Navegando todos os artigos com a tag História
abr
21

Quem quer contar a história do bairro de Águas Compridas?

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags ,

O bairro de Águas Compridas, encravado entre Mirueira (Paulista) e Beberibe (Recife) começou a ser povoado com mais intensidade por volta do ano de 1935, quando o Governo Getúlio Vargas iniciou a construção do antigo “hospital dos leprosos”, devidamente registrado, na época, como Sanatório Padre Antônio Manuel – Hospital Colônia da Mirueira.

A unidade de saúde – hoje, simplesmente Hospital Geral da Mirueira (HGM) – inaugurada em 26 de agosto de 1941 (vai completar 77 anos), era apenas dos equipamentos projetados para atender os portadores de hanseníase e seus familiares. O projeto para a área era muito maior e previa a abertura de ruas, construção de praças, área de lazer, escola, templo religioso e até prefeitura. 

Nessa mesma época, uma das benfeitorias para a área, coberta pela Mata Atlântica, era a construção da “Estrada da Mirueira“, que se ligaria à Estrada do Matumbo (atual Avenida Presidente Kennedy) e à Estrada do Caenga, nas imediações de Beberibe, que na época era território de Olinda.

De lá para cá, o bairro só fez crescer, as matas foram derrubadas e os Altos começaram a ser ocupados. Apesar da maioria dos Altos (Sol Nascente, Cajueiro, Conquista, Bondade, Nova Olinda e Jardim Conquista entre outros) terem status de bairros, estão todos situados dentro de Águas Compridas.

O resgate dessa história da construção e ocupação do bairro começa a ser registrada nas redes sociais. Quem mora no local, pode colaborar, contando uma história, enviando depoimentos, fotos antigas, informando pontos interessantes da comunidade, sedes de agremiações carnavalescas (Maracatus, Caboclinhos, Troças) e quadrilhas juninas; clubes sociais e de futebol, políticos antigos do bairro, imóveis históricos etc.

Essa história vai ser contada por todo mundo. Mande as suas dicas, comentários, sugestões e fotos para o email: aguascompridas.olinda@gmail.com.

Foto: Alto da Bondade

abr
20

Resgate da história de Águas Compridas nas redes sociais

Um estudante resolveu utilizar as redes sociais para tentar resgatar um pouco da história do bairro de Águas Compridas, um dos maiores e mais populosos da periferia de Olinda. O objetivo principal é falar um pouco da localidade e elevar a auto-estima da comunidade, que poderá, ela própria, ajudar a montar esse quebra-cabeça.

Quem estiver interessado em colaborar, poderá enviar informações sobre o bairro, a ocupação dos altos, as forças vivas da localidade, moradores antigos, notícias de políticos e política, clubes de futebol, agremiações carnavalescas (Maracatus, Caboclinhos e Troças), lendas, boatos e, claro, fotos antigas.

Todas as informações e fotografias serão postadas semanalmente numa página nas redes sociais. Para colaborar/contribuir, envie email para: aguascompridas.olinda@gmail.

mar
19

Prefeitura restaura peças centenárias da história do catolicismo em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Olinda iniciou, na última quinta-feira (15), o trabalho de requalificação dos cinco nichos religiosos existentes no Sítio Histórico. As estruturas são pequenas capelas que, no passado, abrigavam imagens católicas e serviam de pontos de parada e preces na Via Sacra. Os espaços serão restaurados, receberão pintura, iluminação e reparos na alvenaria, além de sanar problemas de infiltração.

O trabalho deve ser concluído até esta quarta-feira (21) e está sendo executado pela equipe de zeladoria do município, com 15 reeducandos do sistema prisional. Os serviços são acompanhados por historiadores, especialistas em patrimônio e profissionais do Arquivo Público de Olinda.

O primeiro nicho está localizado no Alto da Sé, referência para a imagem barroca de “Jesus no Monte das Oliveiras”, esculpida em madeira de cedro e datada de 1809. O segundo nicho está no Largo do Amparo, ao lado da Igreja do Amparo. Em seguida, o Passo dos Quatro Cantos é um dos mais conhecidos.

Os passos, que contam capítulos relevantes da vida de Jesus, também podem ser encontrados na Rua Bernardo Vieira de Melo (Ribeira) e na Rua 27 de Janeiro, próximo à Igreja de São Pedro Mártir. As imagens dos santos que compõem os nichos são de responsabilidade da Irmandade do Rosário dos Homens Pretos, integrante da parceria com a prefeitura.

Fonte: PMO

dez
6

Documentário sobre o procurador Pedro Jorge será exibido hoje na UFPE

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eventos     Tags , , ,

Pedro JorgeUm documentário sobre a morte do procurador da República Pedro Jorge de Melo e Silva, ocorrido em frente a uma padaria no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, em 1980, será exibido nesta quarta-feira (06) na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

O documentário se chama “Pedro Jorge: uma vida pela justiça” e já foi exibido gratuitamente no Cinema São Luiz, no Recife.

De acordo com o Ministério Público Federal, “será mais uma oportunidade para os estudantes e o público em geral conferirem essa produção, que retrata um importante episódio da luta do MPF contra a corrupção”.

Pedro Jorge foi assassinado quando investigava o chamado “Escândalo da Mandioca” que foi uma fraude articulada por fazendeiros sertanejos contra o Banco do Brasil da cidade de Floresta (PE).

out
26

Projeto registra histórias de olindenses

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Um projeto que ouviu e documentou as histórias dos olindenses chega ao final na tarde do próximo sábado (28), na Biblioteca Pública de Olinda, no Carmo. Na ocasião, o público conhecerá os detalhes do “Olinda Patrimônio Cotidiano – Memória Coletiva dos seus Moradores”, que resultou num documentário audiovisual, um programa de rádio e um livro. Será às 16h.

O trabalho de levantamento de informações foi realizado pelo Instituto de Cooperação Econômica Internacional (Icei Brasil), com incentivo do Funcultura. A coleta de dados, baseada numa pesquisa oral com 180 moradores da cidade, ocorreu entre 2015 e 2016. O material produzido será distribuído gratuitamente. 

O Icei Brasil atua em Olinda desde 2011, fazendo o resgate da memória e da relação dos moradores com a sua terra, além de transmitir e resgatar saberes e conhecimentos para as gerações futuras. Foram ouvidas pessoas de vários bairros, entre eles, Varadouro, Amaro Branco, Alto da Mina, Guadalupe, Bonsucesso, Monte, Amparo, Carmo e Bultrins.

jun
24

Hoje é o Dia Mundial do Disco Voador

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Cultura     Tags , ,

ovni2

Alexandre Acioli

Hoje é 24 de junho, dia de…? Certamente, 99,9% respondeu que hoje é o Dia de São João. Sim, é verdade. Mas o 24 de junho é também o Dia Mundial do Disco Voador. Isso mesmo: os discos voadores também têm um dia para chamar de seu! 

A data festiva foi instituída para marcar e celebrar um dos fatos mais importantes para os ufólogos – aqueles seres da Terra que se dedicam ao estudo da existência e/ou aparições de Objetos Voadores Não Identificados (OVNI) ou Unidentified Flying Object (UFO).

Foi justamente no dia 24 de junho – lá pelo ano de 1947 – que Kenneth Arnold avistou nove objetos estranhos voando nas imediações do Monte Rainier, em Washington (EUA). Os céticos não dão o menor crédito a essa história, mas o aviador norte-americano conseguiu convencer os seus pares da veracidade da aparição, o que terminou dando origem ao Dia Mundial do Disco Voador.

História – Os ufólogos afirmam que naquele dia 24 de junho de 1947, o aviador Kenneth Arnold, interessado numa recompensa em dinheiro, se desviou da sua rota original para tentar localizar os restos de uma aeronave que havia caído naquela região.

Ao retomar para o seu curso normal, Kenneth viu reflexos de um objeto não identificado que se movimentava a aproximadamente uns 40 quilômetros de distância do seu avião. Minutos após, ele visualizou uma série de luzes que se moviam velozmente ao norte do Monte Rainier, em Washington.

Segundo Kenneth, é como se as luzes, por meio de espelhos, refletissem na sua direção. Na época, o piloto relatou aos jornalistas do Journal East Oregonian, William Bequette e Nolan Skiff, que os objetos estranhos (“como um prato atirado pela superfície da água”) voavam a uma velocidade de 2.700 quilômetros por hora – coisa inimaginável para aquela época.

A partir daquela descrição do piloto, os jornalistas Bequette e Skiff batizaram o objeto voador não identificado de disco voador.

mar
5

PERNAMBUCO COMEMORA AMANHÃ 200 ANOS DA REVOLUÇÃO DE 1817

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eventos     Tags , ,

rev

Amanhã, dia 06 de março, o Estado estará comemorando a passagem dos 200 anos da Revolução Pernambucana de 1817, que também ficou conhecida como “Revolução dos Padres”. Foi um movimento pela emancipação política, que teve como causas a crise econômica, a oposição ao absolutismo da monarquia portuguesa e a influência das ideias iluministas propagadas na época pela Maçonaria.

O movimento foi iniciado em 06 de março de 1817, com a ocupação do Recife, liderada por Domingos José Martins, José de Barros Martins (“Leão Coroado”), Frei Caneca, Antônio Carlos de Andrade e Silva (irmão de José Bonifácio) e o padre João Ribeiro. Depois instalaram um governo provisório e proclamaram a República.

No dia 29 de março de 1817 foi convocada uma Assembleia Constituinte, formada por representantes eleitos em todas as comarcas. Durante a assembleia foi formalizada a separação entre os poderes Executivo, Legislativo, Executivo e Judiciário; garantida a liberdade de culto, embora o catolicismo tenha sido mantido como religião oficial; abolidos alguns impostos e proclamada a liberdade de imprensa. 

O movimento se expandiu pelo Nordeste, mas conquistou poucos apoios e adesões. Os revolucionários ficaram no poder por cerca de três meses. Foram derrotados pelas tropas portuguesas fiéis a Dom João VI, que entraram no Recife em 19 de maio e no dia seguinte renderam os insurgentes.

Evento – O Governo do Estado vai comemorar a data nesta segunda-feira (06) com uma solenidade no Palácio do Campo das Princesas, onde consta a entrega de medalhas do bicentenário da revolução a entidades e ex-governadores de Pernambuco; desfile cívico-militar, chamada solene dos nomes dos revolucionários e descerramento de uma placa no hall do Palácio.

Às 15h, a Academia Pernambucana de Letras e o Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico de Pernambuco farão sessão conjunta com palestra de Vamireh Chacon sobre “A Revolução de 1817 e a cultura brasileira”. Já a Assembleia Legislativa (Alepe) fará uma sessão solene às 18h.

Também serão publicados por meio da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) três livros sobre o tema: “Abecedário da Revolução”, “História da Revolução de Pernambuco em 1817” e “Dez visões sobre 1817”.

 

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de Março de 2019
285 dias restantes.

Educação

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje