Navegando todos os artigos com a tag Política
abr
26

Greve na sexta-feira é prá valer

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

Greve Geral em 28 de abril

Diariamente, as categorias profissionais em Pernambuco vêm anunciando a adesão à greve geral, programada para a próxima sexta-feira (28). Amanhã (27), às 10h, será realizada uma coletiva de imprensa na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT) para tratar da mobilização.

Devem participar também da coletiva, dirigentes e coordenadores da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Sindical e Popular (CSP Conlutas), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora e Força Sindical.

Confira as categorias que já confirmaram paralisação na próxima sexta-feira:

  • – Rodoviários
  • – Metroviários
  • – Aeroportuários
  • – Aeronautas
  • – Metalúrgicos
  • – Bancários
  • – Polícia Civil
  • – Servidores da Assembleia Legislativa de Pernambuco
  • – Professores da Universidade de Pernambuco (UPE)
  • – Professores da Universidade Federal de Pernambuco
  • – Trabalhadores da Previdência Social
  • – Professores da Rede Municipal do Recife
  • – Servidores Municipais do Recife
  • – Servidores públicos municipais de municípios de Paulista, Buíque, São Bento do Uma, Bezerros, Abreu e Lima, Riacho das Almas, Iati, Exu, São Vicente Férrer, Tacaimbó, Tupanatinga, Sertânia, Moreno e Gravatá
  • – Trabalhadores dos Correios
  • – Petroleiros
  • – Servidores Administrativos Fazendários
  • – Servidores da Universidade de Pernambuco
  • – Servidores do Poder Judiciário
  • – Guardas Municipais do Recife
  • – Trabalhadores em Processamento de Dados das empresas federais, estaduais, municipais e de empresas privadas
  • – Trabalhadores Químicos
  • – Trabalhadores dos estabelecimentos de ensino da rede privada
  • – Trabalhadores Portuários
  • – Professores de Jaboatão dos Guararapes
  • – Trabalhadores em Educação de Pernambuco
  • – Enfermeiros
  • – Servidores federais
  • – Servidores estaduais da administração direta e indireta
  • – Agentes Comunitários do Recife
  • – Assistentes sociais
  • – Psicólogos
  • – Farmacêuticos
  • – Odontologistas
  • – Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais
  • – Agentes de segurança penitenciária e servidores do Sistema Penitenciário
  • – Auxiliares e técnicos de enfermagem de Pernambuco
  • – Auxiliares e técnicos em saúde bucal
  • – Associação dos profissionais de Educação Física
  • – Trabalhadores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária
  • – Trabalhadores da construção pesada
  • – Trabalhadores em empresas de asseio e conservação
  • – Condutores de ambulância de Pernambuco e 
  • – Sindicato dos Porteiros
abr
26

Pressão sobre deputados federais para votarem contra reforma da Previdência

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

PanfletoA pressão contra a reforma da Previdência vai além das manifestações de rua, como a que ocorrerá na próxima sexta-feira (28). Um panfleto vem sendo distribuído pelas ruas do Recife e no metrô solicitando que os deputados federais votem contra a reforma, proposta pelo Governo Federal.

O material traz as fotos dos 25 parlamentares pernambucanos, com os seus nomes, partidos, telefones e e-mail para que a população pressione os mesmos a se posicionarem contra a medida.

O interessante no cartaz é que, como os ministros, a pedido do presidente Michel Temer, devem voltar à Câmara para votarem a favor da reforma, quatro dos nomes listados não estarão na votação. São eles: Guilherme Coelho (PSDB), Creuza Pereira (PSB), Severino Ninho (PSB) e Fernando Monteiro (PP).

Os ministros que devem sair são Bruno Araújo (PSDB – Cidades), Mendonça Filho (DEM – Educação), Raul Jungmann (PPS – Defesa) e Fernando Filho (PSB – Minas e Energia). 

abr
25

PSB decide “apoiar” os dois lados

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

Em reunião da executiva nacional, encerrada por volta das 20h de ontem (24), o PSB do governador Paulo Câmara e do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, fechou questão contra as reformas Trabalhista e Previdenciária. Mas, contraditoriamente, os socialistas continuarão apoiando o governo do presidente Michel Temer (PMDB).

Durante o encontro, em nenhum momento chegou a ser discutida ou comentada a possibilidade de rompimento ou de entrega dos cargos que o PSB ocupa no governo Temer. Os socialistas mostram, assim, o desejo de ficar bem na fita com os eleitores, mas também deixa claro o seu apego e o interesse de manter os empregos no governo. 

O PSB comanda o Ministério de Minas e Energia, que tem como titular o deputado federal (licenciado) Fernando Bezerra Coelho Filho. Hoje (25), o governador Paulo Câmara almoça em Brasília (DF) com o presidente Temer.

Na votação inicial das reformas Trabalhista e Previdenciária, os dois líderes do PSB, na Câmara dos Deputados, Tereza Cristina (MG), e no Senado, Fernando Bezerra Coelho (PE), votaram a favor das reformas.

abr
24

Vem aí a greve geral. É sexta-feira

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags ,

Greve Geral em 28 de abril

Oito centrais sindicais, sindicatos e associações de trabalhadores de todo o país estão na reta final de organização para a paralisação nacional programada para a próxima sexta-feira, dia 28 de abril. Os que estão à frente da mobilização querem garantir que esta seja a maior “greve geral” desde 1986 (31 anos atrás), contra o Plano Cruzado, durante o governo de José Sarney.

Estão juntas na organização a União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Sindical e Popular (CSP Conlutas), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Intersindical – Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora e Força Sindical.

Os trabalhadores, estudantes, representantes e participantes de vários segmentos da sociedade brasileira vão às ruas levar o recado à Presidência da República, à Câmara dos Deputados e ao Senado, que são contra as reformas Trabalhista e da Previdência, além da Lei da Terceirização, já aprovada no Congresso.

abr
21

A assombrosa rejeição a Lula

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

lulaEstá provado pelo Ibope porque Lula é, ao mesmo tempo, o candidato mais forte e também o mais fraco à sucessão de Michel Temer (PMDB).

É que 30% dos eleitores dizem que votariam nele “com certeza”, mas 51% também afirmam que não votariam nele “de jeito nenhum”. Ou seja, dos 146 milhões de eleitores aptos a votarem em 2018, metade excluem por antecipação o líder petista.

Fonte: Coluna Fogo Cruzado/Inaldo Sampaio

abr
18

Prefeita eleita de Ipojuca será diplomada nesta quinta-feira

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , , ,

Na próxima quinta-feira (20), às 8h, o Fórum Municipal de Ipojuca sediará a solenidade de diplomação da prefeita eleita, Célia Sales, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Célia foi eleita no pleito suplementar de Ipojuca, no último dia 02 de abril, com 31.010 votos válidos, chegando a 55,2% do total.

As novas eleições em Ipojuca foram realizadas após o candidato eleito nas eleições de outubro de 2016, Romero Sales (PTB), ter a sua candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral. A decisão foi baseada em uma condenação por improbidade administrativa, com dano ao erário público e enriquecimento ilícito devido a uma viagem feita por Sales em 2008, época em que era vereador.

abr
17

Cunha diz que reunião com Odebrecht foi ‘agendada diretamente’ com Temer

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Brasil     Tags , , ,

O ex-presidente da Câmara Federal e ex-deputado federal, Eduardo Cunha (PMDB), preso em Curitiba/PR), divulgou nota onde rebate a entrevista que Michel Temer (PMDB) deu à TV Bandeirante, no último sábado (15).

TemerCunha

O deputado cassado disse que a reunião com um executivo da Odebrecht em que foi acertado o repasse de US$ 40 milhões em propina para o PMDB, realizada em julho de 2010, segundo o delator da empreiteira, e que teve a participação de Cunha, foi “agendada diretamente com” Temer.

“A referida reunião não foi por mim marcada. – Diz Eduardo Cunha – O fato é que estava em São Paulo, juntamente com Henrique Alves e almoçamos os três juntos no restaurante Senzala, ao lado do escritório político dele, após outra reunião e fomos convidados a participar dessa reunião já agendada diretamente com ele”, afirma Cunha na nota, acrescentando que Temer “se equivocou nos detalhes”.

Cunha afirma que a decisão de abrir o processo de impeachment de Dilma Rousseff, em dezembro de 2015, foi discutida com o então vice-presidente dois dias antes de ser oficializada. Cunha diz que o parecer foi “debatido e considerado por ele correto do ponto de vista jurídico”. Na entrevista, Temer contou que foi informado por Cunha de que ele não abriria os processos porque o PT prometera votos favoráveis a ele no Conselho de Ética. Mas que depois informou que o acordo havia ruído, uma vez que o PT mudara de ideia.

Fonte: Folha de SP

abr
17

Audiência pública em Paulista vai discutir a situação da PE-01

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Trânsito     Tags , , ,

PE01-Foto Divulgação

Na próxima quarta-feira (19), a Câmara de Vereadores de Paulista realizará uma audiência pública para discutir os problemas e a duplicação da rodovia PE-01. A reunião ocorrerá às 19h, no bairro do Janga, atendendo a requerimento do presidente da Casa, vereador Fábio Barros.

A audiência pretende abordar a requalificação dos 4,5 quilômetros da rodovia, da ponte do Janga, a sinalização no local, a instalação se semáforos, a segurança pública, os acidentes de trânsito com vítima e o ordenamento das calçadas naquela via. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, em 2016 foram registradas 59 ocorrências envolvendo vítimas de trânsito na rodovia estadual.

Devem participar da audiência pública representantes do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PE), do Grupo de Atendimento Pré-Hospitalar do Corpo de Bombeiros (GBAPH), da Secretaria Municipal de Saúde, representada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Secretaria Municipal de Mobilidade e Administração das Regionais.

Foto: Divulgação

abr
16

Revistas Veja e Época chamam o Brasil de “República da Odebrecht”

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags , ,

República da Odebrecht

Um país conduzido pelas falcatruas comandadas por uma empreiteira. Essa é a mensagem que as duas principais revistas semanais do país propagam em suas capas que circulam nas redes sociais desde a noite da última quinta-feira (13). A Veja usa o brasão brasileiro para informar que estamos na “República Federativa da Odebrecht”. A Época, por sua vez, foi mais concisa e tirou a forma de governo em sua manchete: “República da Odebrecht”.

República Federativa da Odebrecht, segundo a Veja

Além de se referir ao Brasil como um Estado sob as ordens da construtura encrencada na Lava Jato, a revista produzida pela Editora Abril fez outra troca no brasão do país. Em vez da data de proclamação da República (15 de novembro de 1889), o semanário fez uso da frase dita pelo presidente do conselho de administração da Odebrecht, Emílio Odebrecht. Em depoimento à força-tarefa da operação mantida pela Polícia Federal, o empresário-corruptor disse que correligionários do ex-presidente Lula estavam “com a goela muito aberta” para receber propina.

Como ocorre desde a última reformulação do seu site, no começo do segundo semestre de 2016, a Veja reproduz trecho de sua reportagem de capa no ambiente online. Quem acessa a Veja.com tem contato com parte da matéria assinada pelo editor-sênior da sucursal da revista no Distrito Federal, Daniel Pereira. Na chamada, o veículo de comunicação explica o que o levou a definir o Brasil como República Federativa da Odebrecht. “Com um propinoduto oceânico, a empreiteira comprou as cúpulas do governo, do Congresso e dos principais Estados – um verdadeiro poder paralelo”, afirma a publicação.

República da Odebrecht, segundo a Época

A revista da Editora Globo crava, na capa, que o caso de polícia envolvendo políticos, partidos e a empreiteira é “o maior esquema do mundo”. O impresso garante, ainda, que analisou a “gravidade das suspeitas contra cada um dos 93 políticos mais importantes da lista de Fachin”. Na última terça-feira (11), conforme reportagem assinada por Breno Pires no site do Estadão, o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, acatou o pedido da Procuradoria-Geral da República e autorizou a abertura de 83 inquéritos, que atingem 108 alvos do cenário da política.

Assim como feito pela Veja, a Época apresenta trecho da sua reportagem de capa na internet. No site, o texto é assinado pelo diretor de redação do título, João Gabriel de Lima. “Não há como minimizar a bomba atômica que caiu em Brasília na semana passada. Nunca uma investigação policial revelou um esquema de corrupção tão sofisticado quanto o que foi montado”, diz parte do conteúdo disponibilizado da web, que lembra: o fato criminoso existe há mais de três décadas, com direito a operações em outros países além do Brasil. ” Cabe separar culpados de inocentes”, salienta, porém, o veículo de comunicação.

Fonte: Comunique-se

abr
16

Lava Jato chega à Imprensa: delatores citam Carta Capital e Diogo Mainardi

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Denuncias     Tags ,

lava-jato-carta-capital-diogo-mainardi

Um tema tem predominado os noticiários dos principais veículos de comunicação do país ao decorrer dos últimos dias. É a chamada “lista de Fachin”. O nome faz referência ao ministro Edson Fachin, relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a abertura de inquérito contra 108 personagens ligados à política brasileira.

O assunto foi divulgado em primeira mão pelo site do Estadão, em reportagem de Breno Pires. O trabalho da imprensa, porém, não tem sido apenas relatar os fatos. Uma revista e um colunista tiveram que se posicionar, pois acabaram se tornando pauta. Carta Capital e Diogo Mainardi foram citados por delatores vinculados à empreiteira Odebrecht.

Ex-colunista da Veja, comentarista do ‘Manhattan Connection’ (GloboNews) e criador do blog O Antagonista, Diogo Mainardi teve o nome citado em depoimento do vice-presidente da Odebrecht Energia, Henrique Valladares. O executivo, que não se lembrava do nome do analista político (que foi soprado por um interrogador), afirma que o membro da imprensa estava “reunido na mesma mesa” com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o empresário Alexandre Accioly. O encontro, segundo o delator, teria ocorrido em restaurante no Rio de Janeiro. A declaração do ex-VP da empreiteira foi divulgada em vídeo no canal do Diário do Poder no YouTube e repercutida pelo site da revista Fórum.

Publicado originalmente na noite da última quinta-feira (13), o texto da Fórum destaca a citação a Diogo Mainardi como algo “URGENTE” (em caixa alta mesmo) e garante que o articulista estaria presente “em um encontro em que teriam sido negociadas propinas da empreiteira”.

Com a repercussão do caso, o colunista usou a página que controla na internet para negar que tenha jantado com o ex-presidenciável tucano. “Isso é mentira. O jantar nunca ocorreu. Cruzei com os dois no Gero – mais de uma vez – e sempre os cumprimentei”, escreveu em O Antagonista. Ele aproveitou para fazer um “alerta” à operação mantida pela Polícia Federal. “É evidente que eu não teria o menor problema em admitir um jantar com Aécio Neves e Alexandre Accioly. Mas, como se trata de uma mentira, serve de alerta para a Lava Jato. Esse delator inventa coisas”, afirmou.

Depois do texto rebatendo a declaração de Henrique Valladares, o integrante do programa ‘Manhattan Connection’ gravou vídeo com críticas à Fórum e ao editor-chefe do veículo de imprensa, o jornalista Renato Rovai. O colunista garante mais uma vez que não jantou com Aécio Neves. Além disso, demonstra irritação com a frase que consta na reportagem do site da revista, de que no tal jantar propinas a serem pagas pela Odebrecht teriam sido negociadas.

Na interpretação de Diogo Mainardi, o trecho dá a entender que ele teria “participado, assistido, testemunhado a negociação de propina”. Com base nisso, ele informa que processará a publicação e, sem mostrar prova alguma, chama Rovai de “bandido e criminoso”. “Quem recebeu ‘bola’ dessa ‘orcrim’ que governou o país foi você, foi sua revista”, acusou o articulista citado em delação. “Vou quebrar essa joça”, ameaçou.

Fonte: Comunique-se

abr
14

Partido Novo receberá filiações somente até o dia 21 de abril

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags

Partido NovoO Partido Novo (PN) só aceitará pedido de filiação até o próximo dia 21 de abril, segundo informa o seu presidente em Pernambuco, Charbel Maroun. A partir desta data, dará início ao processo de seleção dos seus pré-candidatos aos cargos de deputado estadual, deputado federal e senador para as eleições de 2018.

O processo de seleção ocorrerá simultaneamente em 13 Estados. Além de Pernambuco, estão Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

A aprovação no processo seletivo é pré-requisito para se candidatar pelo PN, mas ainda não garante a candidatura. Os aprovados passarão, também, por uma etapa eliminatória de entrevistas, cuja aprovação permitirá que o pré-candidato participe, em julho, da convenção municipal.ando serão feitas entrevistas com os candidatos que forem aprovados na primeira.

abr
13

Pernambuco exige respostas

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

O Brasil assiste perplexo as revelações das delações de executivos da Odebrecht. O povo brasileiro exige que os culpados sejam punidos e que deste episódio nasça um país mais justo, mais digno e sobretudo uma nova forma de fazer política, com responsabilidade e respeito às pessoas.

Aqui em Pernambuco, a população acompanha estarrecida a revelação de que a construtora Odebrecht e o PSB, que está à frente do Governo do Estado desde 2007, formalizaram um esquema de propina em que 3% de todas as principais obras realizadas eram destinados ao partido para financiar campanhas eleitorais, como as de 2010, 2012 e 2014. Estão na lista de irregularidades obras como a Arena Pernambuco, o Complexo Prisional de Itaquitinga, a Adutora de Pirapama, a Refinaria Abreu e Lima e o Polo Petroquímico de Suape.

São citados nomes importantes que ocuparam cargos estratégicos nos governos do PSB. Além disso, duas das obras, a Arena Pernambuco e o Complexo Prisional de Itaquitinga, foram contratadas no modelo de PPPs quando o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e o governador Paulo Câmara eram presidente e vice do comitê gestor das PPPs, responsáveis portanto pela definição da viabilidade e lançamento das licitações.

Apesar de tudo, no entanto, o PSB local, tem adotado a tática do silêncio. Não queremos fazer pré-julgamentos nem tampouco juízo de valor, mas entendemos como graves as revelações das delações em relação ao Estado. A bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco reconhece o direito constitucional da presunção de inocência, contudo entende como um profundo desrespeito aos pernambucanos o silêncio eloquente do PSB.

Pernambuco exige uma resposta.

Bancada de Oposição de Pernambuco

abr
11

Políticos pernambucanos na lista de investigados da Lava Jato

AuthorPostado por: Maraba Soares    CategoryEm: Brasil     Tags , , ,

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta terça-feira (11), abertura de inquérito contra vários políticos do governo e do parlamento brasileiro, da base aliada e da oposição.

luiz-edson-fachinNa lista de investigados divulgada nesta tarde pelo Portal Estadão, constam nove ministros do governo Temer; 28 senadores; 41 deputados federais; os presidentes do Senado, senador Eunício Oliveira, e da Câmara Federal, Rodrigo Maia (Dem); três governadores, e um ministro do Tribunal de Contas da União.

Dos ministros pernambucanos do governo de Michel Temer – que também foi citado nos pedidos de abertura de dois inquéritos, mas que a Procuradoria Geral da República (PGR) não o incluiu entre os investigados devido à “imunidade temporária” que detêm como presidente da República -, constam os nomes de Bruno Araújo (PSDB), das cidades;  e Roberto Freire (PPS), da cultura.

Da bancada pernambucana no Congresso serão investigados pela Lava Jato o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB); o senador Humberto Costa (PT); o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB), e o deputado federal Betinho Gomes (PSDB). O ex-prefeito do Cabo, Vado da Farmácia (PTB), também aparece na Lista de investigados da Lava Jato.

abr
7

Beltrame defende a criação do Ministério da Segurança Pública

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Brasil     Tags , ,

BeltrameO ex-secretário de segurança pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, defende a criação de um ministério dedicado exclusivamente à Segurança Pública. “Não que isso resolva o problema, mas seria uma voz mais contundente para se consolidar à espinha dorsal de uma política nacional para o setor”, afirmou durante palestra proferida no estande da empresa especializada em armas não letais Condor, que está expondo na LAAD Defence & Security 2017.

O plano B, segundo ele, seria o de conferir status de ministério para a atual Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. Beltrame reforçou que essa medida é fundamental para que o Governo Federal assuma o comando central das políticas voltadas ao segmento. “Um controle centralizado e um plano com projetos enxutos são essenciais para se atender as complexidades de cada região do país”, observou.

O ex-secretário aproveitou a participação na LAAD para defender o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) implantadas em comunidades do Rio de Janeiro. “Foram poupadas 21 mil vidas desde o início do projeto. Mas, infelizmente, isso não dá destaque. Foi um período em que se teve esperança. A questão é que, quando visitamos essas comunidades hoje, só encontramos a polícia e não cabe a ela mudar sozinha o cenário de insegurança”, disse.

abr
6

Vem aí uma guerra judicial

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags

previdencia

Dirigente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), o juiz Victor Souza prevê enxurrada de ações na Justiça se o texto da reforma da Previdência for aprovado no Congresso Nacional.

“Há um déficit de informações sobre as regras de transição restritas a pessoas com idade de 45 anos ou mais, para mulheres, e 50 anos ou mais, para homens. Talvez fosse o caso de selecionar algumas despesas previdenciárias para não afetar os direitos das pessoas que estão no sistema atual”, sintetiza o magistrado.

Fonte: Coluna Esplanada

abr
4

PSB está rachado em Pernambuco

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

PSB rachadoSe o presidente estadual do PSB-PE, Sileno Guedes, pensa que vai ser reconduzido facilmente na eleição de renovação do diretório, prevista para o segundo semestre deste ano, já pode tirar o cavalinho da chuva.

Um grupo de históricos da legenda, que enxerga na sua passagem pela presidência o declínio do partido, está costurando uma candidatura para bater chapa.

Sileno Guedes, estranhamente, não participa dos seminários “Pernambuco em ação” e nem foi à festa dos 50 anos da Amupe, no mesmo dia da posse de José Patriota, mesmo a diretoria estando formada por maioria de prefeitos do PSB.

Fonte: Blog do Magno Martins

abr
3

PCdoB diz que situação de Olinda é diferente do que afirma Lupércio

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

PCdoB em Pernambuco esclarece que “recebe as críticas formuladas contra a gestão do ex-prefeito de Olinda Renildo Calheiros com surpresa e indignação, por se tratar de material constituído de dados manipulados de modo a apresentar uma situação econômico-financeira absolutamente não relacionada com a verdade”. Na última quinta-feira (30), a gestão do Professor Lupércio (Solidariedade) divulgou ter recebido a Prefeitura de Olinda com pouco mais de R$ 149 milhões em débitos.

“O que se percebe ao fazer uma leitura cuidadosa do material irresponsavelmente publicado é que o novo governo comandado pelo senhor Lupércio Nascimento já demonstra, nos primeiros dias, uma absoluta incapacidade de entender os números da Prefeitura, divulgando dados sem aprofundamento, numa leitura rasteira e desprovida do profissionalismo que deve nortear a gestão pública”, afirma o texto enviado ao Blog OLINDA HOJE.

Confira o restante do texto:

As críticas endereçadas ao ex-prefeito Renildo Calheiros apontam para uma dívida supostamente deixada pela sua gestão, no valor de R$ 149 milhões, dentre os quais uma dívida consolidada de R$ 122 milhões; restos a pagar de R$ 17,2 milhões e despesas de exercícios anteriores de R$ 9,5 milhões.

O simples detalhamento dos dados, apresentados de forma grosseira e sem rigor técnico, demonstra que a Prefeitura tem uma situação bastante diferente do que se tenta mostrar.

Os R$ 122 milhões apresentados como dívida consolidada não são condizentes com o Relatório de Gestão Fiscal, que apresenta R$ 119,8 milhões.

Esqueceu-se a atual gestão de informar que a Dívida Consolidada Líquida é de apenas R$ 3,7 milhões, uma vez que têm que ser consideradas as Disponibilidades de Caixa Bruta e Demais Haveres Financeiros, além dos Restos a Pagar Processados.

Dessa forma, a Dívida Consolidada do Município é de apenas 0,72% da Receita Corrente Líquida, o que demonstra que a Prefeitura está em patamar econômico-financeiro muito diferente do que diz a atual gestão. Ao contrário, a situação de Olinda é excepcionalmente boa, principalmente se comparada à grande maioria dos municípios brasileiros, dada a realidade de aguda crise econômica enfrentada atualmente.

Vale salientar que as dificuldades dos Estados e Municípios brasileiros foram noticiadas cotidianamente na imprensa durante os anos de 2015 e 2016, em que parcela relevante deles deixaram de honrar com os seus compromissos, especialmente com atrasos de vários meses da folha de pagamento dos servidores. Um verdadeiro caos nas contas públicas, resultante de uma queda violenta da atividade econômica, que nos dois últimos anos registrou assombrosos 7,5% de queda no PIB.

Apesar de todo esse desmantelo provocado pela crise, a Prefeitura de Olinda permaneceu honrando sua folha de pagamentos rigorosamente em dia, assim como as obrigações previdenciárias e outros compromissos. Além disso, a gestão de Renildo deixou um grande volume de recursos contratados para investimentos e manutenção, recursos esses que estão sendo hoje utilizados pela atual gestão.

Quanto ao item chamado de Despesas de Exercícios Anteriores, de R$ 9,5 milhões, que não deve sequer estar registrado na contabilidade da Prefeitura, é fruto de um suposto levantamento de dados relacionados a direitos de servidores, como licenças-prêmio e férias não gozadas. O que se percebe nesse caso é, talvez, o início de um processo que visa a retirada de direitos conquistados, para o que estaremos atentos e firmes na defesa dos servidores, como sempre estivemos.

No mais, o que temos a registrar é que defenderemos o legado de um período que Olinda experimentou grande crescimento, para orgulho de todos os olindenses, que saberão diferenciar quem fez pela cidade daqueles que preferem o chafurdo e que vivem da denúncia, quando deveriam anunciar e honrar uma cidade que é patrimônio do Brasil e do mundo, por ser terra de liberdade e de luta.”

abr
3

Armando Monteiro lidera corrida para 2018, com 22% de intenções de voto

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

Senador Armando Monteiro NetoO senador Armando Monteiro (PTB) lidera a corrida eleitoral para 2018 em Pernambuco, segundo pesquisa JC/Instituto Maurício de Nassau divulgada nesse final de semana.

Se a eleição fosse hoje, o senador teria 22% das intenções de voto, seguido pelo ministro Mendonça Filho (DEM) com 12%, o governador Paulo Câmara (PSB) com 6% e o ministro Bruno Araújo (PSDB) com 2%.

Na pesquisa espontânea, ou seja, em que o eleitor é instado a citar o nome do candidato da sua preferência sem auxílio de cartão, Armando Monteiro tem 13%, Mendonça Filho 4%, o deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB) 3,4%, o governador Paulo Câmara (PSB) 3,3% e o ministro Bruno Araújo 1,1%.

Para Adriano Oliveira, “não se pode dizer que o governador Paulo Câmara está morto porque o senador do PTB, que foi o adversário político dele em 2014, tem um “recall”  baixo.

“O governador não tem um forte opositor. A ausência desse nome e a alta reprovação do governador sugerem que os pernambucanos estão à procura de um líder”, afirma Adriano Oliveira.

Fonte: Inaldo Sampaio

abr
1

74% dos pernambucanos reprovam governo Paulo Câmara

No comando da gestão estadual há dois anos e três meses, o governador Paulo Câmara (PSB) terá dificuldades para conquistar o apoio popular e disputar a reeleição em 2018. Ao menos é o que sugere uma avaliação da atuação dele à frente do Palácio do Campo das Princesas, divulgada neste sábado (1º) pelo Instituto de Pesquisas UNINASSAU

 

Paulo CâmaraO raio-x foi feito pelo Instituto a partir de 2.014 entrevistas realizadas em todas as regiões do estado. Os maiores índices de reprovação estão no Recife e no São Francisco. Já a aprovação é maiúscula nas outras áreas do Sertão. A forma como Paulo Câmara administra o Estado também foi aferida. Para 37% dos que responderam à amostra, a administração do afilhado político de Eduardo Campos é péssima; 27% disseram que era ruim e 23% apontaram como regular.       

Apenas 1% dos pernambucanos ouvidos na pesquisa consideram a administração ótima e 7% a classificam como boa. Desses, a maior parcela se mantém entre os sertanejos. Enquanto os que adjetivaram negativamente são preponderantes na capital, no São Francisco e no Agreste. 

Os dados, segundo o coordenador do Instituto UNINASSAU e cientista político Adriano Oliveira, refletem os diversos problemas apresentados pelos eleitores como de responsabilidade de Paulo Câmara e sem solução, como segurança pública, desemprego e saúde. 

“Os eleitores julgam os gestores considerando diversos fatores. Isto significa que um governador é aprovado [ou reprovado] em virtude de algum ou vários aspectos. As demandas dos eleitores e a responsabilização que estes dão ao governador explicam a sua alta reprovação”, argumentou o estudioso. Para ele, o sentimento negativo pode dificultar a reeleição do pessebista. “Não há um sentimento de otimismo e você entrar numa eleição e disputar com esse sentimento de pessimismo é ruim para qualquer candidato à reeleição”, acrescentou. 

Além do peso da avaliação negativa e do baixo índice de intenções de votos caso a eleição fosse hoje, de acordo com o Instituto de Pesquisas UNINASSAU também pesa sobre Paulo Câmara o título de “pior governador da história de Pernambuco para 42,3% dos entrevistados. Em segundo lugar no ranking, com 5,3%, aparece Jarbas Vasconcelos (PMDB), atual deputado federal que governou o estado por dois mandatos (1999 a 2006). 

O ex-governador Eduardo Campos, falecido em 2014, aparece como o pior gestor para 1,6% da amostragem e o ex-governador Roberto Magalhães (DEM) é citado por 1%. Para 10,5% dos pernambucanos nenhum ex-gestor pode ser considerado como o pior. Já 35,9% optaram por não responder. 

A classificação positiva, entretanto, tem Campos na liderança, sendo citado como o melhor governador da história por 35,9%. Apesar de ter sido o padrinho político de Câmara, a avaliação do líder socialista não reflete na do afilhado. “Os eleitores comparam o atual governador com Eduardo Campos e o que transparece é que eles sentem falta deste último”, ponderou Adriano Oliveira.  

O Instituto UNINASSAU foi a campo nos dia 23 e 24 de março. Foram ouvidas pessoas a partir de 16 anos de todas as regiões do estado. O nível de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O levantamento, foi encomendado pelo Portal LeiaJá em parceria com o Jornal do Commercio, 74% dos entrevistados desaprovam o governo do pessebista. O percentual de aprovação é de 16%. 

Fonte: Leia Já

mar
31

André Siqueira deixa o PSL e deve ser candidato a deputado federal

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Política     Tags , ,

As pedras do xadrez político já começam a ser movimentadas em Olinda para as eleições de 2018. Quem fez a primeira jogada pública no tabuleiro foi o empresário André Siqueira (foto). No início da noite de hoje (30), ele André Siqueiraanunciou nas redes sociais que está deixando o PSL e que disputará uma cadeira na Câmara Federal.

Em 2012 e 2016 André Siqueira foi candidato a vice-prefeito na chapa de Izabel Urquisa à Prefeitura de Olinda. O empresário, que está em Brasília (DF), não informou qual será o seu destino partidário. Mas pessoas ligadas a ele dizem que o empresário tem convites de duas legendas.

André não nega, nem confirma. “A única certeza neste momento é que serei candidato a deputado federal”, resumiu. Nas redes sociais o empresário garante que aguardará um posicionamento do prefeito de Olinda, Professor Lupércio (Solidariedade), “para definir quem devo apoiar para deputado estadual”. 

No segundo turno da eleição municipal de 2016, em Olinda, André Siqueira foi um dos primeiros políticos da cidade a anunciar o apoio à candidatura do Professor Lupércio. Agora, ele também se antecipa, anunciando a candidatura a deputado federal, deixando o prefeito numa encruzilhada: Lupércio tem compromisso com a reeleição do deputado federal Augusto Coutinho, dirigente estadual do Solidariedade.

Por enquanto, resta-nos apenas ficar aguardando as novas movimentações nesse tabuleiro.

Redes Sociais:

senai-dez

sesi-dez

Anuncio-gif OH

pernambucont


Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog: