Navegando todos os artigos com a tag Política
out
18

PSB substitui membros na CCJ para garantir mais votos contra Temer

psb

O novo líder do PSB na Câmara Federal, Julio Delgado, substituiu os deputados federais Danilo Forte (CE) e Fábio Garcia (MT) na Comissão de Constituição e Justiça da Casa. Assumem no lugar deles Flavinho (SP) e Heitor Schuch (RS). A troca visa garantir que o partido tenha maioria de votos contra o chefe do Executivo no colegiado. No começo da manhã, os parlamentares entraram com um pedido de substituição da líder Tereza Cristina (MS), alinhada ao governo Temer. A mudança permitiu a troca na comissão na véspera da votação da denúncia contra o presidente.

Fonte: Folha PE

out
16

Placa em frente à Câmara dos Deputados é alterada para ‘formação de quadrilha’

estadao

Na véspera da votação da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma placa de sinalização de trânsito em frente à Câmara dos Deputados amanheceu nesta segunda-feira, 16, coberta com um adesivo com os dizeres “Formação de quadrilha. Corrupção Ativa. O grande acordo nacional”

O autor, desconhecido, teve o cuidado de usar a mesma tipologia e o padrão da cor de fundo das placas de sinalização normalmente utilizados em Brasília. 

Fonte: Estadão

out
16

TRE-PE desaprova contas do PTdoB

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

Na sessão ordinária na manhã desta segunda-feira (16), o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), desaprovou as contas do Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) no exercício financeiro referente a 2014. Com a decisão, acompanhada por todos os desembargadores, o partido fica obrigado a devolver a quantia de R$ 4.950,00 ao fundo partidário. Além disso, também está proibido de receber recursos do mesmo fundo por um período de dois meses.

O relatório e voto do desembargador Alexandre Freire Pimentel elencou diversas irregularidades na prestação de contas do PTdoB (agora Avante), entre elas a ausência na discriminação de despesas e a ausência de informações sobre doadores.

Durante a mesma sessão foram aprovadas, com ressalvas, as contas referentes às eleições de 2016 do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), após leitura do relatório e voto do desembargador Agenor Ferreira de Lima Filho. A decisão também foi unânime.

As contas do diretório regional do Solidariedade foram aprovadas com ressalvas e por unanimidade. Também este processo teve a relatoria do desembargador Alexandre Freire Pimentel.

Foi, ainda, deferido o requerimento para a regularização das contas do PSOL. Todas as sessões do TRE-PE podem ser acompanhadas, ao vivo, no seu canal no Youtube

out
16

Dilma usará delação de Funaro para pedir anulação do impeachment

A defesa da ex-presidente da República Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (16), que vai utilizar a delação do doleiro Lúcio Funaro, divulgada na última sexta-feira, para pedir a anulação do processo que resultou em impeachment no ano passado.
dilma
Em nota, o advogado da petista, José Eduardo Cardozo, afirmou que o depoimento de Funaro mostra que “o ex-deputado Eduardo Cunha comprou votos de parlamentares em favor do impeachment”. A defesa deve entrar com pedido na terça-feira, 17.
 
“Entendemos que na defesa da Constituição e do Estado Democrático de direito, o Poder Judiciário não poderá deixar de se pronunciar a respeito, determinando a anulação do impeachment de Dilma Rousseff, por notório desvio de poder e pela ausência de qualquer prova de que tenha praticado crimes de responsabilidade”, diz a nota.
 
out
15

Delator diz que deu dinheiro para Cunha comprar votos pró-impeachment

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

O doleiro e delator Lúcio  Funaro afirmou em depoimento à Procuradoria Geral da República que o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), atualmente preso em Curitiba, recebeu R$ 1 milhão para comprar votos a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), 2016. 

impeachment

Funaro relatou que recebeu mensagem via celular do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, antes da votação do impeachment no plenário, que ocorreu em 17 de abril. As mensagens foram enviadas através app que não armazena conteúdo.

O acordo de delação de Lúcio Funaro foi homologado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin. 

Fonte: Portal JC

out
10

Presidência da República, políticos e partidos são os mais rejeitados pelos brasileiros, segundo pesquisa da FGV

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags ,

cai-fora

A Presidência da República é a instituição mais rejeitada pela população brasileira, com 83%. A constatação foi feita pela pesquisa de opinião realizada no mês de agosto pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas. 

A coleta dos dados foi realizada pelo Ibope e para a realização da pesquisa entrevistou 1.568 pessoas de todos os Estados brasileiros. O resultado também coloca os políticos e os partidos políticos nas segunda e terceira colocação no ranking dos mais rejeitados, ambos com 78%.

Apesar disto, a maioria dos brasileiros se declara otimista com o futuro do país: 54% dos entrevistados responderam que a sua qualidade de vida deverá melhorar nos próximos cinco anos.

A pesquisa também constatou que as instituições brasileiras de maior credibilidade e aprovação são as Igrejas (61%), as Forças Armadas (46%) e o Poder Judiciário (42%).

 Outros dados interessantes da pesquisa são os seguintes:

  • – 55% dos entrevistados responderam que não votariam novamente no mesmo candidato em que votaram nas últimas eleições para presidente da República;
  • – 30% pretendem votar num “não político” para presidente da República e 29% desejam anular o voto ou votar em branco;
  • – 63% afirmam que a corrupção é o tema que mais os angustia no Brasil, sugerindo que a busca por um representante “honesto” será importante em 2018;
  • – Questionados sobre se concordam ou não que os partidos são importantes para a democracia e que estaríamos piores sem eles, 47% responderam que não e, destes, 33% disseram que discordam totalmente dessa afirmação;
  • – 74% concordam que os protestos são importantes para mudar o comportamento dos governantes, ao passo que 58% afirmam que os governantes temem o povo nas ruas;
  • – 65% consideram que debater nas redes sociais é importante para mudar o comportamento dos governantes. Esta é a terceira fonte de informação mais usada pelos entrevistados para se informar sobre política (22%), atrás apenas da televisão (69%), dos sites de notícias e dos portais (24%);
  • – 64% discordam totalmente da afirmação de que “o pior da crise econômica já passou”.
out
9

TSE nega registro ao Muda Brasil

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , ,

muda brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, na última sexta-feira (06), por 4 x 1 votos, o registro do partido Muda Brasil. A legenda, ligada ao ex-deputado Valdemar da Costa Neto, vinha se articulando para lançar o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) candidato à Presidência da República.

O argumento apresentado para negar o registro do Muda Brasil foi o fato de que a legenda não conseguiu a quantidade de assinaturas suficientes no momento em que foi protocolado o pedido de registro, no Tribunal.

Com a negativa do TSE, se quiser concorrer à Presidência, Jair Bolsonaro terá que continuar no PSC ou se filiar a outra sigla. O Patriotas (ex Partido Ecológico Nacional-PEN) tem interesse de conquistar o passe do pré-candidato.

No Brasil, atualmente, existem 35 partidos políticos registrados no TSE. Vinte e oito deles têm representação no Congresso Nacional. 

out
8

Eleições 2018: Bolsonaro fará palestras para investidores nos Estados Unidos

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

bolsonaro-2

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) está na estrada. Segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República nas eleições de 2018, ele embarcou para os Estados Unidos, onde passará uma semana fazendo palestras para investidores e analistas.

Esta é a primeira viagem internacional de Jair Bolsonaro em campanha, exatos 364 dias antes das eleições. O objetivo é ganhar respaldo internacional e mostrar que o seu projeto para 2018 é para valer.

O ponto alto do roteiro de uma semana é uma sessão de perguntas e respostas na George Washington University, na capital norte-americana.

No Brasil, Bolsonaro acumula polêmicas ao insultar políticos de esquerda, defender a ditadura e seus torturadores, criticar homossexuais, tripudiar de questões raciais. Ele refuta qualquer menção do seu nome como ícone da “extrema-direita”, mesmo tendo entre seus ídolos Carlos Alberto Brilhante Ustra, coronel do Exército que promoveu tortura a presos políticos quando chefiou o DOI-Codi.

Segundo o professor de Relações Internacionais e diretor do BRICLab na Universidade Columbia (Estados Unidos), Marcos Troyjo, a viagem de Bolsonaro “é um movimento inteligente para tentar se firmar como um candidato competitivo”.

Segundo Marcos Troyjo, Lula fez algo parecido durante a campanha de 2002. “Além da Carta ao Povo Brasileiro, escrita para acalmar o mercado, ele também mandou o José Dirceu aos Estados Unidos para mostrar suas intenções caso chegasse ao governo”, lembra.

FonteEXAME

out
7

Em tempos de Lava jato, livro “Ética da Malandragem” está ultrapassado

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

etica_malandragemNesses tempos de Operação Lava Jato, malas cheias de dólares passando de mão em mão,  pagamentos de propinas, compra de deputados, picaretagens, cafajestagens e outras tantas denúncias de corrupção, o que está revelado no livro A Ética da Malandragem. No Submundo do Congresso Nacional (2005) tornou-se apenas uma fichinha.

No livro (Geração Editorial), o jornalista Lúcio Vaz relata o subterrâneo do Congresso Nacional, com a compra e a venda de votos, a negociação de mandatos, o aluguel de legendas e todo o jogo sujo envolvendo deputados, senadores e governadores. 

Mas de lá (2005) para cá (2017), a coisa piorou muito. E fede!

out
1

2018: Lula e Bolsonaro na frente

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eleições 2018     Tags , , ,

Bolsonaro e Lula

A um ano da eleição de 2018, o ex-presidente Lula (PT) se mantém na liderança da corrida presidencial, com vantagem significativa sobre os principais adversários, segundo nova pesquisa do Datafolha. O petista, condenado em primeira instância pelo juiz Sergio Moro, tem pelo menos 35% das intenções de voto nos cenários testados.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) vem em segundo lugar. Ele oscila entre 16% e 17% nos cenários com o ex-presidente no páreo.

A ex-senadora Marina Silva (Rede) varia entre 13% e 14% de intenções de voto. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital paulista, João Doria, alcançam 8% das intenções de voto.

A participação de Lula na eleição é incerta, uma vez que ele pode ficar inelegível se for condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal (TRF) por recebimento de um tríplex em Guarujá da construtora OAS. Caso ele fique inviabilizado, seu poder de transferência de votos para outro petista é restrito: só 26% dizem que votariam com certeza em alguém indicado por ele.

A pesquisa, publicada na edição da Folha deste domingo (1º), foi feita na quarta-feira (27) e na quinta (28). O Datafolha realizou 2.772 entrevistas em 194 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Fonte: Folha de São Paulo
Foto: Diário o-Brasil

 
set
21

O desinteresse pela política

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Artigos     Tags , ,

William Brigido – coordenador político do PRB-PE

A última pesquisa que analisou o comportamento dos brasileiros nas últimas eleições aponta para uma triste realidade: cerca de 70% dos eleitores não lembram em quem votou um ano depois de cada eleição. Além disso, muitos não sabem o que realmente faz um vereador ou um deputado, e também não lembram ou fiscalizam o cumprimento de suas promessas. Um outro problema é a abstenção do voto eleitoral. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nas últimas eleições (2016), votos nulos e brancos e pessoas que não compareceram às urnas somam cerca de 10,7 milhões, e essa rejeição caracteriza claramente o descontentamento dos eleitores.

Uma realidade que nos preocupa, pois como reivindicar aquilo que não temos conhecimento? Como podemos cobrar daqueles que elegemos se não lembramos em quem votamos? Como podemos participar do desenvolvimento do nosso estado ou cidade se não há interesse em saber as atividades do Poder Legislativo ou Executivo? Será que deixar de votar vai resolver o problema? Pelo contrário! O desinteresse gera graves consequências para a sociedade.

A falta de consciência política, por parte da maioria dos eleitores brasileiros, colabora para que os maus políticos continuem se perpetuando no poder. E o resultado disso é a falta de compromisso com a necessidade do povo, que são refletidos principalmente, na péssima qualidade do sistema público de saúde, educação e segurança pública, pois as medidas tomadas pelos parlamentares interferem diretamente em nossa qualidade vida.

No atual momento que passa o cenário político do país, é compreensível que muitos estejam desmotivados e desacreditados, depois dos vários escândalos de corrupção . No entanto, esse comportamento fragiliza a nossa democracia, pois os políticos são os representantes do povo e por meio deles é que podemos reivindicar os nossos direitos, pois como dizia Ruy Barbosa: “Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles”.

De nada vai adiantar ser omisso, pelo contrário irá apenas agravar ainda mais a situação. Platão, um filósofo grego, uma vez afirmou que: “Não há nada de errado com aqueles que não gostam de política, simplesmente serão governados por aqueles que gostam”. Por isso, se queremos bons políticos devemos está atentos para que os “maus” não usem a política para benefício próprio, o momento agora é de reagir!

set
18

General sugere intervenção militar no Brasil e é alvo de críticas no Exército

Sempre polêmico, o general do Exército Antônio Hamilton Martins Mourão afirmou na última sexta-feira que é possível uma intervenção militar no Brasil, caso a crise política que o país atravessa não seja solucionada pelas próprias instituições.

mourão

As afirmações de Mourão foram feitas em uma palestra realizada na Loja Maçônica Grande Oriente, em Brasília, horas após o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciar o presidente Michel Temer (PMDB) pela segunda vez, por obstrução de Justiça e organização criminosa.

“Ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso”, disse Mourão. “Desde o começo da crise o nosso comandante definiu um tripé para a atuação do Exército: legalidade, legitimidade e que o Exército não seja um fator de instabilidade”.

O general destacou que a necessidade de “impor uma solução” poderia trazer “problemas”, mas que os militares possuem “compromisso com a Pátria, independente de sermos aplaudidos ou não”. “O que interessa é termos a consciência tranquila de que fizemos o melhor e que buscamos, de qualquer maneira, atingir esse objetivo. Então, se tiver que haver haverá”, destacou.

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, a fala de Mourão causou desconforto em oficiais-generais do Exército.

Ouvido pela publicação, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, voltou a dizer que “não há qualquer possibilidade” de intervenção militar. “Desde 1985 não somos responsáveis por turbulência na vida nacional e assim vai prosseguir. Além disso, o emprego nosso será sempre por iniciativa de um dos Poderes”, avaliou.

Ele ainda revelou que teve uma conversa com Mourão e que o problema já estaria “superado”. O próprio general, diante da repercussão, negou que estivesse “pregando intervenção militar”, dizendo que a interpretação das suas palavras “é livre”, já que falava em seu nome, e não no do Exército.

Em 2015, Mourão se envolveu em outra polêmica. Ele perdeu o posto do Comando Militar Sul depois de atacar a então presidente Dilma Rousseff (PT), afirmando que o impeachment dela não traria mudança significativa e que “a vantagem da mudança seria o descarte da incompetência, má gestão e corrupção”.

Desde então, Mourão responde como secretário de economia e finanças do Exército.

set
16

Universo realiza seminário sobre a reforma política e eleitoral

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Eventos     Tags , ,

reforma-politica-2017
 
Na próxima terça-feira (20), a Universidade Salgado de Oliveira (Universo) realizará o Seminário sobre a Reforma Política e Eleitoral, às 19h. Com o tema “Que reforma política interessa aos cidadãos brasileiros?”, o encontro reunirá renomados de juristas da área e estudantes de Direito para debater as reformas que o país está enfrentando. A entrada é gratuita.

Na programação, palestras do advogado eleitoral e conselheiro da OAB Federal, Emílio Duarte de Souza e Silva, e do desembargador do TRE-PE, José Raimundo dos Santos Costa. Entre os temas que serão abordados estão a perspectiva do novo código de processo civil e a necessidade de regramento próprio do processo eleitoral.

Para os alunos que quiserem certificado, que vale 5 horas/aula, basta pagar uma taxa de R$ 10,00 na tesouraria da universidade, localizada na Avenida Mascarenhas de Morais, 2,169 – Imbiribeira, Recife – PE.

 
set
15

Com a oposição no comando da Casa, Professor Lupércio consegue vitória na Câmara

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Política     Tags , , ,

Depois de ver a oposição vencer por duas vezes a disputa pela presidência da Câmara Municipal, o prefeito de Olinda, professor Lupércio (SD), conseguiu uma vitória no Legislativo municipal, nesta quinta-feira (14). Por 10 votos contra 7, foram mantidos os vetos do Executivo às emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018. Com isso, o texto original foi retomado.

lupércio1

O Professor Lupércio decidiu vetar as emendas dos vereadores por entender que eram “inconstitucionais, burocráticas e contrárias ao interesse público”.

“Só tenho a agradecer aos vereadores e, principalmente, a cada cidadão de Olinda pela confiança no nosso trabalho. A cidade vem crescendo e tem melhorado a cada dia. Temos a consciência de que ainda temos muitos desafios pela frente e estamos prontos a fazer o melhor”, festejou o gestor municipal, após o resultado.

Fonte: Folha PE

set
13

Redução da maioridade penal de 18 para 16 anos: sim ou não?

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Policial     Tags , ,

redução da maioridade penal

Após quase dois anos, o Senado retomará a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 21/2013) que prevê a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. O texto será enviado para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que analisará o projeto, e deve ser votado já na próxima semana.

O relator da PEC é o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que apresentou um substitutivo do texto do senador licenciado Aloysio Nunes, atual ministro das Relações Exteriores. A apreciação da matéria estava paralisada desde 2015, quando a admissibilidade foi aceita pelo colegiado. O tema era uma das principais bandeiras defendidas pelo então presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O texto original previa a possibilidade de julgamento de adolescentes entre 16 e 18 anos pelo Código Penal, e não pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para os crimes hediondos, tortura, terrorismo, tráfico de drogas e casos reincidentes de roubo qualificado e agressão física. Ferraço, no entanto, excluiu o tráfico de drogas e detalhou 15 casos em que o jovem pode ser punido, como genocídio, homicídio doloso, latrocínio e estupro.

Ferraço destacou que a recente onda de violência no país fez ele desengavetar a proposta. “Temos de enfrentar esse tema”, disse. Entretanto, para os críticos da proposta, a redução da maioridade penal não ajudará no controle da criminalidade ou da violência no país e o grande problema está no sistema prisional do país e na sensação de impunidade.

Paralelamente, na Câmara dos Deputados, avança um projeto alternativo à redução da maioridade penal. A proposta prevê a alteração no ECA, estendendo o prazo máximo de internação dos atuais três anos para até 10 anos. A expectativa é que o projeto seja votado até a segunda quinzena de outubro.

set
12

Sileno Guedes formaliza entrada do PSB no governo do Professor Lupércio

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Divulgação Lupércio
 
Mesmo antes de completar nove meses da gestão municipal, o PSB olindense deu sinais de que não consegue ficar fora do poder e se rendeu à administração do Professor Lupércio (Solidariedade).

A assessoria do prefeito divulgou, no início da tarde de hoje (12), que Lupércio e o vice-prefeito Márcio Botelho, também do Solidariedade, receberam o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, para formalizar a adesão à gestão.

O embarque oficial dos socialistas no governo do Professor Lupércio será formalizado na próxima semana, com a realização de uma solenidade no Palácio dos Governadores, sede da Prefeitura de Olinda, reunindo lideranças das duas legendas.

Em 2016, depois de 16 anos de parceria e apoio às gestões do PCdoB, o PSB resolveu disputar a Prefeitura de Olinda em faixa própria. O candidato da legenda foi ao segundo turno, mas perdeu a disputa para o Professor Lupércio. Mesmo sem experiência, os dois vereadores eleitos resolveram ficar na oposição e participar do G9 olindense. Aguentaram menos de nove meses.

Agora só resta aguardar para saber qual é o tamanho da fatura para essa adesão e os cargos que serão destinados ao PSB na prefeitura. Em breve os olindeses saberão quais as barganhas feitas por cada lado, afinal de contas 2018 é ano de eleição e o Professor Lupércio está empenhado em eleger a sua esposa, Cláudia Cordeiro, para a Assembleia Legislativa (Alepe).

Foto: Divulgação

set
12

Projeto que prevê o fim da propaganda eleitoral pode ser votado hoje

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags ,

fim da propaganda_eleitoral

O projeto de lei de autoria do senador goiano Ronaldo Caiado (DEM-GO), que extingue o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão poderá ser votado nesta terça-feira (12).

A proposta está acoplada ao projeto de lei (PLS 206/17), que cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, cujo valor originalmente proposto corresponde a 0,5% da receita corrente líquida da União dos últimos 12 meses (R$ 3,6 bilhões).

O senador Ronaldo Caiado propõe que “a propaganda eleitoral gratuita, nos termos definidos por esta lei, será veiculada exclusivamente por emissoras sob responsabilidade do poder público”.

“Propomos destinar o montante hoje utilizado na compensação fiscal dessas emissoras ao fundo eleitoral criado no presente projeto. Conforme dados da Receita Federal, a compensação fiscal em anos eleitorais corresponde a aproximadamente R$ 600 milhões, enquanto nos anos sem eleição a compensação pela veiculação da propaganda partidária chega perto dos R$ 300 milhões”, acrescentou.

set
12

Lupércio pode apoiar candidatura de Bezerra Coelho ao governo do Estado

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

Sebastião da Paz

Nas suas articulações para as eleições de 2018, o senador Fernando Bezerra Coelho – que dias atrás ingressou no PMDB pelas mãos do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e causou tremendo mau estar junto à direção estadual da legenda, por não ter havido uma conversa prévia com o dirigente do diretório estadual – quer montar um pequeno exército de prefeitos para apoiar o seu projeto político. O agora cacique (com o aval do presidente nacional) dos peemedebistas pernambucanos, já tem como certo o apoio de vários prefeitos. O Professor Lupércio (Solidariedade), de Olinda, pode ser um deles.

Lupércio-Bezerra CoelhoComo política é feita de gestos, o Professor Lupércio já acenou com a possibilidade de que poderá fazer parte do exército de prefeitos que estará ao lado e à disposição da candidatura de Bezerra Coelho ao Governo do Estado – ou de quem o senador indicar para a disputa. Ontem (11) pela manhã, o prefeito de Olinda e o seu vice, Márcio Botelho (Solidariedade), fizeram uma visita ao senador.

O assunto, naturalmente, foi o jogo de 2018. Mas eles disfarçam. A informação repassada à Imprensa foi a de que Lupércio foi apresentar ao senador pleitos importantes para a cidade de Olinda. O Blog da Folha divulgou que um novo encontro entre ambos deverá ocorreu na próxima semana, em Brasília (DF). Bezerra Coelho conversa com os dirigentes do Solidariedade em busca de apoio para 2018

Deputada – Nos bastidores o Professor Lupércio articula a candidatura da sua esposa, Cláudia Cordeiro, para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa (Alepe). A primeira tentativa de dar um mandado à companheira ocorreu em 2016, quando lançou Cláudia, que é natural de Jaboatão dos Guararapes, na briga por uma vaga na Câmara de Vereadores de Olinda. Ela teve 2.048 votos e não conseguiu se eleger.

 

set
4

Liderança do Governo é fraca e Oposição “deita e rola” na Câmara

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Por inabilidade política, descaso com o Legislativo, amadorismo, incompetência ou seja lá qual for a razão que possa existir e até estar oculta, nestes oito meses de gestão o prefeito de Olinda, Professor Lupércio (Solidariedade), só acumula derrotas na Câmara de Vereadores. Perdeu as duas eleições para a Mesa Diretora, vai responder questionamentos do Tribunal de Contas do Estado (TCE) porque o relatório contábil do Carnaval não foi aceito pelos parlamentares, e durante as sessões é só cacete na sua administração.

O pior é que na bancada apoio ao prefeito não há uma só voz em defesa da sua administração. Por outro lado, os opositores liderados pelo presidente da Câmara, Jorge Federal (PR), se revezam na tribuna e ocupam 90% do tempo para detonar o governo.

São críticas pesadas que ficam sem qualquer resposta. O bombardeio é diário e não se limita às quatro paredes da Câmara, não. Os petardos vão direto para as redes sociais, onde vereadores como Algério Nossa Voz (PSB) e Jesuíno Araújo (PSDB) alimentam milhares de seguidores.

Sem defesa E enquanto tudo isso acontece, o líder do Governo, vereador Professor Marcelo (PTB), não dá um pio. Dorme. Quase nunca vai à tribuna defender a gestão e quando vai é um desastre. Falta eloquência, argumentação, astúcia e inteligência mesmo para lidar com as “raposas” da oposição.  É um massacre diário, apesar de o prefeito ter boas realizações, que poderiam fazer o contra ponto das críticas. Mas ninguém defende o Professor Lupércio.

E se o líder do Governo é ruim, o que dizer da vice-líder, a vereadora Denise Almeida (PRB)? Não se conhece a voz desta moça, cujo projeto mais importante apresentado até agora foi uma homenagem aos 40 anos da Igreja Universal do Reino de Deus, aquela instituição liderada pelo Bispo Edir Macêdo, este grande exemplo de “integridade moral” brasileira.Pelo menos no Poder Legislativo a coisa está muito difícil para o Professor Lupércio. Vamos aguardar os próximos capítulos.

set
4

Armando é o único pernambucano entre os mais influentes do Congresso

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Armando-Monteiro-Neto
 
O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) divulgou a lista com os nomes dos mais atuantes do Congresso Nacional de 2017 e o senador Armando Monteiro (PTB-PE) integra a elite do legislativo federal. A lista contempla 19 nomes, sendo 11 deputados federais e oito senadores, classificados como os “operadores chave” do processo legislativo. Armando é o único representante de Pernambuco entre os mais influentes do Congresso.

Anualmente, o Diap lista os 100 parlamentares mais atuantes do Congresso Nacional. Desse grupo, o Departamento Intersindical enumerou 19 deputados e senadores mais influentes do Legislativo, de acordo com critérios pré-estabelecidos pela entidade. Neste ano, o Diap destaca o perfil “Negociador” exercido pelo senador Armando Monteiro. Líder do PTB no Senado, o pernambucano vem atuando de maneira decisiva nas principais pautas de interesse do País.

Para a habilidade de “Negociador”, o Diap destaca parlamentares que são “investidos de autoridade para firmar e honrar compromissos; que sentam-se à mesa de negociação respaldados para tomar decisões”, além de atribuir qualidades como credibilidade, urbanidade no trato, controle emocional, habilidade no uso das palavras, discrição e, sobretudo, capacidade de transigir.

Além de Armando Monteiro, oriundos do Senado também integram à lista da “elite do Congresso” os senadores Edison Lobão (PMDB-MA), José Serra (PSDB-SP), Otto Alencar (PSD-BA), Paulo Bauer (PSDB-SC), Raimundo Lira (PMDB-PB), Simone Teber (PMDB-MS) e Wellington Fagundes (PR-MT).

Da Câmara dos Deputados foram destacadas as atuações dos deputados federais Alexandre Baldy (Podemos-GO), Arthur Lira (PP-AL), Carlos Marun (PMDB-MS), Daniel Vilela (PMDB-GO), Fábio Ramalho (PMDB-MG), José Rocha (PR-BA), Lelo Coimbra (PMDB-ES), Marcos Montes (PSD-MG), Ricardo Tripoli (PSDB-SP), Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) e Vicente Cândido (PT-SP).

Para a elaboração da lista dos “Cabeças” do Congresso, o Diap leva em conta critérios posicionais (institucionais), reputacionais e decisionais. “Entendemos como critério posicional ou institucional, o vínculo formal ou o posto hierárquico ocupado na estrutura de uma organização. O reputacional, a percepção e juízo que outras pessoas têm ou fazem sobre determinado ator político; e o decisional, a capacidade de liderar e influenciar escolhas”, destaca o Departamento. 

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: