Navegando todos os artigos com a tag Lula
out
29

Pesquisa do Ibope aponta Lula e Bolsonaro no 2º turno em 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) poderiam disputar o segundo turno, se as eleições presidenciais de 2018 fossem hoje. É o que indica pesquisa Ibope publicada na coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo. Este é um cenário que, na menor das expectativas, deve acirrar ainda mais o clima de lula-bolsonaropolarização política que tem sido uma marca do Brasil desde a disputa eleitoral de 2014, quando Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) se enfrentaram. Na ocasião, a petista venceu com uma diferença mínima, gerando uma reação dos tucanos e criando um fosso entre dois lados que, desde então, só tem estimulado confrontos. Em todos os cenários da pesquisa estimulada (com uma lista de nomes apresentada ao entrevistado), Lula ficaria com o mínimo de 35% e o máximo 36% das intenções de voto. Bolsonaro ficaria com 15% em cenário com Lula e com 18% se o candidato do PT for o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT).

A ex-senadora Marina Silva (Rede) aparece em terceiro lugar em todos os cenários da pesquisa, com intenções de voto entre 8% e 11% dependendo dos adversários. Em seguida, vêm Ciro Gomes (PDT) , Geraldo Alckmin e João Doria (ambos do PSDB), todos com percentuais entre 5% e 7%. No cenário com Haddad no lugar de Lula, Ciro Gomes chega a ter 11% das intenções de voto. Entre os novos nomes, o apresentador de TV Luciano Huck foi testado na pesquisa – realizada entre os dias 18 e 22 deste mês – ficando em patamar igual aos dos tucanos Alckmin e Doria: 5% no cenário em que a disputa é com Lula e 8%, com Haddad. Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, teve entre zero e 1% das intenções, dependendo do cenário.

Quando Lula é colocado na lista, o índice de votos em brancos e nulos somam 18% e 5% não sabem em quem votar ou não responderam. No cenário onde o petista é substituído por Haddad, 28% dos eleitores optariam por anular o voto ou votar em branco e 6% não sabem responder.

Na pesquisa espontânea, Lula também lidera, com 26% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 9%, e Marina, com 2%. Alckmin, Doria e Ciro têm 1%, assim como a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e o atual mandatário, Michel Temer (PMDB). Nesse cenário, votos em branco e nulos empatam com o índice de Lula, 26%, enquanto 30% não souberam ou não quiseram responder.

Foram ouvidas pelo Ibope 2.002 pessoas em todos os Estados, entre os dias 18 e 22 deste mês. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Esse foi o primeiro levantamento feito pelo Ibope sobre a disputa pelo Planalto no ano que vem, e não aparece registrada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte: Diário de Pernambuco

ago
25

Com Paulo Câmara, Lula visita Renata Campos e família

Em meio a especulações de uma reaproximação entre o PT e o PSB, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) esteve na casa da viúva do ex-governador Eduardo Campos, Renata Campos, no bairro de Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife, na noite dessa quinta-feira (24). O encontro durou cerca de duas horas e Lula chegou ao local sem nenhuma das lideranças petistas que o acompanha na caravana que faz por Pernambuco. Apenas a vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino (PT) – viúva do ex-governador Marcelo Déda (PT), estava com ele.

lulaerenata

Na casa de Renata, além dos filhos que comemoravam o aniversário de Maria Eduarda, também estavam a mãe de Campos e ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, todos do PSB. 

De acordo com informações oficiais, o encontro foi de caráter pessoal. Segundo lideranças próximos a Lula, o ex-presidente ficou “extremamente tocado” com a visita feita por Renata a ele quando sua esposa, Marisa Letícia, estava internada em São Paulo. Ela morreu vítima de um AVC. Quando Campos faleceu, em 2014, apesar de já estarem politicamente distantes, Lula também fez questão de participar do velório do ex-governador e prestar solidariedade. Eduardo foi ministro de Ciência e Tecnologia na gestão do petista e foi um dos governadores mais próximos ao ex-presidente na época. 

Mesmo que simbolicamente, a visita de Lula a Renata é dotada de um teor político, já que nos últimos dias iniciou-se uma série de rumores de reaproximação do PT com o PSB, que romperam a aliança em 2013, quando Campos decidiu disputar a presidência da República. 

Ao comentar sobre o encontro, o presidente do PT em Pernambuco, Bruno Ribeiro, chegou a criticar a aspereza impregnada atualmente entre os políticos e disse que apesar das divergências as relações pessoais entre as forças devem ser mantidas. Ribeiro já descartou uma reaproximação com o PSB. Apesar disso, outros petistas, como o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, também vem pregando um realinhamento. De passagem pelo Recife, no último dia 11, ele se reuniu com Paulo Câmara para conversarem sobre 2018.

Fonte: Leia Já

ago
24

Caravana ”Lula pelo Brasil” chega em Pernambuco nesta quinta

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , , ,

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) traz o projeto “Lula pelo Brasil” para Pernambuco nesta quinta-feira (24). A caravana, que deve percorrer o país e iniciou pelo Nordeste, permanece até o início da tarde do próximo sábado (26) no Recife. Em seguida, o ex-presidente segue para João Pessoa, na Paraíba. Condenado a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro pela Lava Jato, o petista tem utilizado a caravana para defender sua candidatura a presidente em 2018.

Lula2

No Recife, a primeira agenda de Lula é uma visita ao Museu Cais do Sertão, às 16h, desta quinta. Já na sexta (25), às 10h, ele participará de ato com trabalhadores em defesa das indústrias petrolífera e naval, em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife (RMR), e, às 16h, de um ato em defesa da democracia e contra a condenação imposta a ele no Pátio do Carmo, no Centro da capital pernambucana. 

Lula encerra sua passagem pelo Recife no sábado, com uma visita à comunidade de Brasília Teimosa, na Zona Sul. A passagem pelo bairro é simbólica, já que quando eleito, em 2003, ele realizou um dos primeiros atos administrativos no local. Na época, o ex-gestor levou 30 ministros e secretários de Estado para conhecer a realidade dos moradores, que viviam nas palafitas. A partir daí iniciou o processo de urbanização e a construção de casas populares.

A última passagem do petista pela localidade aconteceu em 2014, quando pediu votos para a reeleição da presidente Dilma. 

Fonte: Leia Já

ago
12

Herdeira de banco suíço vai doar R$ 500 mil para Lula

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Política     Tags ,

Uma grande apoiadora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer garantir que o bloqueio de bens determinado pelo juiz Sérgio Moro tenha um impacto mais leve sobre a vida do petista. Roberta Luchsinger, uma das herdeiras da família fundadora do banco Credit Suisse, desembolsará aproximadamente R$ 500 mil em “dinheiro, joias e objetos de valor” como doação para Lula

lula-d

Roberta é neta do suíço Peter Paul Arnold Luchsinger. “Com o bloqueio dos bens de Lula, Moro tenta inviabilizá-lo tanto na política quanto pessoalmente. Vou fazer uma doação para que o presidente possa usar conforme as necessidades dele”, disse ela.

Fonte: Época

jul
21

Projeto de lei pode barrar homenagens póstumas a Lula

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Lula é alvo de um projeto de lei que pode impedir homenagens póstumas à sua figura.

LULA-DIRETORIO-MARCIO-FERNANDES-DE-OLIVEIRA-ESTADAO

Sim, é isso mesmo. O deputado Silas Freire (PODE-PI) apresentou uma proposta que, caso seja aprovada, proíbe “a denominação de logradouros, obras, serviços e monumentos públicos, com nome de autoridades que tenham sido condenadas por ilícitos penais, civis ou administrativos em tribunais superiores ou colegiados de segunda instância”.

Se Lula for condenado pelo TRF e a lei for aprovada, o ex-presidente não poderá batizar uma mísera rua sem saída com o seu nome. O projeto de lei foi apresentado à Câmara dos Deputados um dia depois da condenação do ex-presidente pelo juiz Sérgio Moro.

Fonte: O Globo

Redes Sociais:

Manu

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: