Navegando todos os artigos com a tag Sítio Histórico
jun
14

Cultura e gastronomia movimentam o Sítio Histórico de Olinda neste sábado

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

No próximo sábado (16), a Rua 13 de Maio, no Sítio Histórico de Olinda, recebe mais uma edição do projeto Rua Cultural. Funcionará das 14h às 22h.

O projeto reúne educação, arte, cultura, gastronomia e lazer. Desta vez serão realizadas palestras e oficinas, ensaios musicais abertos, brinquedos e diversão para a criançada, além de uma feira de artesanato e do empreendedor.

Na ocasião haverá uma palestra sobre alimentação saudável e qualidade de vida, com o doutor em nutrição, Francisco Nogueira. O evento é aberto ao público e conta com o apoio da Prefeitura de Olinda.

jun
12

Rua do Bonfim será interditada por três dias para serviços na rede elétrica

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Depois de uma reunião entre moradores, Prefeitura de Olinda e Celpe, sobre as obras de restauração da Igreja do Bonfim, o Executivo anuncia a interdição da Rua do Bonfim hoje (12), amanhã (13) e quinta-feira (14), das 7h às 17h, para serviços na rede elétrica e mudança de posicionamento de um poste. As intervenções trarão mais segurança aos moradores da área. O trecho fica entre as Ladeiras da Misericórdia e da Sé.

O poste está afetando a rede elétrica do Bonfim e os fios de alta tensão passam na lateral do templo católico. Todo esse problema será solucionado até a próxima quinta-feira (14). “Solicitamos à Celpe a relocação dos postes. Com a mudança, os fios passarão acima da fachada do casario. Também vamos preservar as portas e janelas das casas”, disse a secretária executiva de Patrimônio de Olinda, Ana Cláudia Fonseca.

Além de proibir a passagem de veículos, a interdição vale também para estacionamento de carros e não será permitida a parada de veículos no trecho entre a Misericórdia e a Rua Pedro Monteiro.

jun
6

PF “caça” pichadores em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags ,

Um grupo suspeito de pichar prédios públicos e privados, principalmente no Sítio Histórico de Olinda, é o alvo da Operação Grapixo, deflagrada nesta quarta-feira (06), pela Polícia Federal (PF) em Pernambuco. 

Ao todo, 28 policiais federais divididos em seis equipes cumpriram seis mandados de busca e apreensão na cidade. O material encontrado com os suspeitos deverá ser usado para a continuidade das investigações. Os integrantes do grupo serão interrogados e indiciados na sede da PF, localizada no Bairro do Recife, na área central da Capital. As penas podem variar de três meses a três anos de detenção, caso os suspeitos sejam condenados.

Os prédios pichados pelo grupo são protegidos por lei e ato administrativo e os atos de destruir, inutilizar ou deteriorar qualquer bem protegido e pichar edificação ou monumento urbano tombado são crimes previstos pelo artigo 62 do Código Penal.

O grupo também deverá responder pelo crime de associação criminosa. As investigações tiveram início em  fevereiro de 2018. Entre os principais alvos do grupo, segundo a PF, estavam residências, igrejas, estabelecimentos comerciais, prédios públicos, muros, praças, pontes e monumentos localizados em Olinda. 

Segundo a PF, durante as investigações, os policiais identificaram o modus operandi do grupo. Geralmente, as pichações são feitas durante a madrugada por jovens do sexo masculino, que disputam reconhecimento e respeito junto a outros pichadores. Eles costumam, inclusive, se reunir em determinados pontos da cidade para trocar “tags” (como são conhecidas as “assinaturas” pintadas nas paredes) e planejar ações em busca de “novos territórios”, especialmente locais de difícil acesso.

Fonte/Foto: Folhape

maio
30

Vistoriadas obras na Igreja do Bonfim

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, realizou nesta quarta-feira (30) uma visita de inspeção e monitoramento das obras em execução na Igreja de Bom Jesus do Bonfim, um dos principais templos católicos que passa por obras de requalificação. O trabalho foi acompanhado pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Patrimônio e Cultura, que conferiu também os serviços de restauração de peças sacras e equipamentos presentes na edificação.

Com investimentos na ordem de R$ 2 milhões, o projeto prevê a recuperação das torres sineiras, bases da capela-mor, a nave principal, entre outros pontos que apresentaram rachaduras e deterioração. Após mais de cinco anos fechada, a reabertura da igreja é aguardada com  ansiedade pela comunidade.

Os recursos aplicados na obra são provenientes do Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas. Todas as intervenções estruturais foram previamente aprovadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que acompanha a execução dos serviços.

maio
29

Coleta de lixo hoje, na orla, Sítio Histórico e corredores viários

O trabalho da limpeza urbana de Olinda continua operando em esquema especial devido ao desabastecimento de combustível causado pela paralisação dos caminhoneiros.

Nesta terça-feira (29), a Secretaria de Serviços Públicos irá concentrar as atividades em três pontos da cidade. O recolhimento do lixo doméstico vai cobrir as áreas do Sítio Histórico, a orla e os principais corredores viários.

De acordo com a Prefeitura de Olinda, o trabalho de coleta só será retomado integralmente com o fim do movimento dos caminhoneiro e a regularização no abastecimento. 

abr
28

Biografia de Tereza Costa Rêgo será lançada hoje em Olinda

No dia em que completa 89 anos, Tereza Costa Rêgo ganha mais um presente de aniversário: sua biografia “Tereza Costa Rêgo: Uma Mulher em Três Tempos”, da Cepe Editora. Será lançada em Olinda, neste sábado (28), às 19h, no Sebo Casa Azul, na Rua 13 de Maio, 121.

O título, que faz parte da coleção Memória e é assinado pelo jornalista Bruno Albertim, já havia chegado ao público em evento no Museu do Estado, no último dia 18. Mas lançá-lo na cidade onde Tereza escolheu se estabelecer e viver da sua arte tem outro significado, como revela o autor da obra.

O também jornalista e proprietário do Sebo Casa Azul, Samarone Lima, diz que levar o lançamento do livro para o Sítio Histórico de Olinda é aproximar Tereza dos seus amigos mais próximos e do lugar onde ela vive desde que voltou do exílio, em 1979. Sem falar que o sebo é também um ponto de venda da Cepe Editora. 

fev
13

Acorda, que ainda é terça-feira!

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Carnaval     Tags , ,

Nem pense em parar. Hoje ainda é terça-feira (13) de Carnaval e tem muita folia pela frente. Deixa para descansar na quinta-feira (15). Daqui a pouco, a troça “A Corda” estará nas ruas do Sítio Histórico acordando, literalmente, os foliões mais preguiçosos.

“Acorda” (ou “A Corda”) não deixa ninguém passar das 6h na cama. A troça sai acordando todo mundo pelo Sítio Histórico. Então, levanta e vai para a rua. “Acorda” (“A Corda”) passa já por aí!

A troça foi criada há quase 20 anos, por um grupo de amigos que entrava nas residências, fazendo o maior barulho, para acordar os foliões e leva-los de volta às ruas. Hoje (13), a brincadeira deve começar por volta das 6h. 

fev
5

Sítio Histórico ainda está sem decoração para o Carnaval 2018

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Carnaval     Tags , ,

Sebastião da Paz

Entramos na “semana pré”, faltam apenas cinco dias para o “Sábado de Zé Pereira”; desfiles do Menino da Tarde, John Travolta e o Homem da Meia Noite… e as ruas do Sítio Histórico ainda não tem nenhuma decoração. Uma moradora da área, Diana Paula, queixa-se e questiona: “cadê a decoração das ruas do Amparo, Guadalupe, Bonsucesso, São João e Avenida da Saudade; Largos do Amparo (foto) e Guadalupe?

Em janeiro, a Prefeitura de Olinda anunciou que a decoração do Carnaval 2018 iria contar com estandartes (figuras lúdicas e desenhos de personagens que fazem parte do reinado de Momo), que seriam penduradas nos postes e no Sítio Histórico. “Amparo, Guadalupe e Bonsucesso fazem parte do Sítio Histórico. Mas essa decoração não chegou por aqui ainda”, diz Diana.

Ela estranha que nesse trecho da cidade, onde estão localizadas as sedes de mais de uma dezena de agremiações tradicionais como o Clube Vassourinhas, A Burra do Rosário, Homem da Meia Noite, Urso Cascudo do Amparo, Mulher do Dia, Galícia em Folia, 10 de Xarque e uma Latinha, Menino da Tarde, Cavalo Branco, Cariri e John Travolta, não exista “nada semelhante a decoração carnavalesca”.

Diana Paula lembra que pelas ruas e largos do Amparo e Guadalupe desfilam a maioria das troças, clubes, blocos e outras agremiações que fazem e animam a folia olindense.

Mas se a decoração ainda não chegou, só resta aguardar… até, pelo menos, a próxima quinta-feira (08), quando o prefeito Lupércio Carlos faz a abertura oficial do Carnaval de Olinda. 

dez
29

Muito lixo em rua do Guadalupe

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Desde outubro passado, os moradores da Rua Severino José Ramalho, no bairro do Guadalupe, pedem à Secretaria de Serviços Público de Olinda a capinação e limpeza da via. Foram quase dez solicitações e nenhum atendimento.

De lá para cá, o mato só cresceu e o volume de lixo só aumenta. De acordo com os moradores, os garis da limpeza urbana parecem que não conhecem a rua. Nunca passam por lá!

dez
29

Rua no Sítio Histórico de Olinda é transformada em lixão

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , , ,

Genival Hermínio Silva

De repente, os caminhões compactadores que fazem a coleta de lixo em Olinda sumiram das ruas da Cidade Alta:  Amparo, Guadalupe, Bonsucesso e Quatro Cantos.

Rapidamente, surgiram os pequenos lixões no Sítio Histórico, a exemplo do que tomou conta da Rua Waldemar Pimentel (foto), no Guadalupe.

A culpa é da Prefeitura de Olinda, porque não faz a coleta regularmente, mas também, porque não fiscaliza e não pune quem joga o lixo nas ruas.

Muito se critica um prefeito (pela falta de coleta de lixo), mas a grande parte da população é responsável pelos males que ela própria cria.

Transformar a entrada da Rua Waldemar Pimentel em um lixão é deplorável e a culpa é dos próprios moradores, que são maus exemplos de cidadania.

Cabe ao poder público puni-los. Há lei municipal para isso. Prefeito, faça a sua parte: puna!

dez
27

Obras abandonadas no Sítio Histórico

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

O jornal O Estado de S. Paulo, o “Estadão”, traz matéria no Dia de Natal (25), sobre o abandono do patrimônio histórico nacional. Cita exemplos de monumentos e obras paralisadas por todo o país, inclusive em Olinda. São mostrados exemplos também nas cidades de Ouro Preto (MG), Iguape e Paranapiacaba, ambas em São Paulo.

Segundo a matéria, assinada pelos jornalistas Priscila Mengue e Leonardo Augusto inúmeros imóveis com sinais de abandono estão espalhados pelas ladeiras e ruas de Olinda. À mente do leitor e do cidadão olindense vem logo a lembrança do Cine Duarte Coelho (foto), no Varadouro: um espaço centenário, coberto de pichações, aguardando por reforma a algumas dezenas de anos.

Cita o Cine Olinda, no Carmo, um prédio no estilo art decó de 1911. Segundo a matéria, a Prefeitura de Olinda afirmou que, por um convênio firmado há um ano, a responsabilidade é do Estado. A Fundação do Patrimônio Histórico de Pernambuco (Fundarpe), por sua vez, alega que o convênio não foi assinado. 

De acordo com o chefe do escritório do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Plinda, Fernando Lima, o conflitos entre as diferentes esferas de poder atrapalham, sobretudo por conta das divergências entre as legislações (federal e municipal), que precisam ser ajustadas e atualizadas.

O texto também cita o Seminário e a Igreja Nossa Senhora da Graça (Alto da Sé), dos séculos XVI e XVII. E informa: “não têm reabertura prevista” e para o turista que visita a cidade (…) “fica a sensação de querer conhecer mais sobre a história e a cultura e não poder”. 

A Secretaria Municipal de Patrimônio e Cultura diz que os problemas são resultado de anos de falta de manutenção. O município foi contemplado com R$ 62 milhões do PAC Cidades Históricas para 14 ações, mas não será suficiente para intervenções em todos os equipamentos públicos. Procurado pelo jornal, o Iphan disse que não seria possível informar sobre o andamento de cada obra com apoio federal em Olinda até o fechamento da edição. 

out
24

Quatro adolescentes são apreendidos com arma no Sítio Histórico de Olinda

Um revólver calibre 38 foi apreendido no bairro do Amparo, no Sítio Histórico de Olinda, na noite dessa segunda-feira (23). A arma estava em posse de quatro adolescentes, que foram abordados por policiais militares da Companhia Independente de Apoio ao Turista (Ciatur).

revolver

Os adolescentes estavam na Rua do Amparo, em atitudes suspeitas, quando foram vistos pelos policiais que faziam ronda na área. Além da arma foram encontradas seis munições em poder dos jovens.

Os quatro adolescentes e os materiais apreendidos foram apresentados na Delegacia do Varadouro, também em Olinda, para realização do flagrante.

Fonte: Folha PE

out
18

Parceria promete preservar fachadas do Sítio Histórico de Olinda

AuthorPostado por: Jornalismo Redação    CategoryEm: Olinda     Tags ,

Os moradores do Sítio Histórico de Olinda terão uma oportunidade para conservar o próprio imóvel com apoio da prefeitura. Os interessados em realizar a manutenção de sua residência podem, com o suporte da Secretaria de Patrimônio e Cultura (SEPAC) da cidade, contar com uma equipe para a ajuda no serviço.recuperação

Para ter direito ao benefício, o imóvel precisa ser residencial e estar com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em dia. Os interessados devem se dirigir à (SEPAC), na Rua São Bento, 160, Varadouro, para preencher um formulário. Um arquiteto visitará a residência para identificar se a cor está dentro do padrão do patrimônio e uma equipe de manutenção fará o serviço com o material adquirido pelo morador.

Uma segunda etapa prevista está em análise na Procuradoria Municipal. A ideia é que seja criado um selo para o morador por estar cuidando da fachada de sua residência e do patrimônio.”É um selo de boas práticas. Essa ação tem o objetivo de manter a cidade limpa, livre das pichações e com as fachadas das casas bem cuidadas”, destacou o secretário de Patrimônio e Cultura de Olinda, Gilberto Sobral. Mais informações pelo telefone 3439-1988.

Fonte: Diário de Pernambuco

out
7

Sinal para celulares pode melhorar no Sítio Histórico de Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

sinal de celular

O Conselho de Preservação dos Sítios Históricos de Olinda (CPSHO) deve discutir, nos próximos dias, a instalação de antenas camufladas para melhorar o serviço de telefonia na Cidade Alta. Por enquanto, a pauta está na Câmara de Legislação e Tombamento da entidade, que é formada por representantes da Prefeitura, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), da Condepe/Fidem e sociedade civil. 

A iniciativa é desenvolvida pela empresa de infraestrutura wireless build-to-suit QMC Telecom junto com a Comba, dedicada ao desenvolvimento de infraestrutura e soluções para telefonia fixa e móvel. Por não ter impacto visual, as antenas camufladas são consideradas a melhor opção para o desenvolvimento tecnológico de regiões tombadas. O projeto já foi implementado em cidades como Tiradentes e Diamantina, em Minas Gerais. Além de Olinda, também estão em andamento dois projetos em Ouro Preto (MG), já aprovados pelo Iphan e na fase de licenciamento pela prefeitura.

Em Olinda, a ideia é implantar um poste com duas antenas para proporcionar uma cobertura de aproximadamente 400 metros. O equipamento ficará na Rua Bernardo Vieira de Melo, nas proximidades do Mercado da Ribeira. Orçado em R$ 200 mil, o poste tem capacidade para transmitir sinais de até quatro operadoras telefônicas e deve ser bancado pelas empresas interessadas em melhorar a atuação na área. Essa foi a solução encontrada pelas concessionárias para se adequar aos padrões urbanísticos e ambientais da Cidade Alta.

Fonte: Folhape

out
7

Ministro da Cultura visita obras do PAC Cidades Históricas em Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, e o prefeito de Olinda, Professor Lupércio (Solidariedade), vistoriam na tarde desta sexta-bica dos quatro cantosfeira as obras do PAC Cidades Históricas que estão sendo realizadas na cidade.

Acompanhados pelo secretário de Patrimônio e Cultura, Gilberto Sobral, eles iniciaram o roteiro pela Praça Coronel João Lapa, em frente ao Cine Duarte Coelho, no Varadouro.

Também visitaram as três bicas que serão revitalizadas: a de São Pedro, no Varadouro; dos Quatro Cantos (foto), no Amparo; e do Rosário, no Bonsucesso, além do Adro de São Francisco e a Igreja do Bonfim.

Após o roteiro no Sítio Histórico, a comitiva seguirá para a abertura da Bienal do Livro de Pernambuco, no Centro de Convenções.

Fonte: DP

out
6

Olinda adota medidas para disciplinar Sítio Histórico

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

A Prefeitura de Olinda lança nesta sexta-feira (06) a operação “Sítio Seguro”, um conjunto de ações visando o ordenamento, controle urbano e disciplinamento do trânsito no Sítio Histórico. O objetivo é oferecer mais tranquilidade para as pessoas que visitam, moram ou comercializam no perímetro da Cidade Alta.

olinda2Além de fiscalizar o comércio formal e informal e a venda irregular de bebidas, a Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar (PMPE), vai realizar abordagens preventivas.

Para inibir a insegurança, a Guarda também utilizará uma unidade móvel de videomonitoramento (foto) equipada com câmeras para identificar ações suspeitas. Os veículos dos moradores da área também serão cadastrados e adesivados. 

Quatro pontos de bloqueios serão montados a partir desta sexta-feira (06), nas ruas 13 de Maio com a Henrique Dias; São Bento com a Travessa do Bonfim (Praça Laura Nigro);  7 de Setembro com a 27 de Janeiro (Por trás da Igreja de São Pedro Mártir); e 27 de Janeiro com a Praça Monsenhor Fabrício (em frente à Prefeitura). Das 20h às 2h.

No sábado (07), os bloqueios acontecerão nos mesmo horário (das 20h às 2h) e locais. No domingo (08), os bloqueios continuam nos mesmos locais, sendo que a partir das 15h até às 22h. 

set
11

Nem só de frevo vive Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Olinda2

Quem pensa que Olinda é só agito, frevo, Carnaval, bonecos gigantes e gente bonita…pode ter pensado certo mesmo. Mas nem só de badalação e folia vive a maravilhosa cidade nordestina de 482 anos, um dos símbolos do Brasil-Colônia.

A magia de Olinda se mantém ao longo do ano, com um espetacular conjunto de igrejas barrocas, o casario colonial que abriga cafés e ateliês de arte, além, é claro, da gastronomia regional.

Quem dá dicas de como encontrar uma Olinda mais pacata, tranquila, apesar do agito dos feriados, mas sem os tradicionais 2 milhões de foliões, é o guia de turismo Renato Lima.

“Com tranquilidade você pode vir depois do mês março. Você vai curtir a cidade apenas para passear, com poucas atrações. Agora, se quiser festejar o Carnaval, já pode vir de agora em diante. Na última quinta-feira (07), já teve mais de 200 mil pessoas em Olinda. As troças já saíram e a cidade ficou bem animada”, destaca.

O guia conta também que, mesmo em épocas mais tranquilas e, acredite, menos festivas, os maiores símbolos da cidade pernambucana estão relacionados ao Carnaval, à arquitetura do século XVI e às manufaturas.

“As ruas de Olinda, as casas coloridas, a igreja de ouro, os bonecos gigantes que são o símbolo do nosso Carnaval, a Igreja da Sé, os Quatros Cantos, a Rua do Amparo que tem os bares à noite”, relata.

Em 1982, Olinda recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). A cidade fica a cerca de 9 quilômetros km da capital (Recife).

jul
29

Operação Sítio Seguro acontece hoje e amanhã na Cidade Alta de Olinda

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Este sábado (29) e domingo (30) serão destinados às ações de fiscalização do comércio formal e informal no Sítio Histórico de Olinda. Equipes da Prefeitura vão monitorar a realização de shows, utilização de calçadas para comercialização de bebidas, alvarás e documentos de regularidade dos estabelecimentos para funcionamento, poluição sonora e ordem pública na Cidade Alta.

A ação tem início às 18h de hoje (29). Amanhã (30), começa às 16h. Esta é a segunda semana da Operação Sítio Seguro e contará com a participação de fiscais da Secretaria Executiva do Controle Urbano, da Guarda Municipal de Olinda e dos policiais militares da Companhia Independente de Apoio ao Turista (Ciatur).

A ideia é que a cada nova ação, os órgãos envolvidos possam fazer ajustes e aumentar o raio de atuação, de forma que no futuro essa fiscalização possa atingir todos os bairros de Olinda.

maio
26

Mato e escuridão tomam conta da Ladeira da Misericórdia

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

Ladeira da Misericórdia

Moradores na Ladeira da Misericórdia, no Sítio Histórico de Olinda, têm solicitado à Prefeitura, sem sucesso, a capinação da área da encosta. Foram muitos, os pedidos feitos nos últimos 90 dias, mas até agora não receberam nenhuma resposta. Silêncio completo por parte da gestão municipal.

Outro problema diz respeito à iluminação precária do local (via alternativa até o Alto da Sé). De acordo com Elvira Silva, os moradores estão convivendo com muito ladeira da Misericórdia2mato na ruas, insetos e ainda correndo o risco de assaltos.

“Já foram feitas à Prefeitura inúmeras solicitações de serviço de capinação e limpeza, mas até agora nada foi feito”, conta.

Elvira lembra que também foi pedida a troca de uma lâmpada, mas o que receberam foi apenas a promessa de troca – o que não aconteceu até esta data.

Enquanto a Prefeitura ignora o problema, os moradores continuam a reclamar da convivência com o mato, a escuridão e a insegurança

maio
24

Toldo irregular colocado em imóvel do Sítio Histórico deve ser retirado

AuthorPostado por: Acioli Alexandre    CategoryEm: Olinda     Tags , ,

toldo no sítio histórico olindaInternautas usaram o Facebook para denunciar um imóvel comercial no Sítio Histórico de Olinda que colocou um toldo na fachada.

O problema é que a casa, situada na Rua 27 de Janeiro, próxima à Igreja de São Pedro, no Carmo, fica em área de preservação, o que torna a prática irregular.

As fotos postadas nas redes sociais também chamam atenção para placas de publicidades colocadas no chão da via, junto ao meio-fio, o que atrapalha o tráfego de veículos. 

Segundo as placas, trata-se de uma casa que pode ser alugada para eventos. Há também a divulgação da presença de um corretor de imóvel de plantão no local.

A primeira foto denunciando o estabelecimento foi postada na última quarta-feira (17), gerando reclamações e compartilhamentos. O artigo 48 da lei municipal 4.849/1992 (Legislação Urbanística dos Sítios Históricos de Olinda) dispõe que, “nos setores de preservação rigorosa, não é permitido instalar toldos nas fachadas voltadas para os logradouros”. 

A assessoria de Imprensa da Prefeitura de Olinda informou que a Secretaria de Controle Urbano esteve ontem (23) no local para retirar as placas. O órgão irá notificar oficialmente o proprietário do imóvel nesta quarta-feira (24) para retirar o toldo em um prazo de três dias, caso contrário a própria gestão irá removê-lo. Não haverá aplicação de multa nesse caso, segundo a assessoria.

  • Fonte: Folhape
  • Foto: Reprodução Facebook

Carnaval 2019

Está chegando o Sábado de Carnaval2 de março de 2019
255 dias restantes.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Favoritos

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje