uma declaração comprovam a conclusão do curso superior de Pedagogia de Mara Albina e Aline Saraiva. Elas relataram que a instituição em que estavam matriculadas foi substituída por outras, diversas vezes.

Outra questão que levantou dúvidas sobre a validade ou não dos diplomas emitidos é que alguns alunos que receberam os tais diplomas por parte das instituições de ensino tentaram se matricular em cursos de pós-graduação oferecidos por outras instituições. Entretanto, em alguns casos os diplomas foram aceitos e em outros, foram rejeitados.

Ainda segundo o secretário, o reconhecimento dos diplomas vai depender da situação das instituições de ensino diante ao MEC. “Não é possível afirmar porque há um trabalho quase que de ‘formiguinha’ por parte do Ministério da Educação, em fazer a busca dessas informações que chegam até nós em uma velocidade até alarmante. É um quantitativo muito grande de diplomas irregulares e até falsos, na qual vamos ter que levantar caso a caso, ponto a ponto, para saber se foi cometida alguma irregularidade passível de saneamento”, explicou.

Fonte: G1

maio
9

Diário Oficial registra ‘fraudes’ nos contratos de Carnaval de Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

É surreal, mas aconteceu e ainda foi registrado no Diário Oficial do Município. Exonerado no último dia 11 de abril, o ex-secretário de Cultura de Olinda, Gilberto Sobral, continua “assinando” atos e contratos um mês após ter sido desligado, como se ainda estivesse investido do cargo.

Na prática, todos os atos são nulos e tecnicamente trata-se de uma fraude. Grupos independentes que fazem o monitoramento das ações da Prefeitura de Olinda se preparam para denunciar o “malabarismo” ao Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE).

Por sinal, as prestações de contas do Carnaval – novamente rejeitadas pela Câmara, em 2018 – têm tudo para virar uma dor de cabeça para o prefeito Professor Lupércio. Estranhamente, a maior parte dos contratos foi assinado depois das apresentações artísticas. Ou seja, o grupo ou cantor realizou o show e o contrato referente àquela apresentação só está sendo publicado no Diário Oficial dois meses depois.

Muito estranho tudo! Um verdadeiro “samba do crioulo doido” que pode complicar a situação do prefeito para uma possível pretensão dele de concorrer à reeleição daqui a dois anos.

Traduzindo: o que se diz é que esses contratos de Carnaval estão mais furados que tábua de pirulito. E mais que isso: se o TCE-PE colocar a mão em cima não vai ficar pedra sobre pedra no Palácio dos Governadores. Em outras secretarias o “modus operandi” é o mesmo. Na hora que tudo isso explodir. . . 

Fonte: Observatório de Olinda

 
abr
27

Prestação de contas irregulares: PT, DEM, PCO e PTdoB terão que devolver R$ 2,7 milhões aos cofres públicos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem (26), que o PT, DEM, PCO e PTdoB terão de devolver mais de R$ 2,7 milhões aos cofres públicos por irregularidades encontradas na prestação de contas referente ao ano de 2012.

Apesar de ter recebido a punição de maior valor, R$ 1,5 milhão, o PT foi o único dos quatro partidos que teve as contas de 2012 aprovadas, embora com ressalvas. Além da cota já prevista para 2019, o PT foi condenado a aplicar R$ 2,3 milhões, acrescidos de uma multa de 2,5%, em ações de promoção à participação de mulheres na política.

Entre as principais irregularidades apontadas nas contas do PT, está o repasse, pelo diretório nacional, de mais de R$ 1,3 milhão a diretórios regionais que, em 2012, estavam com as contas em situação irregular com a Justiça Eleitoral. Também não foram comprovadas despesas menores, como com serviços de bufê, por exemplo.

No caso do DEM, as contas foram desaprovadas parcialmente. O partido terá de devolver cerca de R$ 1 milhão ao erário, além de ser obrigado a investir R$ 1,1 milhão, mais multa de 2,5%, na participação de mulheres. Com a desaprovação, o DEM também perderá, no ano que vem, o equivalente a um mês de repasse do fundo partidário. Entre as irregularidades, está a contratação de empresas de contabilidade de parentes de dirigentes.

A relatora das contas do DEM, ministra Rosa Weber, destacou que o partido é reincidente em não cumprir com as cotas de participação feminina. Também tiveram as contas desaprovadas o Partido da Causa Operária (PCO) e o PTdoB, que hoje se chama Avante. Eles terão de devolver aos cofres públicos R$ 29,8 mil e R$ 137 mil, respectivamente. Ambos também perderam um mês da cota partidária em 2019.

Fonte: Agência Brasil

abr
11

TCE-PE identifica, em Itapissuma, médica com seis vínculos empregatícios

Uns se matam de trabalhar enquanto outros ganham o dinheiro público sem dar um dia de trabalho. Isso acontece muito nas prefeituras, sobretudo do Interior, onde as sanguessugas fazem a festa. Um desses exemplos foi identificado ontem (10), em Itapissuma, a 35 quilômetros de Olinda.

Analisando um processo sobre a contratação temporária de 191 servidores, na gestão do ex-prefeito Cal Volia (PP), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) descobriu uma médica com seis vínculos empregatícios com o serviço público.

Qual profissional tem condições de cumprir horário de expediente em seis empregos diferentes? Nenhum! Esse é um caso típico do funcionário fantasma, ganhando sem trabalhar, mamando nas tetas das prefeituras e do governo do Estado.

Com informações do Blog de Inaldo Sampaio

mar
11

PF vê indícios de lavagem de dinheiro relacionada a Fernando Bezerra Coelho

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

O delegado federal Antônio José Silva Carvalho, encarregado de inquérito que apura o pagamento de propina ao senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), afirma que há indícios de que concessionárias de veículos foram “utilizadas para camuflar o dinheiro espúrio recebido” pelo parlamentar.

Segundo a Polícia Federal, as empresas pertencem a um servidor da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) ligado ao parlamentar, pré-candidato ao Governo do Estado.

A manifestação do delegado foi enviada ao ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), com pedido de prorrogação do inquérito aberto para investigar as suspeitas de que Fernando Bezerra Coelho tenha recebido da Odebrecht dinheiro desviado de obras do Canal do Sertão, em Alagoas. O senador foi ministro da Integração Nacional do governo Dilma Rousseff (PT). Mello concedeu mais 60 dias para a polícia.

Sobre os indícios, o senador divulgou a seguinte nota: “A defesa do senador Fernando Bezerra Coelho, representada pelo advogado André Luiz Callegari, afirma que estes ‘indícios’ são inverídicos e que o senador comprovará tal inverdade no curso da investigação”.

Fonte: Exame

fev
2

Homens denunciam golpe de emprego oferecido na OLX em Abreu e Lima

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

Cerca de 30 homens foram vítimas de um provável golpe aplicado através de um anúncio de emprego no site OLX.  O anúncio de uma suposta empresa de gelo, Cristal Gelo, localizada em Abreu e Lima, anunciava duas vagas para para motorista.

Através do aplicativo WhatsApp, a empresa solicitou aos candidatos currículo e foto da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Após enviarem o material pelo app, os candidatos receberam a notícia de que teriam sido selecionados e que deveriam realizar um teste prático ontem (1º) em Abreu e Lima

“Fomos enviados para a Rua Clarice Marroquim, 236. Chegando lá, não encontramos o número. Procuramos nas redondezas e descobrimos que não existe a Cristal Gelo”, denunciou Luciano Luiz da Silva, uma das vítimas. Os homens tentaram entrar em contato através do WhatsApp e telefone, mas não foram atendidos e tiveram seus números bloqueados do app de conversas. 

Preocupadas por terem fornecido seus dados, cerca de 15 das 30 vítimas resolveram buscar a Polícia Federal. Durante o percurso, devido à proximidade, desviaram o caminho para a Delegacia de Paulista, onde prestaram queixa. O caso será apurado pelo novo delegado, que deverá chega na segunda-feira (05).

Fonte/Foto: FolhaPE

jan
24

Prefeitura de Olinda vai investigar uso de falsos atestados médicos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A Prefeitura de Olinda vai investigar as denúncias doe uso de falsos atestados médicos utilizados por professores da rede municipal de ensino para se afastarem irregularmente das salas de aula.

De acordo com a nota enviada ao blog Observatório de Olinda, o levantamento utilizará a frequência do mês de dezembro de 2017 para cruzar informações e identificar a fraude

“A respeito de atestados médicos, a Diretoria de Recursos Humanos da Secretaria de Educação de Olinda informa que está realizando um levantamento dos professores que se encontram afastados por licenças médicas, tendo como referencial as frequências do mês de dezembro, enviadas pelos diretores das unidades de ensino”, diz a nota.

Fonte: Observatório de Olinda

nov
25

Ministério da Justiça investiga se Black Friday é ‘Black Fraude’

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

black-fraude1448453697A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça abriu investigação relacionada à Black Friday 2017. O objetivo é investigar indícios de que lojas praticaram aumento injustificado de preços no período que antecedeu a data.

De acordo com o Ministério da Justiça, a decisão foi motivada por pesquisas de jornais que mostraram que vários produtos foram reajustados antes da Black Friday e voltaram para, praticamente, o preço normal nessa sexta-feira (24).

Um levantamento do jornal “Folha de S.Paulo”, por exemplo, mostrou que, num universo de mais de 700 itens apresentados como participantes da Black Friday, 48% já foram até mais baratos antes do evento ou ao menos apresentaram o mesmo valor anteriormente. 

Os produtos que mais encareceram antes da Black Friday, segundo pesquisa do buscador Zoom, foram: o smartphone Samsung Galaxy A7 (42%), notebook Lenovo IdeaPad 300 Intel (26%), bicicleta elétrica Biobike Aro 22 (26%), smart TV LED 40 Samsung Série 5 (23%) e TV LED 40 Panasonic Viera (19%). Ontem (24), no dia da promoção, muitas lojas voltaram os produtos para o preço normal.

De fato, o consumidor que foi às compras reclamou dos preços. Segundo levantamento do Reclame Aqui, até a tarde de ontem (24) haviam sido registradas 1.374 reclamações, um aumento de 16,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

No Procon de São Paulo, as reclamações também foram maiores do que no ano passado, mas o órgão não tinha um levantamento oficial. Em Minas Gerais, o Procon Assembleia informou que não monitora preços e reclamações no dia do evento.

Fonte: O Tempo

set
12

“Caldinho do Neném” está envolvido em mais um caso de polícia

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

Polícia-Caldinho do Nenem

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) descobriu uma divergência na propriedade do bar e restaurante Caldinho do Neném, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. Embora “Neném” seja o empresário Auri Mendes, 42 anos, conhecido como dono do local, o estabelecimento está registrado no nome de Jocelino Feliciano da Silva, 44, um agricultor semianalfabeto. A divulgação do caso foi feita na manhã de ontem (11), pelo chefe da PCPE, Joselito Kehrle.

A delegada de Boa Viagem, Beatriz Leite, disse que o primeiro contato foi da Celpe, que suspeitava que o Caldinho do Neném estava desviando energia elétrica, o que ficou comprovado. Na ocasião, Jocelino foi autuado por furto qualificado e liberado após pagamento de fiança de R$ 14.500,00.

“Quando perguntamos, na qualificação, qual a profissão dele (Jocelino), ele respondeu que era agricultor e foi corrigido pelo advogado: ‘não, o senhor é comerciante'”, contou a delegada. No sistema da Polícia Civil também consta que Jocelino é agricultor, completou Beatriz Leite.

A Compesa também procurou a Polícia para verificar o furto de água e ficou comprovado que o crime estava sendo cometido tanto pelo Caldinho do Neném quanto pelo Barraco, bar vizinho que pertence ao mesmo grupo. A divergência de propriedade será investigada.

“Nos chamou muito atenção. Ele é conhecido como Neném, tem um programa de rádio no bar e, quando vimos, não é ele o proprietário de direito. Queremos saber porque está no nome de outra pessoa, se Auri funciona como um administrador. Nós o ouvimos e ele negou até ser o Neném, mas juntamos publicações das redes sociais e reportagens que provavam que é ele”, acrescentou Beatriz Leite. “A situação dele vai se agravar e esses indícios já mostram que há personalidade para crimes dessa natureza”. Os homens não foram autuados em flagrante porque não foram encontrados, mas foram intimados a depor. Será instaurado um inquérito através de portaria.

Roubo de água – O perito criminal Frederico Bento Maranhão explicou que o roubo de água acontecia por uma tubulação irregular conectada aos canos da Compesa, sem hidrômetro. Segundo Maranhão, o bom encanador faria a intervenção, mas não está descartada a participação de um funcionário da Compesa, cabendo investigação. Os proprietários dos restaurantes foram autuados por furto qualificado.

Fonte: Folhape

ago
19

Fraude: aposentadoria de Dilma foi irregular, diz revista Veja

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Revista Veja

Na manhã de 01 de setembro de 2016, o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas e uma secretária pessoal da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) entraram pela porta dos fundos de uma agência da Previdência na Asa Sul, em Brasília. No dia anterior, o Senado havia formalmente cassado o mandato da petista. Gabas, já ex-ministro do moribundo governo petista, chamou a atenção dos funcionários da agência ao surgir na porta e logo se isolar na sala do chefe da agência.

O que o ex-ministro da Previdência faria ali? Vasculhando o sistema do INSS, um grupo de servidores logo descobriu algo errado: no intervalo de poucos minutos que o ex-ministro e a secretária de Dilma estiveram na agência, o processo de aposentadoria da ex-presidente foi aberto no sistema e concluído sigilosamente.

dilma

Graças ao lobby de Gabas e a presença da secretária, que tinha procuração para assinar a papelada em nome da petista, em poucos minutos, Dilma deixou a condição de recém-desempregada para furar a fila de milhares de brasileiros e tornar-se aposentada com o salário máximo de R$ 5.189,00. Ao tomar conhecimento do caso, o governo abriu uma sindicância para investigar a concessão do benefício.

Na última sexta-feira (18), a revista Veja obteve as conclusões dessa investigação. No momento em que o PT trava uma luta contra a reforma da previdência, os achados da sindicância não poderiam ser mais desabonadores à ex-presidente petista. Segundo a investigação, aposentada pelo INSS desde setembro do ano passado, Dilma Rousseff foi favorecida pela conduta irregular de dois servidores do órgão que manipularam o sistema do INSS para conseguir aprovar seu benefício e ainda usaram influência política para conseguir furar a fila de benefícios. Despacho assinado pelo ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, aplica punições ao ex-ministro Carlos Gabas, responsável por Dilma ter furado a fila do INSS, e à servidora Fernanda Doerl, que manipulou irregularmente o sistema do INSS para regularizar o cadastro da petista.

Por ter usado da influência de ex-ministro da Previdência para furar a fila de agendamentos do INSS a fim de acelerar o processo de aposentadoria de Dilma, Carlos Gabas foi suspenso do serviço público por 10 dias. Servidor de carreira do órgão, Gabas está cedido para o gabinete do petista Humberto Costa (PE), líder da minoria no Senado. Com a punição assinada pelo ministro Osmar Terra, ele não poderá trabalhar nesse período e terá o salário descontado em folha.

Examinando a papelada apresentada pela ex-presidente Dilma Rousseff ao INSS e os procedimentos adotados pela servidora no sistema do órgão, os integrantes da sindicância concluíram que Fernanda Doerl considerou, para efeitos de cálculo de tempo de serviço de Dilma, informações que a ex-presidente não comprovava com documentos. Como todo brasileiro que procura o balcão dos mortais no INSS costuma aprender de maneira dolorosa, não ter documentos é uma falha que inviabiliza a concessão de aposentadoria.

Para Dilma, no entanto, isso não foi um problema. O cadastro de Dilma foi aprovado em um dia mesmo sem contar com todos os papeis necessários. Para se ter uma ideia do favorecimento que Dilma teve, dados do INSS mostram que os brasileiros que estão com toda a documentação regular esperam pelo menos 90 dias — entre apresentação e a concessão — para obter o benefício. Números atualizados nesta semana mostram que pelo menos 400.000 brasileiros estão com processos de aposentadoria represados no INSS nessa situação.

Segundo o regulamento do INSS, ao verificar que a papelada de Dilma Rousseff estava irregular, a servidora do INSS deveria ter se recusado a proceder com o benefício. Aos constatar as falhas, Fernanda Doerl, que levou a pena de advertência por não ter atuado com “zelo”, “dedicação” e sem “observar as normas legais” no episódio, tinha a obrigação, diz a sindicância, de “alertar (Dilma) acerca das impropriedades e que o seguimento do pleito só se daria a partir da apresentação, por completo, de todo o contexto documental exigido e necessário”.

Foto: Capital Digital

ago
19

Polícia investiga possíveis fraudes em concurso para tabelião em Pernambuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

fraude

O concurso para tabelião de cartórios de Pernambuco virou caso de polícia. O certame se arrasta há cinco anos e abriria 100 vagas para a função, mas donos dos cartórios alegam irregularidades no edital do concurso e fraude na prova de títulos de alguns candidatos.

Um inquérito foi instaurado na Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos e a Associação dos Notários e Registradores de Pernambuco (Anoreg-PE) entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal pedindo a anulação da prova. 

Iniciado em 2012, o concurso terminou em 2017 depois de várias fases de provas e títulos. O certame é concorrido, porque há cartórios que chegam a faturar R$ 700 mil por mês, arrecadados com taxas, certidões, escrituras, protestos, registro de imóveis e outros documentos.

Segundo o advogado da Anoreg-PE, Carlos Queiroz, há indícios de irregularidades e supostas fraudes na prova, organizada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). “Há candidatos com 20 títulos de pós-graduação de um único ano, e sabemos que, humanamente, isso não é possível”, alega.

De acordo com Queiroz, foram solicitadas providências ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e ao TJPE para apurar as denúncias, mas ele não obteve sucesso. “O TJPE não entrou no mérito dos títulos falsos e o Ministério Público não investigou. Diante da inércia do presidente do Tribunal, manejamos um procedimento de controle administrativo junto ao Conselho Nacional de Justiça”, explica.

Fonte: G1
ago
17

É falso o diploma do gestor do Cemo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

Diploma

Na última terça-feira (15), os professores do Centro de Educação Musical de Olinda (Cemo), participaram de audiência pública, realizada no Ministério Público do município, para se discutir as denúncias de irregularidades administrativas e a realização de eleições diretas para o cargo de gestão da instituição.

De acordo com o docente Newton Messias, a audiência contou com expressiva presença de professores, pais e alunos do Cemo, além de representantes da Prefeitura de Olinda e da Secretaria de Educação.

veracidade de diplomaNa ocasião, os professores apresentaram um documento, expedido pela Pró-reitoria para Assuntos Acadêmicos da Universidade Federal de Pernambuco (Proacad-UFPE), que comprova a falsidade do diploma do Curso de Música apresentado pelo professor Flávio Cassimiro dos Santos, que ocupa o cargo de gestor do Cemo. 

O portal LeiaJá entrou em contato com a coordenadora do corpo discente da UFPE, Cláudia Silva Lucas, para confirmar a autenticidade do ofício. A informação foi ratificada pela assessoria da instituição.

O diploma foi enviado ao portal LeiaJá pelo Departamento Jurídico da Secretaria de Educação, Esporte e Juventude de Olinda, por meio do coordenador Júlio César Corrêa, na última quinta-feira (10).

*O Cemo funciona na Avenida Pan Nordestina s/n, no Complexo de Salgadinho – próximo à Ponte Preta.

Fonte: LeiaJá

 

ago
15

TCE-PE julga procedente denúncia contra o Professor Lupércio por uso de notas de empresas fantasmas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Sentença TCE-OlindaA 1ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) julgou, nesta terça-feira (15), procedente denúncia apresentada contra o então deputado estadual Professor Lupércio (Solidariedade), hoje prefeito de Olinda, pelo uso de notas de empresas fantasmas para recebimento de verbas indenizatórias.

O voto de 31 páginas da conselheira Teresa Duere, relatora do processo, foi acompanhado pelos outros dois membros do colegiado, os conselheiros Ranilson Ramos e João Campos.

Formulada pelo advogado Antônio Campos, que realizou sustentação oral durante o julgamento, a denúncia contra o então deputado estadual Professor Lupércio, foi por irregularidades no uso da verba parlamentar.

O relatório da conselheira Teresa Duere observou a utilização de empresas suspeitas de existência apenas formal, dando parecer para a devolução do valor de R$ 135.479,92.

Após a denúncia, o Professor Lupércio noticiou nos autos a devolução à Assembleia Legislativa o valor objeto da denúncia, o que não esvazia a irregularidade, que se consumou no ato da realização.

“A minha atitude foi cidadã, pois a democracia atual não permite mais esses tipos de práticas que devem ser combatidas e acompanhadas pelos órgãos de controle”, disse o advogado Antônio Campos, ao sair da sessão de julgamento.

jul
26

No Brasil, uma tentativa de fraude a cada 16,8 segundos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

fraudes

A cada 16,8 segundos, uma tentativa de fraude é aplicada no país. Só de janeiro a maio, o Brasil acusou 782.244 tentativas de golpes. O segmento de telefonia foi o mais afetado no acumulado do ano, sendo responsável por 38,6% do total, com 301.956 ocorrências.

Neste tipo de golpe, dados de consumidores são utilizados por criminosos para abertura de contas de celulares ou compra de aparelhos, por exemplo. Os dados são do Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude e foram divulgados nessa terça-feira (25), em São Paulo.

Quando a fraude na telefonia funciona, ela serve como uma porta de entrada para os fraudadores aplicarem golpes de maior valor em outros setores da economia. Os golpistas costumam comprar telefones para ganharem um comprovante de residência e, assim, abrir contas em bancos para pegar talões de cheque e cartões de crédito e, ainda, fazer empréstimos bancários em nome de outras pessoas.

O setor de serviços vem em seguida no ranking de segmentos com mais tentativas de fraude identificadas de janeiro a maio deste ano: 233.092, representando 29,8% do total.

Em terceiro lugar estão os bancos e as financeiras, com 23,9% de participação e 187.203 tentativas. O quarto setor mais afetado pelas tentativas nos cinco primeiros meses do ano foi o varejo, com 47.452 tentativas e participação de 6,1%. Os demais segmentos representaram 1,6% do total.

Em maio deste ano, 164.988 tentativas de fraude foram aplicadas em todos os segmentos, o que representa um aumento de 19,7% em relação a abril do mesmo ano, quando o indicador apontou 137.856 tentativas. Na comparação de maio deste ano em relação ao mesmo período de 2016, o crescimento nas tentativas foi de 12,3%.

jul
2

Indústria norte-americana admite ter pago propina a médicos do SUS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

propinaA empresa norte-americana de dispositivos médicos Zimmer Biomet Holdings Inc. admitiu à Justiça dos Estados Unidos o pagamento de propinas a médicos do SUS em troca de facilitação na venda de produtos a hospitais públicos brasileiros.

A informação consta de investigação feita pelo governo americano em que a multinacional, que atua em mais de cem países, é acusada de violar legislação que proíbe práticas de corrupção no exterior (a FCPA, Foreign Corrupt Practices Act, de 1977).

Segundo documentos a que reportagem teve acesso, a corrupção teria ocorrido entre os anos de 2000 e 2008 e envolveu pagamentos de comissões de 10% a 20% do valor de produtos da empresa, que, entre outros, fabrica próteses para cirurgias de quadril e de joelho.

A ação não menciona nomes nem valores, mas diz que a empresa lucrou cerca de US$ 3,2 milhões (aproximadamente R$ 10,6 milhões) com suas vendas no Brasil no período entre 2009 e 2013.

A Zimmer responsabiliza um ex-distribuidor brasileiro pelas fraudes, mas, em acordo com a Justiça americana, aceitou as acusações e se comprometeu em não negá-las ao público ou perante qualquer tribunal.

O caso veio à tona agora porque a Zimmer e outras sete fabricantes multinacionais estão sendo processadas pela Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) nos EUA por fraudes que ultrapassam US$ 100 milhões no comércio de órteses e próteses no setor privado.

Segundo a denúncia, por meio de suas subsidiárias e distribuidores no Brasil, as multinacionais pagaram propinas a médicos e a hospitais, com a intenção de influenciá-los a usar seus dispositivos em detrimento de outros mais baratos ou mais adequados. A prática, que ficou conhecida como “máfia das próteses”, traz prejuízos aos planos e ao SUS, que pagam por produtos superfaturados.

Um estudo recente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) mostrou que a variação de preços de uma mesma prótese em diferentes Estados passa de 3.000%.

Fonte: Folhapress

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
134 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: