Navegando todos os artigos com a tag Lixo
mar
15

Prefeitura atende apelo de moradores e realiza mutirão de limpeza de praça e ruas de Salgadinho e Sítio Novo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Esdras Oliveira – Radialista

Conforme já havia anunciado ao Blog Olinda Hoje, a Prefeitura de Olinda, na manhã desta quinta-feira (15), encaminhou uma equipe de trabalhadores para realizar um mutirão de limpeza da Praça Professor Enéas Galeno e ruas do entorno, no bairro de Salgadinho.

As matérias mostrando a situação de abandono em que se encontrava a praça e do lixo que toma conta das ruas no entorno, assinadas por Esdras Oliveira, foram veiculadas ontem (14) e na terça-feira (13), no Blog Olinda Hoje.

Na ação desta quinta-feira (15), o secretário executivo de Serviços Públicos de Olinda, Marconi Madruga, veio pessoalmente acompanhar a execução dos trabalhos de limpeza.

Em conversa com moradores, Madruga informou que já está na programação da Secretaria a realização de outros mutirões neste bairro. Ele só sobre precisar a data.

Fotos: confira na fanpage.

mar
14

Praça em Salgadinho está abandonada

Esdras Oliveira – Radialista

A área de 1.083,17 metros quadrados da Praça Professor Enéas Galeno, localizada na Rua Coronel Antônio Carlos Ferreira, no bairro de Salgadinho é sinônimo do abandono há muito tempo.

O mato e o lixo tomaram conta do local, que no passado foi ponto de encontro da vizinhança e espaço para as brincadeiras da garotada.

A praça foi revitalizada em 2010, na gestão do ex-prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), e de lá para cá, segundo os moradores, nunca recebeu serviços de manutenção. Nem na gestão do PCdoB, nem agora, com o prefeito Professor Lupércio.

A praça está sem condições de ocupação. Não tem iluminação; os equipamentos de ginástica e brinquedos para as crianças foram destruídos; os bancos e mesas para jogos estão quebrados; e a calçada para passeio foi engolida pelo mato. 

A Prefeitura de Olinda, apesar dos apelos e das denúncias dos moradores, não faz a limpeza e nem manutenção da área. Mas a comunidade tem esperança de que alguma coisa ainda possa ser feita pela gestão municipal.

mar
13

Lixo toma conta de rua no bairro de Sítio Novo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Esdras Oliveira – Radialista

Puro descaso, abandono e desrespeito por parte da Prefeitura de Olinda com relação à coleta de lixo na periferia da cidade. Um exemplo da sujeira que se acumula é o da Rua Coronel Antônio Carlos Ferreira, na divisa entre os bairros de Salgadinho e Sítio Novo.

O lixo já está tomando conta de quase toda a rua, localizada nas proximidades da Praça Professor Enéas Galeno. As reclamações são muitas e os pedidos de limpeza não são atendidos pela gestão do prefeito Professor Lupércio. Até agora, nenhuma providência foi adotada pela Prefeitura.

A Praça Professor Enéas Galeno também sofre com o abandono. Os brinquedos quebrados, pichação, mato muito alto, falta de energia , e muita metralha descartada irregularmente.

Omissão – Os moradores dos bairros de Salgadinho e Sítio Novo elegeram, em 2016, um vereador que prometia ser o interlocutor da população junto à Prefeitura. Prometia lutar para resolver parte dos problemas desses bairros. Prometia ser atuante.

Mas o que vimos até o momento é uma atuação acanhada. O vereador João Pé no Chão, que agora calça sandálias de couro, pouco se importa com as carências das comunidades que diz representar. 

Diariamente o vereador passa na Rua Coronel Antônio Carlos Ferreira, mas faz vista grossa ao problema do lixo.

Atenção prefeito Professor Lupércio, lembre-se que os eleitores desses dois bairros colaboraram para a sua eleição. Eles também merecem a atenção da sua gestão.

jan
10

Mutirão emergencial recolhe mais de 3 toneladas de lixo em Olinda

AuthorPostado por: Marabá Soares    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

O fim do contrato com a Consórcio Trópicos Cael, que realizou a coleta de lixo em Olinda durante seis anos, e o início do contrato emergencial com empresa Locar Gestão de Resíduos, gerou um enorme acumulo de lixo na cidade. A paralisação do serviço durou cerca de quinze dias, o suficiente para produzir transtornos e reclamações.

Com a situação definida e a Locar iniciando os trabalhos, a prefeitura correu atrás para amenizar a situação da população e realizou um mutirão emergencial, recolhendo lixos e entulhos em várias localidades do município. Em uma semana de trabalho, a Secretária de Serviços Públicos contabilizou a coleta de 3.791 toneladas de lixo domiciliar.

A previsão dada pela nova prestadora de serviço da gestão municipal é de que até o fim desta semana os pontos críticos gerados pela demanda reprimida sejam eliminados e o calendário de coleta volte ao normal.

Segundo a prefeitura, outro serviço que está voltando ao normal é a varrição dos principais corredores viários da cidade. Até esta quarta-feira (10) a orla, no trecho entre o antigo quartel da Polícia do Exército e o Flat Quatro Rodas, será reforçado, assim como no Alto da Sé.

dez
29

Muito lixo em rua do Guadalupe

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Desde outubro passado, os moradores da Rua Severino José Ramalho, no bairro do Guadalupe, pedem à Secretaria de Serviços Público de Olinda a capinação e limpeza da via. Foram quase dez solicitações e nenhum atendimento.

De lá para cá, o mato só cresceu e o volume de lixo só aumenta. De acordo com os moradores, os garis da limpeza urbana parecem que não conhecem a rua. Nunca passam por lá!

dez
29

Locar assume a coleta do lixo de Olinda a partir deste sábado

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Olinda termina o ano de 2017 com nova empresa de coleta do lixo da cidade. Sai a Cael, entra a Locar – a mesma que atende o município de Paulista. A partir deste sábado, dia 30 de dezembro, a limpeza urbana passa à responsabilidade da Locar, que tem uma frota maior de veículos.

A informação é de que a Cael está saindo por conta do final do contrato, que não pode mais ser prorrogado. A contratação da Locar, por um período de aproximadamente 90 dias, é em caráter emergencial, enquanto se prepara o processo de licitação.

Mas também se diz nos bastidores que a atual gestão municipal estava mesmo querendo se ver livre da Cael, que está com a frota sucateada e vinha prestando um serviço aquém das expectativa e das necessidades da cidade.

dez
29

Rua no Sítio Histórico de Olinda é transformada em lixão

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Genival Hermínio Silva

De repente, os caminhões compactadores que fazem a coleta de lixo em Olinda sumiram das ruas da Cidade Alta:  Amparo, Guadalupe, Bonsucesso e Quatro Cantos.

Rapidamente, surgiram os pequenos lixões no Sítio Histórico, a exemplo do que tomou conta da Rua Waldemar Pimentel (foto), no Guadalupe.

A culpa é da Prefeitura de Olinda, porque não faz a coleta regularmente, mas também, porque não fiscaliza e não pune quem joga o lixo nas ruas.

Muito se critica um prefeito (pela falta de coleta de lixo), mas a grande parte da população é responsável pelos males que ela própria cria.

Transformar a entrada da Rua Waldemar Pimentel em um lixão é deplorável e a culpa é dos próprios moradores, que são maus exemplos de cidadania.

Cabe ao poder público puni-los. Há lei municipal para isso. Prefeito, faça a sua parte: puna!

dez
29

Lixo toma conta das ruas de Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags ,

Jota Neto

A periferia de Olinda está suja e fedorenta. São muitos os registros de lixo amontoados nas ruas, nas esquinas e nos coletores.

Os caminhões de coleta sumiram faz tempo; os garis desapareceram das ruas faz quase duas semana e está parecendo final de governo.

Por mais que a população reclame, a Prefeitura da cidade não repassa nenhuma informação. O prefeito Professor Lupércio, que é bom de marketing, desapareceu e foge das ruas para não ser fotografado próximo aos amontoados de lixo.

Os vereadores estão calados. Não fizeram um comentário sequer a respeito da sujeira na cidade; nenhum pedido de explicação e os líder e vice-líder do governo, mudos.

Sem maiores detalhes, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura informou ao Jornal Sem Censura que a coleta do lixo voltará ao normal neste sábado (30).

Foto: JSC

 
dez
1

Lixo toma conta de Águas Compridas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Águas Compridas-Lixo

Edvan Ratis

Os moradores da Rua Severina Acácia, no bairro de Águas Compridas, em Olinda, reclamam do acúmulo de lixo e entulhos na entrada da via. A situação gerando inúmeros transtornos para quem reside nas  proximidades desse lixão a céu aberto. À noite, os ratos e gabirus fazem a festa na rua e os insetos nocivos proliferam e invadem as casas próximas, causando danos à saúde de crianças e idosos.

Sempre é solicitado à Prefeitura de Olinda que seja acionado o órgão competente para a retirada do lixo e limpeza do local, mas nem sempre a comunidade é atendida. Às vezes são feitos paliativos, como está acontecendo agora: o Lixo em Águas Compridascaminhão e a equipe de garis chegam e retiram um pouquinho do lixo e deixam o restante para depois. E, como se  sabe, raramente voltam para concluir o serviço.

Uma das reivindicações dos moradores é utilizar o local (do lixão) para a implantação de área de lazer ou de convivência social, em parceria com a Prefeitura de Olinda. Esse desejo já foi, tempo atrás, formalizado através de ofício e requerimento à PMO.

A comunidade acredita que esta será a única solução para erradicar o acúmulo de lixo e entulhos no local. A Prefeitura não se posicionou a respeito do assunto.

Fotos: Edvan Ratis

 
ago
8

Abandono, sujeira e desorganização no Terminal de Passageiros da PE-15

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

O Terminal Integrado da PE-15, em Olinda, vem sendo alvo de reclamação de passageiros. Quem passa pela PE-15 no sentido da cidade de Paulista, vê na calçada metralha e pedaços de estruturas de concreto, além do mato alto e muita pichação. No lado que fica no sentido Recife, a sujeira que se acumula transforma a área num pequeno lixão. A cada dia, cerca de 39 mil pessoas passam pelo terminal.

Lixo e entulhos também se acumulam dentro do terminal, perto de onde ficam estacionados ônibus e carros de funcionários. Um problema que se repete na área onde passageiros desembarcam. Já no local onde circulam os passageiros, há copos descartáveis, sacos de pipoca, latas de refrigerante, garrafas.

Funcionários trabalham na limpeza, mas em pouco tempo, mais sujeira é jogada no chão. Nos banheiros, os vasos sanitários estão entupidos e não há água nas descargas e nem nas pias. O mau cheiro vindo dos banheiros também gera reclamações nos passageiros, que preferem evitar chegar perto do local. Há ainda aqueles que reclamem de segurança.

Defesa – Sobre a sujeira e destruição no terminal, o Grande Recife Consórcio de Transporte informou que, nos meses de março e abril deste ano, foram investidos mais de R$ 24 mil em obras de recuperação. Foram substituídos assentos sanitários, torneiras, luminárias e piso, além de realizadas a pintura em todo o terminal; recuperação dos cobogós de cimento e capinação. No mês de junho foi realizada uma intervenção na rede de esgoto.

O consórcio disse que o problema são os frequentes atos de vandalismo, principalmente em dias de jogos: 18 dos 28 vasos sanitários tiveram que ser trocados nos últimos cinco meses porque foram quebrados. Ainda de acordo com o Grande Recife, dez profissionais de serviços gerais trabalham no terminal das 6h às 22h. O terminal também conta com aproximadamente 20 lixeiras. 

jul
28

Prefeitura realiza mutirão de limpeza na Praça Norma Coelho, no Bairro Novo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

praça5

A manhã da quinta-feira (27) era de chuva, mesmo assim um grupo de 20 trabalhadores da limpeza urbana da Prefeitura de Olinda chegou cedo para realizar uma faxina na Praça Norma Coelho, no Bairro Novo. Há 18 dias, o Blog OLINDA HOJE denunciou o estado de abandono em que o local se encontrava, com o lixo e o mato tomando conta de tudo.

Os moradores das ruas Joana Norberto Pessoa e Artur Serpa (em frente à praça) já nem acreditavam mais que o serviço de limpeza viesse a ser realizado, porque os pedidos feitos inúmeras vezes não haviam sido atendidos e nem a Prefeitura dava previsão Praça1para fazer a limpeza. Mas ontem (27) os trabalho foi realizado.

A justificativa da Prefeitura é o da existência de inúmeras solicitações semelhantes, em diversos bairros, principalmente na periferia, que chegam todos os dias. Por isso, as equipes de limpeza precisam fazer um cronograma extra para atender os pedidos.

Iluminação – Agora, retirado todo o lixo e o mato que tomavam conta da Praça Norma Coelho, os moradores esperam que o pedido para a troca e a colocação de luminárias no espaço e ruas do entorno também seja atendido. Até para diminuir o números de assaltos que ocorrem na área por conta da escuridão.

jul
9

Lixo e mato tomam conta da Praça Norma Coelho, no Bairro Novo

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Praça Norma Coelho3

Já está em tempo de a equipe de limpeza e serviço de manutenção da Prefeitura de Olinda realizar um mutirão na Praça Norma Coelho, no Bairro Novo.

O lixo e o mato tomam conta do local. Os moradores das ruas Joana Norberto Pessoa e Artur Serpa (em frente à praça) já reclamaram e pediram a limpeza da área inúmeras vezes, mas até o momento não foram atendidos.

Praça Norma Coelho1A última limpeza da praça ocorreu no início do mês de janeiro, logo após a posse do prefeito Professor Lupércio. Depois disso, os trabalhadores sumiram e não mais passaram pelo local.

Já se passaram quase sete meses. Então já está mais do que na hora de ser realizada uma nova limpeza na Praça Norma Coelho. A segunda do ano, esperam os moradores. 

jun
30

Calçada em Casa Caiada está ocupada por entulhos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

denunciaMoradores da Rua Carlos Leite Moreira, no bairro de Casa Caiada (Olinda), reclamam de entulhos, troncos de madeira e um carrinho de praia com cadeiras que foram colocados na calçada, em frente à casa de festas Dayse Nogueira.

Todo esse material encontra-se no local desde a última sexta-feira (23) e está obstruindo a passagem dos pedestres. 

Infelizmente os moradores não conseguiram acionar o serviço de limpeza e remoção de entulhos da Prefeitura de Olinda.

Bem que eles quiseram (e ainda querem). Mas, infelizmente, os números dos telefones que eles estão ligando, exaustivamente, não atendem.

abr
18

Lixo no Amaro Branco leva moradores à Justiça contra a Prefeitura de Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Lixo no Amaro Branco

Moradores do bairro de Amaro Branco, em Olinda, estão desesperados com a situação de abandono em que se encontra a localidade. Não é de hoje que a população reclama o depósito de lixo em que foi transformado um terreno abandonado entre a Rua Professora Maria Francisco das Neves (antiga Rua da Colina), ao lado da farmácia, e a Rua da União.

Alexsandro Rubem, morador do bairro, diz que o problema já dura mais de cinco anos. Apesar das inúmeras reclamações, até o momento nenhuma providência foi adotada pela Prefeitura de Olinda. Os moradores não sabem a quem pertence o terreno. No local se acumula os entulhos de lixo – inclusive com restos de vísceras de animais mortos e o descarte de materiais infectados – possivelmente de uma unidade hospitalar existente no bairro.

“O mau cheiro é insuportável. Como o serviço de coleta é irregular, os moradores queimam o lixo que é descartado no terreno”, afirma Alexsandro Rubem. “Quando vem, o caminhão da coleta do lixo recolhe alguns sacos e via embora. Nunca faz a limpeza completa”, diz.

Ainda de acordo com o denunciante, por não conhecerem o proprietário do terremo, os moradores estão movendo uma ação judicial contra a Prefeitura de Olinda.

fev
24

LIXÃO EM PLENO SÍTIO HISTÓRICO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Sebastião da Paz

Não há como negar o esforço da Secretaria de Serviços Públicos de Olinda para diminuir a sujeira no município, mas o trabalho ainda não tem surtido o efeito esperado.

lix

Para se ter uma ideia, em pleno Sítio Histórico, cartão postal da cidade, encontramos focos de pequenos lixões (foto), imaginem como está a situação nos bairros e comunidades mais distantes!

Todos os dias, os moradores reclamam do lixão que se formou na Rua João Martiniano da Silva (mais conhecida pelos olindenses mais velhos, como “Beco do Caixão”) – uma via paralela à Avenida Joaquim Nabuco e à Rua Coronel Joaquim Cavalcanti.

Além de retirar o lixo e metralhas jogados num trecho da via, a Prefeitura de Olinda precisa, também, providenciar a retirada do mato da rua (que não é calçada) e colocar novas luminárias nos postes. Veja mais fotos na fanpage do OlindaHoje.

Multas – A Prefeitura de Olinda informou que as pessoas que forem flagradas descartando metralhas de forma incorreta e indevida, podem ser multadas com valores que podem variar e R$ 1 mil a R$ 2,5 mil, segundo prevê as leis municipal 5.857/2014 e 5.858/2014. Para denunciar, ligue 3429.0866

fev
22

LIXO E METRALHAS TOMAM CONTA DE AVENIDA EM OURO PRETO

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

lix7

Sem serviço de coleta de lixo regular, nenhum tipo de fiscalização ou punição para os infratores, vem aumentando a cada dia, o lixão que se formou em parte da calçada da frente e de toda a lateral (Rua Cabo) do Colégio Municipal Coronel lix11José Domingos da Silva, situado na Avenida Argentina Castelo Branco, com a Rua Dracena, no bairro de Ouro Preto.

É muito lixo e muita metralha que são jogadas todos os dias no local. Segundo informações de moradores das proximidades, inúmeras denúncias e pedidos de limpeza já foram feitos à Secretaria de Serviços Públicos da Prefeitura de Olinda, mas até agora não foram atendidos.

Recentemente, a Prefeitura informou que as leis municipal 5.857/2014 e 5.858/2014 preveem multas que podem chegar até R$ 1 mil para quem for flagrado descartando metralhas indevidamente. Para denúncias, ligue 3429.0866

Veja mais fotos na fanpage do OlindaHoje.

fev
15

EM OLINDA, DESCARTAR METRALHA NA RUA É CRIME E GERA MULTA DE ATÉ R$ 2,5 MIL

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags ,

Na hora de fazer reforma ou construção em casa, sempre surge o mesmo problema: onde jogar os restos de material de construção e demolição, a chamada “metralha”? Abandonar na calçada, no meio da rua ou no acostamento de avenidas, definitivamente não é a solução; E, ainda por cima, é crime.

metralha-500x333

Através do telefone 3429.0866, a população pode denunciar o descarte irregular, fornecendo os dados da placa do veículo que fizer a descarga em local indevido.

A orientação da Prefeitura de Olinda é de que para volumes de até um metro cúbico de metralha o morador pode colocar o material no lixo comum, acondicionado em sacos de até 50 litros, para ser recolhido pela coleta comum.

De acordo com as leis municipal 5.857/2014 e 5.858/2014, descartar metralhas indevidamente resulta numa multa que pode chegar a R$ 1 mil. Caso o flagrante seja nas proximidades de rios e córregos, o valor pode atingir R$ 2.500.

A Prefeitura constatou que grande quantidade de metralha vinha sendo jogada nas proximidades do girador do Complexo de Salgadinho, no sentido Olinda/Paulista. Realizou a limpeza do local e solicitou as devidas providências para evitar que esse tipo de problema se repita.

De acordo com o secretário Executivo de Serviços Públicos, Marconi Madruga, a Secretaria conta com a ajuda de câmeras de monitoramento colocadas em alguns locais críticos. “Tendo a placa do caminhão podemos aplicar a multa com base na lei”, destaca.

Fonte/Imagem: Portal Prefeitura de Olinda

fev
8

FIM DO LIXO EXIGE UMA AÇÃO CONJUNTA DA SOCIEDADE

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags ,

Um estudo realizado pelo Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre) aponta que quase 170 milhões de brasileiros não são atendidos por coleta seletiva em suas cidades. Isso significa que apenas 15% da população tem acesso a esse tipo de serviço.

Para o diretor da Trisoft, Maurício Cohab, essa realidade precisa ser modificada e de forma urgente. “A palavra lixo é totalmente ultrapassada. Não existe lixo, existem matérias primas valiosas e mal aproveitadas”, enfatiza ele.

Maurício Cohab ajudou a criar uma empresa totalmente verde, com um processo produtivo limpo e que gera um produto reciclado e 100% reciclável, que atende, hoje, mais de 97 segmentos da indústria. A Trisoft já retirou mais de um bilhão de garrafas pet do meio ambiente.

Cada colchão fabricado com o Petfom (foto), produto patenteado pela empresa, usa mais de mil petfomgarrafas pet. “É possível mudar essa realidade”, explica Cohab. “É preciso uma ação conjunta entre as empresas, o poder público e a população, cada um cumprindo o seu papel, criando oportunidades, exigindo e buscando soluções”, resume.

O dirigente da Trisoft fala com propriedade, já que o caminho percorrido pela empresa não foi fácil: “tivemos que criar maquinário, buscar inovações constantes, muitas vezes com investimento perdido, pois não conseguíamos o resultado esperado. Mas nunca desistimos”.

Ele conta que foi complicado também convencer os clientes: “as empresas tinham receio de que o novo produto não atendesse a todas as necessidades e também não tivesse a mesma aceitação. Mas nós mostramos que dá, sim, para criar um produto limpo, feito de matéria prima reciclada e 100% reciclável, com melhor toque, aproveitamento total e qualidade indiscutível”.

A Trisoft tem hoje produtos que podem ser usados em colchões, estofados, colchonetes, palmilhas, isolamento termo acústico em forros e paredes, próprios para o mercado de construção, automobilístico, moveleiro, pet, de moda e hotelaria entre inúmeros outros. Acredita tanto na transformação, que está realizando no mercado que criou, em 2016, um selo de qualidade, o Selo Trisoft, que traz o slogan: “Tem Trisoft, Melhor pro Planeta”, que atesta, no produto final, que ele foi fabricado com um produto reciclado e 100% reciclável.

jan
23

PREFEITURA PROMETEU, MAS NÃO CUMPRIU. ESCADARIA NO GUADALUPE CONTINUA SUJA

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

escadaria1

No último dia 11 de janeiro, o Blog OLINDA HOJE publicou uma matéria informando acerca das inúmeras reclamações da sujeira em todo o Sítio Histórico de Olinda e mostrou como exemplo a situação da escadaria de acesso à Praça Conselheiro Miguel Canuto (Largo da Igreja do Guadalupe). O lixo e o mato tomam conta da escadaria, situada na altura do número 1.320 da Avenida Joaquim Nabuco.

Na manhã desse mesmo dia (11), a assessoria do prefeito Professor Lupércio (Solidariedade) enviou resposta ao OLINDA HOJE informando que “enviará uma equipe à Praça Miguel Canuto para realizar inspeção e providenciar a limpeza do local”.

Ficou só na promessa. Não cumpriu o que prometeu. Nem inspeção e nem limpeza. Doze dias depois, dia 23 de escadaria2janeiro, a situação é a mesma; a escadaria continua suja, conforme o registro fotográfico feito no final da tarde de ontem (22).

Certamente o tempo cronológico (Chronos) da equipe de manutenção e limpeza da Prefeitura de Olinda é diferente do tempo dos olindenses.

O tempo da equipe municipal deve ser semelhante ao tempo de Deus (Kairós) – um momento indeterminado no tempo, em que algo acontece.

Pela situação de abandono em que a escadaria se encontra, os moradores da área torcem para que os técnicos da Prefeitura Olinda ajustem o seu tempo cronológico (Chronos) ao tempo dos olindenses… E realizem a limpeza de forma qualitativa, como prevê o Kairós.

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de Março de 2019
315 dias restantes.

Redes Sociais:

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje