Navegando todos os artigos com a tag Polícia
jun
22

Polícia investiga novo caso de Baleia Azul em Olinda

O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) está investigando a participação de uma adolescente de 15 anos no desafio da Baleia Azul em Olinda. A menina, que estava com vários cortes no braço, incluindo um com um desenho de uma baleia, já teria marcado a data de seu suicídio e só saiu do jogo após pedidos das amigas.

baleia

Em depoimento realizado nesta quarta-feira (21) na DPCA de Paulista, a garota informou que entrou no desafio da Baleia Azul por que quis e que estava enfrentando problemas pessoais. “Não me ameaçaram. Eu saí por conta própria, quando minhas amigas me pediram pra sair”, afirmou. Ela contou ainda que foi convidada pela internet e inserida em um grupo de whatsapp e que após cumprir algumas tarefas, marcou com uma amiga para morrerem juntas.

O caso foi descoberto após uma denúncia anônima chegar ao Conselho Tutelar de Olinda. “Fomos até a escola e constatamos as marcas nos braços com o desenho de uma baleia. Em conversa fomos descobrindo o que se passava”, contou o conselheiro Kiko Guedes.

A delegada Camila Figueiredo, da DPCA recebeu o caso e vai iniciar as investigações. “Foi registrado um boletim de ocorrência e a adolescente foi ouvida. Vamos chamar outras pessoas para saber se o caso segue ou será repassado para a Polícia Federal”, comentou.

Fonte/Imagem: Portal JC

jun
19

Noite violenta em Olinda teve arrastão, prisões e duas mortes

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A cidade de Olinda teve uma noite violenta neste domingo, com registro de arrastão, presos e duas mortes. Os casos estão sendo investigados pela polícia.

Por volta das 21h, um homem foi assassinado na Rua Dom Bosco, bairro de Jardim Brasil I. Anderson Alves da Silva, de 25 anos, foi arrastado para fora de sua residência e morto com um tiro na cabeça. O Departamento de Proteção a Pessoa (DHPP) ainda não têm pistas sobre a autoria do crime. A vítima era um ex-presidiário.

Uma tentativa de assalto terminou com um suspeito morto na Rua Professor José de Barros Lins, no bairro de Salgadinho. Um sargento da Polícia Militar de 33 anos conversava com um primo quando dois homens se aproximaram e anunciaram o assalto. O PM reagiu, dando início a uma troca de tiros. Um suspeito foi baleado e morreu no local. O outro conseguiu fugir. O PM se apresentou ao DHPP, entregou a arma com três munições deflagradas , prestou depoimento e e foi liberado.

Também no bairro de Salgadinho houve um arrastão na Avenida Professor Andrade Bezerra. Um grupo de jovens que havia saído do Parque Mirabilândia teve pertences roubados e alguns chegaram a ser agredidos. Segundo as vítimas, cerca de 20 pessoas participaram do arrastão. A polícia conseguiu prender um suspeito de 22 anos e apreender três adolescentes, que foram reconhecidos por cinco vítimas na Delegacia do Varadouro.

Fonte: Diário de Pernambuco

jun
16

PM emite nota de pesar por sargento morto em Olinda

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Policial     Tags , ,

A Polícia Militar de Pernambuco emitiu nota de pesar pela morte do sargento Ricardo Sales dos Santos, de 40 anos, que foi alvejado ontem por dois suspeitos após realizar investigação em uma residência no bairro de Ouro Preto na última quarta-feira. Em decorrência da fatalidade, a corporação declarou que “manifesta solidariedade a seus familiares e amigos”. 

SargentoRicardoSales

O sargento era lotado na Radiopatrulha havia 18 anos e, na ação, estava em companhia do cabo Ismaldo Ferreira da Silva, de 49 anos. Eles realizavam buscas numa residência localizada na Rua Golfinho – pois existia a suspeita de que no local funcionava uma boca de fumo -, quando foram recebidos a tiros por dois homens que estão foragidos. Os militares foram socorridos com ferimentos graves por volta de 14h para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento – do bairro de Cidade Tabajara.

Na casa a polícia deteve três mulheres que estavam em companhia dos homens durante a ação. Elas foram encaminhadas à Delegacia de Peixinhos, onde prestaram depoimentos e estão detidas à disposição da justiça. Duas armas de fogo, uma moto, e uma tornozeleira eletrônica, foi também o material apreendido no local. 

Da UPA, cada um dos policiais feridos foi levado para hospitais diferentes. o sargento Ricardo Sales foi em estado gravíssimo para o Hospital da Restauração (HR), no centro do Recife, onde veio a falecer. E o cabo Ismaldo seguiu para o Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista, onde continua internado em estado grave, porém com quadro estabilizado. 

O corpo do sargento Ricardo Sales foi enterrando na tarde de ontem (quinta-feira, 15), no Cemitério Memorial Vale da Saudade, em Cruz de Rebouças, cidade de Igarassu. Durante o velório, o comandante do Batalhão de Radio Patrulha (BPRp), tenente-coronel Afonso Queiroga, descartou a possibilidade do policial não ter usado colete a prova de bala por falta de equipamento. Segundo o oficial, não utilizar o colete foi uma opção do sargento. 

jun
6

Gari é morto a tiros enquanto trabalhava em avenida de Olinda

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Policial     Tags , ,

Um garifoi morto a tiros enquanto trabalhava na Avenida Presidente Kennedy, em Olinda. De acordo com a Polícia Militar, uma moto foi abandonada perto do corpo. A vítima foi identificada como Marcelo Francisco de Sá, de aproximadamente 30 anos. O crime ocorreu na manhã desta terça-feira (6). A avenida é uma das principais vias da cidade.

gari-assassinado-olinda

O corpo da vítima foi encontrado com a vassoura que usava no momento do assassinato caída ao lado. A Polícia Militar isola a área até a chegada do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável por investigar o caso. O Instituto de Medicina Legal (IML) já enviou equipe para o local.

Segundo a Prefeitura de Olinda, o homem trabalhava para uma terceirizada que presta serviços de limpeza para a administração municipal. Eles acreditam que a motivação do crime tenha sido um acerto de contas.

Fonte/Imagem: Portal G1

jun
4

Lula e o caso Celso Daniel

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Hugo Marques – Do site da Veja

Em setembro de 2012, o publicitário Marcos Valério prestou depoimento ao Ministério Público Federal e revelou que foi informado em 2004 pelo secretário-geral do PT, Silvio José Pereira, que o presidente Lula estava sendo chantageado. A conversa entre os dois ocorreu dois anos após o assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel. O publicitário disse que o empresário Ronan Maria Pinto exigia R$ 6 milhões para não divulgar informações relacionadas ao caso Santo André, envolvendo o presidente Lula, o ex-ministro José Dirceu e o então assessor particular Gilberto Carvalho.

Lula

Marcos Valério diz agora que quer esclarecer todos os detalhes da chantagem. Pelo menos foi o que ele garantiu à deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que colheu um longo depoimento do publicitário: “O Valério me disse que Ronan ia apontar  o ex-presidente Lula como mentor do assassinato do Celso Daniel”, disse a deputada. Segundo ela, Valério garantiu ter as provas da chantagem.

A primeira conversa de Valério com a deputada foi no dia 11 de outubro. Ela foi ao presídio atender às reivindicações de presos portadores de necessidades especiais e encontrou o publicitário em uma das celas. No ano passado, Mara, que é filha de um empresário que foi extorquido pela quadrilha que atuava na Prefeitura de Santo André,  tinha entregue ao juiz Sérgio Moro um dossiê sobre o assassinato.  No dia 03 de abril, Mara enviou um ofício ao procurador de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, narrando as conversas com o publicitário e pedindo o andamento às investigações do crime.

“Ele (Valério) deixou muito claro que o senhor Ronan Maria Pinto ia entregar o senhor Luiz Inácio Lula da Silva para a polícia como mentor do assassinato do prefeito Celso Daniel”, escreveu a deputada. Para ela, o depoimento de Valério pode ajudar a desvendar o crime.

Valério já vem negociando sua delação premiada com três promotores de Minas Gerais e dois procuradores da República. O publicitário disse que o ex-prefeito, pouco antes do assassinato, ia entregar um dossiê para a Polícia Federal e para o presidente Lula, envolvendo petistas com o crime organizado. Após o envio do ofício da deputada ao procurador de Justiça de São Paulo, dois promotores foram visitá-lo. O  publicitário quer depor  somente à Polícia Federal.

Perguntado sobre a acusação, Ronan, por intermédio do seu advogado, informou que jamais chantageou quem quer que seja. A  assessoria do ex-presidente Lula não comentou.

 
maio
24

Operação combate homicídios no bairro de Peixinhos

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags ,

A Polícia Civil realiza nesta quarta-feira, em Olinda, a Operação Força no Foco. O alvo da ação é o bairro de Peixinhos. Quarenta policiais civis e 70 militares participam da operação, que tem o objetivo de combater os crimes de homicídio registrados no local. Esta manhã estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão.

policial
Na noite desta terça-feira, quatro pessoas foram presas no bairro de Salgadinho, também em Olinda. De acordo com a polícia, a ação evitou um homicídio e resultou ainda na apreensão de uma submetralhadora, três pistolas .40, uma espingarda e coletes à prova de bala. Os quatro suspeitos foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e serão encaminhamos a audiência de custódia.

Fonte: Diário de Pernambuco

maio
23

Governador Paulo Câmara rebate acusações de delator da J&F

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

pc

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), rompeu o silêncio nessa segunda-feira (22), para explicar as denúncias feitas pelo diretor da J&F (holding do grupo JBS), Ricardo Saud. Disse estar “indignado” e garantiu que a sua campanha de 2014 não recebeu recursos da JBS. Segundo ele, nem a campanha nem o partido “recebeu nenhum centavo da JBS“. Paulo Câmara afirmou que a doação foi feita ao diretório nacional do PSB e que a transação está registrada.

“Essa pessoa foi textual ao dizer que a doação foi sem contrapartida ou benefício. E, na análise dos documentos pelo Ministério Público e Supremo, não há menção ao meu nome, Paulo Câmara, Geraldo Julio e Eduardo Campos”, disse.

O socialista afirmou que é servidor público e que vive do seu salário. “Só tenho dois patrimônios: minha família e meu nome”, declarou. 

Antes do pronunciamento do governador,  o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), também citado por Ricardo Saud, fez um discurso em defesa do governo Paulo Câmara. Ele afirmou que a acusação feita pelo dirigente da J&F é “absurda, inaceitável”. “O próprio acusador diz que não tem nenhuma troca de favores. E se não houve troca de favores, não há o que se falar em propina”, conclui.

Foto: Folhape

maio
22

Dirigente petebista ataca PSB e pede explicações sobre denúncias da JBS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

“É muito difícil a situação dos socialistas que, por dever de ofício, são obrigados a defender Paulo Câmara, o pior governador da história de Pernambuco, segundo pesquisa recente de opinião. É o caso de Sileno Guedes, um político sem voto e sem expressão. Na falta de respostas consistentes às graves denúncias que envolvem integrantes do PSB estadual, Sileno reduz o debate político ao seu tamanho e faz ataques pessoais ao senador Armando Monteiro (PTB), maior líder da oposição no Estado.”

O revide é do presidente estadual do PTB, deputado estadual José Humberto Cavalcanti, em nota distribuída no final desta tarde. “As denúncias envolvendo lideranças do PSB de Pernambuco, amplamente divulgadas pela imprensa, precisam de explicações convincentes. É papel da oposição fazer essa cobrança, em nome de toda a sociedade”, defendeu.

José Humberto lembrou que o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, estão no centro do noticiário. “Infelizmente, o principal assunto que hoje se associa a eles é a corrupção. Antes das recentes denúncias envolvendo propina da JBS, a dupla já era investigada até pelo Supremo Tribunal Federal (STF), dentro da Operação Fair Play, braço local da Lava Jato, que apura irregularidades na construção da Arena Pernambuco”, disse.

“É urgente que o PSB explique com seriedade aos pernambucanos o porquê de seus integrantes estarem sendo investigados e denunciados em tantas operações da Polícia Federal”, cobrou o dirigente petebista.

maio
22

Denúncias: senador do PTB cobra respostas do governador Paulo Câmara

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

Há muito tempo, o PSB de Pernambuco está sob o foco das investigações da Polícia Federal e outros órgãos investigativos. A sociedade vem acompanhando os acontecimentos com muito constrangimento. Ao longo do processo, esperamos esclarecimentos cabais. Mas essas explicações nunca ocorreram de forma a afastar as fortes suspeitas que recaem sobre este partido, pelas posturas e condutas adotadas por seus agentes políticos. 

Nunca fiz julgamentos antecipados, visto que essas denúncias envolvem, inclusive, figuras públicas que já não mais estão presentes para se defender. No entanto, considerando agora que as novas denúncias trazidas na delação da JBS atingem frontalmente o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, não poderia deixar de, ao lado da sociedade pernambucana, exigir um esclarecimento definitivo sobre essa questão.

Este é o teor da nota do senador Armando Monteiro Neto (PTB), distribuída hoje (22) à Imprensa através da sua assessoria. Segundo o senador, com relação ao governador, “o delator fala de propina de R$ 1 milhão e relaciona ainda visitas e gestões promovidas à época pelo atual governador e o atual prefeito do Recife relacionadas a um grande montante de recursos que não estão declarados na prestação de contas da campanha de Paulo Câmara”. “Se comprovadas as denúncias, resta comprometida a legitimidade do mandato do governador, bem como sua autoridade ética, moral e política”, diz. 

Desde o início da Operação Lava Jato, o PSB de Pernambuco tem revelado um condenável protagonismo. Cabe lembrar que, em outubro de 2014, o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, já apontava na sua delação a participação de expoentes do partido. Tanto Costa quanto o ex-presidente da Camargo Corrêa, Dalton Avancini, confirmaram repasse de propina de R$ 20 milhões para a campanha do PSB em 2010. Um dos operadores citados é o ex-presidente da Copergás, Aldo Guedes.

O PSB é o centro da Fair Play, operação paralela à Lava Jato que investiga desde agosto de 2015 uma série de irregularidades na Arena Pernambuco: superfaturamento, restrição à competitividade na licitação do projeto, pagamento de propina via doações oficiais e até eventuais crimes contra o sistema financeiro. Os principais investigados são o prefeito Geraldo Júlio e o governador Paulo Câmara. Eles foram, respectivamente, presidente e vice-presidente do Comitê de Gestão Público Privada do Governo de Pernambuco, responsável pela viabilização da obra.

Ainda em 2015, várias operações da Polícia Federal tiveram o PSB como alvo. Em julho, a Operação Politeia apreendeu bens dos socialistas adquiridos com supostas práticas criminosas. Em dezembro, a Operação Catilinárias evitou a destruição de provas de integrantes do partido, citados em esquemas de corrupção na Lava Jato. No mesmo mês, o PSB foi um dos principais investigados na Operação Vidas Secas, que apura desvio de R$ 200 milhões na obra da transposição do Rio São Francisco.

O PSB é o protagonista da Operação Turbulência, deflagrada em junho de 2016, que investiga uma organização criminosa, formada por 30 pessoas de várias empresas, suspeita de ter movimentado mais de R$ 600 milhões desde 2010. Outra operação é a Vórtex, que está apurando crimes de corrupção, direcionamento de licitação e lavagem de dinheiro.

Em 2017, a delação do ex-executivo da Odebrecht, João Pacífico, revelou que o PSB cobrava 3% dos valores dos contratos que a empreiteira firmou em Pernambuco, a exemplo da Adutora de Pirapama, da refinaria Abreu e Lima e do Complexo Prisional de Itaquitinga.
maio
22

Campos pede impedimento de Temer

O advogado e ex-candidato a Prefeitura de Olinda, Antonio Campos, protocolou uma denúncia de crime de responsabilidade contra o presidente Michel Temer (PMDB), nesse domingo (21), na Câmara dos Deputados. 

acEste já o décimo pedido de impeachment enviado à Câmara. Na madrugada do domingo, o conselho pleno da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou, por 25×1 votos, um pedido de impeachment contra Michel Temer, com a justificativa de que o peemedebista deve ser afastado por crime de responsabilidade.

Antônio Campos afirmou, em documento publicado nas redes sociais, que Temer “nunca foi meio de solução dos problemas nacionais” e “sequer poderia ser pinguela verbalizada do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso” para o momento do país e para as eleições de 2018.

Ele também teceu críticas às reformas trabalhista e previdenciária apressadas, sem uma discussão com a sociedade, e afirmou que o processo não resguardou com equilíbrio os interesses dos brasileiros.

No documento, Antônio Campos também questionou a legitimidade do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que estão na linha sucessória do presidente Temer, por estarem sendo investigados pela Lava-Jato.

Fonte: Blog do Jamildo

maio
22

OAB decide protocolar pedido de impeachment de Michel Temer

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

foto OABO Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu na madrugada desse domingo (21), apoiar o impeachment do presidente Michel Temer e formular pedido a ser protocolado na Câmara dos Deputados.

Formado por bancadas com representantes dos 26 Estados do país e do Distrito Federal, o Conselho decidiu fazer uma reunião extraordinária, na sede da instituição, em Brasília (DF), diante dos fatos da última semana.

Antes das deliberações desse sábado (20), a maior parte das bancadas já havia se posicionado pela cassação do presidente. Em geral as bancadas expressam a opinião das seccionais da OAB nos Estados. Ao todo, 25 bancadas decidiram pelo impedimento do presidente. O Amapá votou contra e o Acre não compareceu.

A sessão que decidiu pelo impedimento durou cerca de oito horas. O pedido deve ser protocolado nos próximos dias. O presidente Michel Temer já possui ao menos oito pedidos de impeachment protocolados na Câmara.

A OAB montou uma comissão com quatro conselheiros para analisar os documentos divulgados na última quinta-feira (18) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a delação dos irmãos Batista, donos da JBS. A delação serviu de base para abertura de inquérito contra o presidente no STF.

A OAB é a maior entidade da sociedade civil do país. Foi ela que, ao lado da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), protocolou o pedido de impeachment de Fernando Collor de Mello, em 1992.

Fonte: Folhapress

maio
22

Corruptor tenta justificar a corrupção

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

corruptorDepois da Andrade Gutierrez e Odebrecht, foi a vez da JBS pedir desculpas aos brasileiros e reconhecer seus erros como injustificáveis em notas oficiais. Um pedido de perdão desses é sempre uma ferramenta de marketing. Ok, é do jogo.

Mas o da JBS teve uma diferença em relação às duas empreiteiras: enquanto a Andrade Gutierrez sugere modos de evitar a corrupção em licitações, e a Odebrecht afirma que “não importa” se cederam a pressões externas, a empresa dos Batista (Joesley Batista: foto) culpa mais o próprio Brasil por seus erros.

Lá pelas tantas, o seu  afirma que o “espírito empreendedor” do grupo se deparou com um “sistema brasileiro que muitas vezes cria dificuldades para vender facilidades”, e os “levaram a optar por pagamentos indevidos a agentes públicos”.

Fonte: O Globo – Clarissa Stycer/Coluna de Lauro Jardim

 

maio
20

Paulo Câmara nega ter recebido “propina” ou “pagamento” da JBS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

Paulo-CamaraEm nota, ontem (19), à Imprensa, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmoa que não recebeu um tostão da JBS para a sua campanha ao Governo do Estado em 2014.

“Nunca solicitei e nem recebi recursos de qualquer empresa em troca de favores. Tenho uma vida dedicada ao serviço público. Sou um homem de classe média, que vivo do meu salário”, disse.

O governador fez referência ao documento que sintetiza a delação, na qual o delator Ricardo Saud, da JBS, afirma que não houve negociação nem promessa de ato de ofício, “o que significa que jamais houve qualquer compromisso de troca de favores ou benefícios”.

A nota conclui com a ressalva de ser descabido o uso de expressões como “propina” ou “pagamento”.

Foto: Blog do Banana

maio
20

Paulo Câmara, Geraldo Júlio, Fernando Bezerra Coelho e Eduardo Campos são citados na delação da JBS

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , , ,

pc-gj

Na sua delação premiada que fez na sede da Procuradoria-Geral da República (PGR), no último dia 05 de maio, o diretor de Relações Institucionais da holding J&F, Ricardo Saud, relatou, no anexo 36, a relação da JBS com o então candidato à Presidência pelo PSB Eduardo Campos.

No depoimento, Saud cita que o grupo tratou de uma “propina” de R$ 15 milhões para a campanha do socialista. Também citou o governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o senador Fernando Bezerra Coelho, todos do PSB pernambucano.

Saud afirmou que a JBS decidiu investir em Eduardo por ser “um cara novo, de futuro”. “Nós ficamos muito empolgados com a candidatura de Eduardo Campos. Estivemos com ele em alguns jantares, algumas conversas; com o Paulo Câmara, Geraldo Júlio”, afirmou o delator.

O executivo relatou que, com a morte de Eduardo, foi procurado pelo prefeito do Recife, Geraldo Júlio, para tratar da campanha de Paulo Câmara.

“Fui fazendo os pagamentos oficiais, notas fiscais, essas coisas. Com a morte de Eduardo Campos, o Paulo Câmara, Geraldo Júlio me procurou (sic). Procurou e disse: “olha cara, temos que honrar aí, temos que organizar isso porque precisamos ganhar a eleição aqui agora, em Pernambuco, em homenagem a Eduardo Campos. O Paulo Câmara está aí para ganhar”, relembra o delator.

Ele acrescentou que iria pagar o que havia se comprometido. “O que nos comprometemos, que é os 14 (sic), nós vamos pagar. O resto a gente não paga mais nada”, disse o delator.

Depois, Saud disse que se chegou a um “meio termo”. “Íamos pagar para não atrapalhar a campanha do Paulo Câmara. E ainda darmos uma propina para o Paulo Câmara em dinheiro vivo lá em Pernambuco”, disse, na delação.

Ainda de acordo com o executivo da JBS, o senador Fernando Bezerra Coelho foi beneficiado com as negociações. “O Fernando Bezerra foi beneficiado. Essa nota fiscal aqui de R$ 1 milhão foi para ele”, explicou o delator.

Fonte/Foto: Folhape

maio
17

Polícia apreende skank e maconha no bairro de Ouro Preto

A Polícia Civil de Pernambuco apreendeu na tarde de ontem, cinco quilos de skank e 35 quilos de maconha no bairro de Ouro Preto, Olinda, durante Denacoperação do Departamento de Repressão ao Narcotráfico.

Também conhecida como ‘supermaconha’, em virtude do alto teor de substância entorpecente, o skank custa quase cinco vezes mais que a maconha, e seu comércio em Pernambuco tem ganhado força nos últimos anos. 

A ação, ocorrida na tarde da terça-feira (16), teve duas etapas distintas. Primeiro, os agentes localizaram um depósito no bairro de Ouro Preto onde eram guardados os entorpecentes. Em seguida, acharam um veículo usado por traficantes também para esconder as drogas.

Ao total foram apreendidos 40 quilos de entorpecentes e um veículo. Três suspeitos de tráfico foram conduzidos para a delegacia.

maio
9

Pacto pela Vida completa dez anos com recorde de assassinatos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

Silvio Costa Filho

O Pacto pela Vida chegou ao aniversário de dez anos, nessa segunda-feira (08), sem motivos para comemoração. A crítica foi feita pela bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no plenário da Casa. Segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), o primeiro trimestre deste ano foi o mais violento desde a criação do programa, em 2007, com 1.523 homicídios registrados, ante os 1.294 computados há dez anos.

Líder da Oposição na Alepe, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) destacou que o governo Paulo Câmara abandonou as bases do programa, que era centrado no diálogo, na transparência e na valorização dos agentes de segurança. “O governador terceirizou a coordenação do Pacto pela Vida, quando deveria ter puxado para si a responsabilidade. Deixou de investir no aparelhamento das policias e não priorizou a prevenção ao crime”, criticou o parlamentar.

Idealizador do programa, o sociólogo José Luiz Ratton corroborou as críticas da Oposição, em entrevistas recentes aos órgãos de imprensa. O estudioso destacou que a partir de 2014 houve um enfraquecimento da coordenação do programa, que deixou de contar com a presença permanente do governador, ao mesmo tempo em que não houve investimentos no sistema prisional, na Funase, na Polícia Científica, em tecnologia aplicada à segurança e em programas de prevenção da violência em áreas mais vulneráveis.

Para Silvio Costa Filho, além da reabertura do diálogo com os policiais, é preciso também maior aproximação do Estado com o Governo Federal, com os municípios e com a sociedade civil. “Infelizmente, até o último domingo (07) já foram contabilizados mais de dois mil assassinatos no Estado, além do crescimento dos casos de estupros, violência contra a mulher, explosões de caixas eletrônicos e assaltos a ônibus. E como já ficou evidente, não é trocando o comando da Polícia e o secretário que se muda esse quadro. O resgate do programa passa pela valorização profissional, reabertura do diálogo com os agentes de segurança, mais investimentos em inteligência e tecnologia e a participação dos poderes Legislativo e Judiciário e de toda a sociedade. É preciso refundar o Pacto pela Vida”, defendeu.

abr
7

Operação prende integrantes de organização criminosa em Olinda

Uma organização criminosa que praticava homicídios. roubos e tráfico de drogas no município de Olinda, está sendo alvo de uma operação policial na manhã desta sexta-feira (7). Já nas primeiras horas do dia foram cumpridos 23 mandatos de busca e apreensão domiciliar.

JC

A Operação Tarrafa, como foi batizada, é a sétima de repressão qualificada da Polícia Civil de Pernambuco neste ano. Ao todo, 150 policiais, entre delegados, agentes e escrivães, participam da ação, autorizada pela juíza de direito da 2ª Vara Criminal da Comarca da Cidade de Olinda. 

De acordo com a Polícia Civil, as investigações foram efetuadas com assessoria do Núcleo de Inteligência do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Os alvos presos e todo material apreendido foram encaminhados ao Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), onde será apresentado o balanço parcial da operação pelo chefe da Polícia Civil, delegado Joselito Kehrle.

Fonte/Imagem: Portal JC

abr
7

Beltrame defende a criação do Ministério da Segurança Pública

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

BeltrameO ex-secretário de segurança pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, defende a criação de um ministério dedicado exclusivamente à Segurança Pública. “Não que isso resolva o problema, mas seria uma voz mais contundente para se consolidar à espinha dorsal de uma política nacional para o setor”, afirmou durante palestra proferida no estande da empresa especializada em armas não letais Condor, que está expondo na LAAD Defence & Security 2017.

O plano B, segundo ele, seria o de conferir status de ministério para a atual Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. Beltrame reforçou que essa medida é fundamental para que o Governo Federal assuma o comando central das políticas voltadas ao segmento. “Um controle centralizado e um plano com projetos enxutos são essenciais para se atender as complexidades de cada região do país”, observou.

O ex-secretário aproveitou a participação na LAAD para defender o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) implantadas em comunidades do Rio de Janeiro. “Foram poupadas 21 mil vidas desde o início do projeto. Mas, infelizmente, isso não dá destaque. Foi um período em que se teve esperança. A questão é que, quando visitamos essas comunidades hoje, só encontramos a polícia e não cabe a ela mudar sozinha o cenário de insegurança”, disse.

abr
2

Corpo encontrado em Tejucupapo pode ser de jovem que estava desaparecido

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Policial     Tags ,

A Polícia Civil está investigando se os restos mortais encontrados na manhã deste sábado (01), no distrito de Tejucupapo, em Goiana, na Mata Norte do estado, são do jovem Caio Henrique, 19 anos, desaparecido desde o dia 03 de março deste ano. O corpo estava enterrado e foi recolhido pelo Instituto de Medicina Legal (IML), após a perícia feita pelo Instituto de Criminalística (IC).

Caio

Cartazes com suas fotos foram divulgados nas redes sociais para ajudar na sua localização e um empresário da região chegou a oferecer R$ 5 mil para quem o encontrasse. Ele foi visto pela última vez próximo a Ponta de Pedras. Policias civis da Delegacia de Goiana acompanharam as diligências realizadas neste sábado.

Segundo a polícia, parentes de Caio estiveram no local onde os restos mortais foram encontrados e teriam reconhecido as peças de roupa que estavam junto ao corpo. Um exame de DNA será realizado para comprovar se é mesmo ele.

mar
29

Reintegração de posse retira 500 famílias de terreno na PE-22, em Paulista

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

Desapropriação de terreno em PaulistaCerca de 500 famílias que viviam em um terreno às margens da PE-22, no município de Paulista, tiveram que deixar às pressas as casas onde moravam, em uma ação de reintegração de posse realizada pela Polícia Militar (PMPE), na manhã desta quarta-feira (29). Ao todo, 798 barracos da Ocupação Zumbi foram demolidos por retroescavadeiras, após decisão judicial que considerou irregular a ocupação da área.

Cerca de 150 policiais militares acompanharam a retirada das pessoas, que viviam no local há quase quatro anos. Das 500 famílias, 70 não tinham para onde ir e foram para uma casa abandonada, perto da área da demolição. Aproximadamente 200 pessoas vão passar ao menos uma noite no local, que tem três quartos e não conta com água encanada.

Colchões, camas, ventiladores e vários móveis ficaram amontoados no local. Coordenador do Movimento Urbano dos Trabalhadores sem Teto, Maurício Santana,explicou que um acordo foi feito, para a retirada pacífica dos moradores. “Estamos sem ter para onde ir, porque a casa não comporta 70 pessoas. Nem a Prefeitura de Paulista nem o Governo do Estado fizeram nada por nós”, disse.

Na casa onde estão as 70 pessoas funcionava uma associação de moradores. A TV Globo procurou a Prefeitura de Paulista, para saber o que pode ser feito pelos moradores. A resposta foi que a reintegração de posse não tem nenhuma relação com o município e que a prefeitura não tem dinheiro para ajudar as famílias.

Fonte: G1PE

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: