Navegando todos os artigos com a tag Jogos clandestinos
abr
27

Polícia Federal irá investigar jovens envolvidos no jogo Baleia Azul

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , , ,

Baleia AzulPor determinação do ministro da Justiça, Osmar Serraglio, a Polícia Federal (PF) vai investigar o jogo virtual “Baleia Azul”, que pode estar levando jovens a mutilações corporais e até ao suicídio. O jogo é praticado em comunidades fechadas de redes sociais como Facebook e Whatsapp e instiga os participantes, a maioria adolescentes, a cumprirem 50 tarefas, sendo que a última delas é o suicídio.

De acordo com o Ministério da Justiça, a medida foi tomada após apelos feitos a Serraglio pelo prefeito de Curitiba (PR), Rafael Greca, e pelos deputados federais Laudívio Carvalho (Solidariedade-MG), Carmem Zanoto (PPS-SC), Pollyana Gama (PPS-SP) e Eliziane Gama (PPS-MA). Segundo a pasta, eles relataram a adesão de adolescentes brasileiros que estão cumprindo os desafios propostos pelo jogo em Estados como Paraná, Minas Gerais, Pernambuco, Maranhão e Amazonas.

Pelo menos três mortes suspeitas de estarem relacionadas ao suposto jogo já são investigadas pelas autoridades locais de Belo Horizonte (MG), Pará de Minas (MG) e Arcoverde (PE). No Rio de Janeiro, a Polícia Civil investiga, pelo menos, quatro casos suspeitos, todos envolvendo adolescentes a prática do jogo naquele Estado.

Fonte: Agência Brasil

abr
25

Morte de jovem em Arcoverde pode estar ligado ao jogo Baleia Azul

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

A morte de um adolescente de 13 anos no município de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, pode ter relação com o jogo da Baleia Azul, série de 50 desafios cujo objetivo final do jogador é acabar com a própria vida.

Pessoas ligadas aos familiares afirmam que o garoto seguia a rotina normal na última segunda-feira (24). Foi para a escola, assistiu todas as aulas e interagiu com os colegas. À noite ele foi encontrado pelo irmão sem vida no primeiro andar da residência onde morava com os pais.

No perfil do jovem no Facebook, uma das páginas curtidas é do jogo Baleia Azul. Na sua descrição, o adolescente colocou em inglês que todos seriam bem vindos em seu velório.

De acordo com o delegado Henrique Paiva, titular da Delegacia de Arcoverde, ainda é cedo para concluir se há ligação entre a morte do menino e o jogo. “As investigações ainda estão em fase preliminar, não tenho como confirmar”, disse, acrescentando que o aparelho celular do garoto será periciado.

Pernambuco – Sete casos que podem estar relacionados ao jogo no Estado estão sendo investigados. Cinco deles são acompanhados pela Polícia Civil. Eles ocorreram no Recife, em Paulista, em Goiana e em Vicência. Em Petrolina, o corpo de uma menina de 15 anos foi encontrado no Rio São Francisco.

Fonte: Folhape

abr
22

Baleia Azul: o jogo suicida que preocupa o Brasil e o mundo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

Baleia Azul

Um dos assuntos que mais tem gerado preocupação no Brasil e no mundo é o jogo virtual da Baleia Azul. O passatempo, disputado pelas redes sociais, propõe ao jogador 50 desafios macabros que vão desde a automutilação até o suicídio. O game funciona como uma espécie de “siga o mestre” – quem dita as regras e propõe os desafios é um mentor, o qual envia aos participantes mensagens com instruções do que fazer e solicita fotos como prova do cumprimento das tarefas. 

Os jogadores geralmente são crianças e adolescentes, que, além de estarem mais susceptíveis às influências de terceiros, passam mais tempo em redes sociais. Tudo começa de maneira “leve”: no início, são delegadas aos jogadores tarefas como assistir a filmes de terror, ouvir músicas psicodélicas e desenhar uma baleia azul em um papel. Com o passar dos dias, os adolescentes chegam a ser desafiados a se pendurarem em lugares altos e se automutilarem, ou até tirarem a própria vida. 

Ao que tudo indica o jogo Baleia Azul teve início na Rússia, em 2015, quando uma jovem de 15 anos cumpriu a última tarefa e pulou do alto de um edifício. Dias depois, uma adolescente de 14 anos se atirou na frente de um trem. Os episódios fizeram as autoridades do país começarem uma investigação que ligou os incidentes a um grupo que participava de um desafio com 50 missões. 

A preocupação com o jogo aumentou no ano passado, quando diversas fontes divulgaram, sem confirmação, 130 suicídios supostamente vinculados a comunidades virtuais identificadas como “grupos da morte”. Diversos países, como a Inglaterra, França e Romênia têm enviado alertas aos pais depois que adolescentes apareceram com cortes nos braços e sinais de mutilação.

 

abr
22

Teólogo faz análise da realidade envolvendo o jogo Baleia Azul

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias, Olinda     Tags , ,

Padre BetoFilósofo e teólogo, o padre Beto Daniel, arrisca afirmar  que o jogo Baleia Azul é, para os jovens da atualidade, apenas uma forma de viver sensações. Ele explica que situações como estas tem como pano de fundo a falta de perspectiva, de objetivo e de luta por causas maiores.

O religioso acredita que as gerações anteriores arriscavam sua vida por causas sociais. Hoje a competitividade exacerbada, o descrédito em instituições como a família e escola (que outrora davam segurança e estabilidade), as gerações não foram formadas para pensar um projeto de sociedade e acabam vivendo sensações.

Padre Beto tem formação em Direito (Instituto Toledo de Ensino, de Bauru), em História (Universidade do Sagrado Coração, de Bauru) e em Teologia (Universidade Estadual Ludwig-Maximilian, de Munique – Alemanha. Nesta última, também concluiu o doutorado em Ética. Foi ordenado Padre pela Igreja Católica em Bauru no ano de 1998 e exerceu o ministério de sacerdote na Diocese daquela cidade por 14 anos.

“Não acredito que as pessoas estão inseguras; elas buscam experiências como essas e mostram claramente que estão em busca de algo que as preencham, mas acabam não encontrando respostas e entrando em experiências radicais. Faltam instituições que de fato estejam comprometidas com projetos de vida e que deem aos jovens a possibilidade de sonhar e acreditar que a vida é muito mais do que sobreviver”, explica. No caso uma realidade muito mais ampla estaria relacionada à prática do jogo.

O criador desse jogo teria percebido o vazio existencial presente na sociedade e canalizou o jogo para situações contrárias ao desejo humano, como o sofrimento, trazendo a tona, de maneira explicita, saídas para problemas como a falta de sentido diante de perguntas como “quem sou eu?” “o que faço nesse mundo?” “o que é a morte?”.

abr
20

Polícias investigam sete casos de vítimas do jogo Baleia Azul em PE

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

As polícias Civil e Federal (PF) já registram sete casos de adolescentes envolvidos com o “jogo” Baleia Azul na Região Metropolitana do Recife (RMR). A informação é da Polícia Civil de Pernambuco, que realiza uma coletiva de imprensa para dar orientações sobre o caso na tarde desta quinta-feira (20). Ela investiga dois casos no Recife, sendo um no Ibura e um em Brasília Teimosa, um no município de Paulista, um em Goiana e um em Vicência, na Zona da Mata Norte. Já a PF investiga dois casos na cidade de Moreno, na RMR.

“É um jogo macabro, quase uma seita, que afeta pessoas que ainda não têm o discernimento que nós, adultos, temos”, disse o gestor do Departamento de Policia da Criança e do Adolescente (DPCA), Darlison Freire. “O ameaçador costuma ter informações do adolescente, muitas delas fornecidas pelo próprio adolescente”, explica Darlson.

No caso registrado nesta quarta (19), uma adolescente de 13 anos que mora no município de Paulista, também na RMR, teria recebido ameaças por meio de mensagens no WhatsApp quando avisou que iria sair do jogo. As mensagens partiram de pessoas que moram em Minas Gerais, Bahia e interior do Rio de Janeiro. A polícia recebeu esse material e já está investigando quem seriam esses aliciadores. 

Fonte: Folhape

abr
20

Polícia investiga primeira denúncia de Desafio da Baleia Azul em Pernambuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

A Polícia Civil investiga a primeira denúncia de Desafio da Baleia Azul em Pernambuco. Na manhã dessa quarta-feira (19), uma mãe procurou a Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) em Paulista, para denunciar que a filha, de 13 anos, havia cometido automutilação após aceitar participar do suposto jogo.

Baleia AzulA vítima de Pernambuco foi levada pela mãe à GPCA. A mulher tomou ciência da situação depois que a sua outra filha viu a irmã se mutilando por não ter cumprido uma das provas.

O desafio Baleia Azul começou na Rússia, em 2015. Três mortes que ocorreram no Brasil são investigadas. Veja orientações da Polícia Federal.

De acordo com o delegado Jorge Ferreira, da GPCA, a menina teria entrado recentemente no grupo e não teria cumprido a segunda prova, que a obrigava a assistir vários filmes de terror. Como não fez, foi intimada a fazer 13 cortes na mão (número definido de acordo com a idade dela). Na terça-feira (18), a menina tentou sair do jogo.

“Ela tentou sair do grupo, mas começou a receber ameaças pelo WhatsApp. Eles disseram que a matariam e matariam também a família dela”, explicou o delegado. Um inquérito foi instaurado nessa quarta-feira (19).

Foto: Folhape

abr
17

PF faz alerta sobre jogo da Baleia Azul que tem levado jovens ao suicídio

Após o registro de casos de suicídios e automutilação de adolescentes e jovens, a Polícia Federal está fazendo um alerta a pais e responsáveis sobre o jogo da Baleia Azul. O fenômeno ganhou visibilidade e vem se alastrando pelo mundo. Tudo começou na Rússia, em 2015, quando uma jovem de 15 anos se jogou do alto de um edifício; dias depois, uma adolescente de 14 anos cometeu suicídio se jogando nos trilhos do trem da cidade de Ussuriysk.

Depois de investigar as causas, a polícia ligou os fatos a um grupo que participava de um desafio com 50 missões, sendo a última delas acabar com a própria vida. A partir daí aconteceram cerca de 130 suicídios de crianças ocorridos na Rússia de novembro de 2015 a abril de 2016 e que, de acordo com eles, quase todos eram membros do mesmo grupo na internet.

jogo-da-baleia-azul-1

No Brasil foram pelo menos três vítimas, no Mato Grosso e Minas Gerais. Em Minas, uma menina morreu em uma represa e um menino morreu de overdose de remédios, com indícios de cortes no braço. No whatsapp, comentários sobre o jogo, respectivamente. Na Paraíba, a Polícia Militar está investigando casos em que uma classe de alunos estariam realizando o procedimento de mutilação.

A PF lembra que jogos com apelos de riscos letais têm virado moda entre os adolescentes como o jogo da asfixia, o jogo da fada e o desafio do sal e gelo, que podem atrair não só aqueles em situação vulnerável, mas pela sedução da emoção que os desafios propõem.

Pessoas fragilizadas por eventos traumáticos, isoladas emocionalmente, que possuem dificuldade em confiar ou que se sentem cobradas e exigidas em demasia são mais propensas a desenvolver quadros depressivos que as tornam alvos fáceis para esse tipo de manipulação. Então, utilizando-se da inocência, da paranoia e da neurose de suas vítimas fazem elas a acreditar que estão à mercê dos administradores.

Normalmente, os alvos dos criminosos são crianças e adolescentes, já que são facilmente impressionáveis e por isso são coagidas a participar do jogo no Facebook ou Whatsapp em virtude de terem acesso ao banco de dados do Serasa e Cadastro Nacional (com dados pessoais como nome completo, escola em que estuda, média de notas escolares, cidade, endereço, IP e nome de amigos próximos) onde passam a assustar as vítimas menores de idade ao mostrar dados pessoais e fazer ameaças. A criança se sente pressionada e amedrontada e passa a interagir com eles! As ameaças de seguem com perguntas tais como: “Desenhe uma baleia com estilete no braço, depois tire uma foto quando estiver sangrando e me envie.

Por meio de informações pessoais deixadas pela própria criança como problemas em casa, brigas com os pais, notas baixas na escola, tristeza por ter acabado um namoro, morte na família – então eles se aproveitam desta fragilidade sentimental para incentivar a participar do jogo! Acontece que esses cibercriminosos estão entrando em grupos até de autoajuda, de superação da depressão, discussão sobre transtorno de ansiedade generalizada e aconselhamento pró-vida no Facebook para encontrar e atacar suas vítimas.

Dados sobre o jogo da baleia – É acessado por links em grupos contidos no facebook, numa rede social russa chamada VK atualmente com mais de 33 milhões de usuários ou até mesmo em grupos do whatsapp criados para essa finalidade. Os adolescentes são previamente selecionados para participar de 50 desafios macabros, onde alguém por trás da tela (curador-é a pessoa que convida os jovens para o jogo e comanda e entrega os desafios para serem cumpridos o tempo todo) manipula e dá as ordens para serem cumpridas pelo jogador. As tarefas que incluem escrever frases e fazer desenhos com lâminas na palma da mão e nos braços e com queimaduras, bater fotos assistindo a filmes de terror de madrugada, ficar doente, subir no alto de um telhado ou edifício, escutar músicas depressivas, na última “missão” tirar a própria vida.

COMO SE PROTEGER
(fonte: Polícia Federal)

DENUNCIE OS GRUPOS
Se você perceber algum amigo postando fotos e mensagens estranhas nas redes sociais, talvez ele esteja jogando o “Baleia Azul”, não ignore, DENUNCIE o próprio Facebook possui ferramentas de denúncia.

VOCÊ PODERÁ LAVRAR UM BOLETIM DE OCORRÊNCIA Caso você tenha acesso às conversas trocadas entre o mentor e o jogador, pode COMPARECER A UM CARTÓRIO DE NOTAS, onde será lavrada uma ata notarial, dando fé pública ao conteúdo das mensagens (essa ata será importante fonte de prova caso as mensagens sejam apagadas).

ALERTA AOS PAIS
Os pais devem atrair a confiança dos filhos através do diálogo franco e aberto sem qualquer tipo de repressão para que no primeiro sinal de perigo a criança possa sentir-se à vontade e procurar sua ajuda, confidenciando-lhes o que está acontecendo;
Observe o comportamento estranhos dos filhos tais como isolamento, tristeza aguda, decepção amorosa, comportamentos depressivos, atitudes suicidas; Preste atenção no corpo de seu filho se não existe sinais de mutilação ou queimaduras e se ele de repente está usando camisas de mangas compridas para evitar a exposição de tais marcas; Há tempo para tudo. Evite que seus filhos fiquem expostos há altas horas na internet e assistindo filmes na televisão pela madrugada; Observe se ele não está saindo de casa escondido em horários pela madrugada com o objetivo de cumprir tarefas impostas pelo jogo; Os pais devem supervisionar os acessos dos filhos de uma forma discreta; A vida moderna exige que os pais tenham pelo menos conhecimento básico de internet – peça ao seu filho para ser adicionado nas redes sociais deles, fazendo isso você poderá saber o que está se passando com ele e com quem eles estão interagindo. Caso os pais não tenha idade para aprender a conviver com este mundo virtual eles devem delegar tal tarefa para um parente mais próximo (irmão, primo, sobrinho) a quem o adolescente seja próximo e confie; Quando possível deixe o computador num local comum e visível da casa; Se vetar alguma página explique as razões e os perigos da rede; Evitar expor informações particulares e de dados pessoais em demasia: (telefones, endereços, CPF, horário que sai de casa e para onde está indo, localização acessível o tempo todo, etc); Evitar colocar fotos tais como: locais onde frequenta (clubes, teatros, igrejas), carros (a placa localiza o endereço), casa (mostra onde a pessoa mora); Nunca incluir desconhecidos nos contatos.

FORMAS DE OBTER AJUDA
Também as escolas devem colocar o assunto em pauta e incorporar no currículo, cada vez mais, a educação para a valorização da vida, o respeito pela vida dos outros e o uso consciente das mídias e tecnologias;  E não custa lembrar que o CVV (Centro de Valorização da Vida) presta um serviço incrível por meio do telefone 141 e você sempre pode buscar órgãos apropriados como a SaferNet e autoridades locais.

TIPIFICAÇÃO PENAL
A conduta dos mentores do Baleia Azul é criminosa. “Induzir (criar a ideia de suicídio em alguém), instigar (incentivar alguém que já estava pensando em suicídio) ou auxiliar (ajudar materialmente o suicida) o suicídio de outra pessoa é crime, de acordo com o artigo 122 do Código Penal, punido com pena de 02 a 06 anos de prisão caso o suicídio se consuma ou de 01 a 03 anos de prisão caso a tentativa de suicídio resulte em lesão corporal grave. Caso tais pessoas sejam menores, as condutas criminosas que praticarem entram como ato infracional, estando sujeitos às penalidades instituídas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. A indenização cível deverá ser paga pelos seus responsáveis legais.

Fonte: Diário de Pernambuco

ago
22

POLÍCIA MILITAR FECHA DOIS BINGOS EM RIO DOCE

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Durante a noite de ontem (21), a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) deflagrou a Operação Jogada de Mestre, para fechar casas de jogos clandestinos em vários locais da Região Metropolitana do Recife. Na operação, foram fechados dez bingos, dois deles localizados em Olinda. 

Os pontos fechados em Olinda funcionavam no bairro de Rio Doce. Um deles na Avenida Nápoles e o outro na Rua Rogaciano de Santana. Nas casas foram pegos 16 caça-níqueis e mais duas creditadoras.

Durante a operação a PMPE também apreendeu 117 máquinas e 21 pessoas suspeitas foram detidas pelos policiais.

 

 

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: