abr
29

TRANQUILIDADE DE RENILDO ESTÁ COM OS DIAS CONTADOS

AuthorPostado por: Paulo Fernando    Category Em: Sem categoria     Tags

Pela primeira vez desde que assumiu o comando da Prefeitura de Olinda, em 2008, o prefeito Renildo Calheiros (PC do B) está vendo sua “aparente” tranquilidade ser ameaçada por um conjunto de fatores que estabelecem um contraponto à administração comunista. Seis vereadores que compõem a bancada governista já se mostraram insatisfeitos com a condução da gestão de Calheiros e instituíram, no último mês, um grupo alternativo no bloco, o chamado G-6. Vale lembrar que o chefe do executivo olindense ainda conta com uma voz claramente de oposição, o social-liberal Arlindo Siqueira. Além da representação legislativa, Renildo observa o surgimento de um grupo social que se apresenta como canal de debate, com participação popular, sobre os problemas da Marins dos Caetés, o “Olindear”.
Em números oficiais, pode-se dizer que o movimento no poder legislativo olindense ainda não chega a assustar, visto que dos 17 vereadores, dez são, de fato, da situação. Mas, sem sombra de dúvidas, começa a incomodar o poder de Calheiro na Casa de Bernardo Vieira de Melo. Caso necessite da aprovação de um projeto de maior relevância, por exemplo, onde serão necessários pelo menos 2/3 dos votos, e os seis vereadores do bloco independente mais o da oposição votarem contra, o pleito do comunista será vetado. Algo inédito até então.
“Penso que Renildo precisa de ‘tesão’, vontade para arregaçar as mangas e ir aonde o problema está, conversar com a população e mostrar as dificuldades, bem como as possíveis soluções que o governo tem para resolver tudo o que está todo dia na imprensa. Olinda precisa de resposta urgente!”, comentou, em reserva, um vereador da cidade que, temendo represálias, preferiu não se identificar.
Um dos motivos para insatisfação de alguns vereadores da cidade com a gestão é porque a grande maioria dos partidos aliados ainda aguarda os cargos prometidos por Renildo durante o último processo eleitoral. “Sinceramente, acredito que o problema em Olinda seja financeiro. A cidade está quebrada e, infelizmente, o prefeito não pode fazer muita coisa. Prometeu, mas não tem condições de cumprir”, complementou o mesmo parlamentar.
Representante solitário da bancada oficial de oposição, Arlindo Siqueira atesta que a “ausência de obras significativas” na gestão Renildo Calheiros tem sido o principal ponto de motivação para o surgimento de movimentos contrários ao gestor. “Ele não tem nada para mostrar.  A população está cansada disso e há um reflexo natural no legislativo”, arrematou. 
No entanto, para o vereador Biai, que lidera a bancada do PCdoB na Câmara, o clima na cidade está tranquilo e a gestão seguindo sem nenhum impedimento. “Faço parte da Comissão de Constituição e Justiça, participo regularmente das reuniões do partido e não enxergo esse cenário que a oposição está pregando. Eles querem tumultuar a vida de Renildo, essa é que é a verdade”, justificou o comunista, cobrando um posicionamento dos vereadores do G-6. “Eles precisam assumir se são situação ou oposição.”

Envie um comentário

Carnaval 2020

Está chegando o Sábado de Carnaval22 de fevereiro de 2020
O grande dia está aqui.

Olinda Hoje no Facebook:

Previsão do Tempo:

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 613 outros assinantes

Categorias do Blog:

Mapa do Site:

Arquivos do Blog:

Olinda Hoje

%d blogueiros gostam disto: